Ambev tem melhor nota da Moody´s entre empresas brasileiras privadas

SÃO PAULO - A cervejaria Ambev atingiu a melhor nota em escala global dada pela Moody´s a uma empresa privada brasileira (do setor não financeiro).

A agência de classificação de risco subiu a nota da empresa, em moeda local, de Baa1 para A3, na mesma classificação da estatal Petrobras. A perspectiva da nota é estável.

Segundo a agência, a revisão reconhece os resultados de uma"administração financeira prudente", além da boa resistência da empresa à crise econômica global. A elevação da nota também acompanha a melhoria dos indicadores de crédito e do risco soberano de muitos países onde a AmBev está presente.

A Moody´s ainda destaca as margens operacionais da Ambev - uma das maiores no setor de bebidas -, o que contribui para fluxos de caixa fortes e previsíveis.

"Estes fatores são equilibrados pelos riscos associados por sua exposição às economias emergentes, fora do Brasil e do Canadá", pondera a agência em nota.

A revisão também é fruto da decisão da Ambev de reduzir sua dívida total ajustada em 31,3% no ano passado, para R$ 7,6 bilhões.


Valor

Mais lidas nesse momento