Embaixador da Venezuela é expulso do Paraguai

Governo Franco determina diplomata 'persona non grata' e ordena sua saída

O governo do Paraguai declarou nesta quarta-feira (04) que o embaixador da Venezuela no país, José F. Javier Arrúe De Pablo, é "persona non grata" e ordenou a retirada do chefe da legação diplomática paraguaia em Caracas, segundo um comunicado de seu Ministério das Relações Exteriores. O governo paraguaio também decidiu retirar seu embaixador em Caracas.


Nicolas Maduro, chanceler da Venezuela (Enrique Marcarian/Reuters)

"Diante das graves evidências de intervenção por parte de funcionários da República Bolivariana da Venezuela em assuntos internos da República do Paraguai, o Ministério das Relações Exteriores Estrangeiros informa que o governo decidiu pela retirada do embaixador de seu país", diz o texto. A nota esclarece que a medida tem efeito imediato. "Como o embaixador venezuelano não se encontra neste momento no Paraguai, não é necessário estabelecer um prazo para expulsá-lo", pontua.

A medida ocorre um dia depois de ser divulgado um vídeo em que o chanceler venezuelano, Nicolás Maduro, aparece entrando em uma reunião com a cúpula militar paraguaia horas antes da destituição do presidente Fernando Lugo. Segundo os paraguaios, Maduro tentou convencer os militares a não acatarem o impeachment de Lugo.

Nesta quarta-feira, o secretário geral da União das Nações Sul-americanas (Unasul), Alí Rodríguez, não confirmou nem desmentiu a reunião do dia 22 de junho. No entanto, Rodríguez disse que havia vários militares paraguaios no Palácio de los López (sede do governo) naquele dia, e que viu Maduro cumprimentá-los.

Fonte: Veja

Mais lidas nesse momento