Lucro da Embraer cresce 15% no trimestre, para R$ 44,1 milhões Leia mais:

SÃO PAULO - A Embraer obteve lucro líquido de R$ 44,1 milhões no primeiro trimestre, o que corresponde a um aumento de 15,1% em relação aos R$ 38,3 milhões apurados em igual período do ano passado.

A receita líquida caiu 33,3%, para R$ 1,780 bilhão. Segundo a companhia, o recuo na receita reflete o menor número de aeronaves entregues no trimestre, além da diversificação de produtos.

A aviação comercial respondeu por R$ 941,3 milhões, ou 52,9% do total; seguido pelo segmento de Defesa, com R$ 339,5 milhões (19,1%); aviação executiva com R$ 208,0 milhões (11,7%); serviços aeronáuticos, com R$ 255,9 milhões (14,3%); e outras receitas, R$ 35,4 milhões (2%).

No primeiro trimestre de 2009, somente a aviação comercial havia gerado receita de R$ 1,988 bilhão, ou 74,5% da receita líquida do período.

"As entregas da aviação comercial continuam sendo afetadas pela crise mundial. Apesar da economia global apresentar recuperação, as entregas do primeiro trimestre de 2010 totalizaram 21 aeronaves, cinco abaixo do trimestre anterior", informou a Embraer em seu comentário de desempenho.

Por outro lado, a companhia destacou que a margem bruta apresentou melhora, subindo de 17,1% no primeiro trimestre de 2009 para 20,6% no mesmo trimestre de 2010 em função da diversificação de produtos dos esforços para melhoria de eficiência.

O lucro operacional foi de R$ 122,2 milhões, acima dos R$ 109,2 milhões do mesmo período do ano passado, em função do controle de custos e na melhoria de processos, incluindo os administrativos, explicou a Embraer.

A fabricante de aviões informou ainda que encerrou o trimestre com caixa líquido de R$ 790,9 milhões, abaixo dos R$ 849,4 milhões do final de 2009. A dívida total também recuou, de R$ 3,584 bilhões para R$ 3,273 bilhões.

Mais lidas nesse momento