Desembargador suspende transferência da ursa Marsha para santuário em São Paulo

Animal estaria sofrendo maus-tratos em Teresina

O desembargador Jirair Aram Meguerian do Tribunal Regional Federal da 1ª Região suspendeu, nesta segunda-feira (20), a transferência da ursa Marsha do Zoobotânico, em Teresina, para o Santuário Associação Mata Ciliar, localizado em São Paulo.

Ursa Marsha (Foto: Divulgação Semar)
Ursa Marsha (Foto: Divulgação Semar)

De acordo com o desembargador, o animal poderá sofrer riscos por causa da distância da viagem a qual será submetido para o santuário que fica localizado em Jundiaí.

A decisão suspende a determinação do juiz Frederico Botelho de Barros Viana, da 4ª Vara da Seção Judiciária do Distrito Federal de transferir a ursa Marsha em razão da denúncia de que ela sofria maus-tratos relacionados tanto a forma pela qual ela estava recolhida no Zoobotânico como também a respeito da alimentação do animal que era inadequada.  

Entenda o caso 

A Ong Avaaz, comunidade de mobilização online que leva a voz da sociedade civil para a política global, chamou a atenção dos internautas a respeito da situação da ursa Marsha no zoológico de Teresina. 

A Ong fez um abaixo assinado no site com o intuito de realizar a transferência da Ursa Marsha, que sofre de calor e de fome em Teresina, para um local mais adequado em temperatura, espaço e alimentação.  

Nesta terça-feira (07), a petição online 212.748 assinaturas. 

Ativista Luisa Mell faz apelo nas redes sociais para salvar ursa Marsha

A ativista e defensora dos animais nacionalmente conhecida, Luisa Mell publicou no dia 31 de outubro, em sua página no Facebook um apelo para que as pessoas assinem a petição on line com o objetivo de realizar a transferência da ursa Marsha, que sofre com o calor no zoológico de Teresina, para um local mais adequado em temperatura e espaço.

Em sua publicação, Luisa Mell explica que a ursa Marsha é de uma espécie de urso pardo, natural de países frios como o Canadá e o norte dos Estados Unidos. “Ela tem pêlos preparados para enfrentar o frio severo destes países. Mas atualmente Marsha enlouquece sob o calor escaldante de Teresina, no Piauí. Presa no Parque Zoobotânico sofre com o calor típico da região e já apresenta sinais de stress profundo”, diz a defensora dos animais.

“Foi explorada durante 20 anos em um circo, vivendo em uma jaula minúscula e forçada a fazer truques ridículos em troca de comida e medo de agressão física! É justo deixá-la agora literalmente morrendo de calor só para diversão de alguns em alguns domingos? Conto com vocês! assinem a petição e me ajudem a salvar Marsha!”, declara Luisa Mell pelo Facebook.

Mais lidas nesse momento