Erro em exame indica gravidez de idosa sem útero em SE

Um exame realizado no Centro de Especialidades Médicas (Cemar) Siqueira Campos, da rede municipal de Aracaju (SE), apontou que uma aposentada de 65 anos sem útero estava no oitavo mês de gestação de gêmeos. Nataércia Menezes Nascimento retirou o órgão em uma operação há 30 anos e diz ter ficado constrangida com o erro no exame, feito para detectar um câncer no ovário. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

O exame ainda indicava o peso e o tamanho dos supostos bebês. Segundo a direção da unidade, o resultado do exame foi escrito à mão pelo médico responsável, que tem dificuldades para digitar os resultados no teclado do computador. Ao passar as informações para o sistema do centro médico, um funcionário teria trocado os dados com o de outra paciente, grávida de gêmeos. O médico responsável foi suspenso. A aposentada afirma que vai processar o município pelo erro.

Mais lidas nesse momento