Homepage
RSS
Twitter

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Busca
publicidade

O universo caipira com muito humor no Teatro João Paulo II

12/03/2008 • 17:23

O humor é uma das formas muito utilizadas para contar sobre a vida do nordestino e o homem caipira. E será com a promessa de arrancar muitas gargalhadas do público que o Grupo de Teatro Resgate vem da cidade de Canto do Buriti [a 400 km de Teresina] para a apresentação da peça “O casamento arranjado de Maria e Chicô” no Teatro João Paulo II. O espetáculo acontece nesta quinta-feira, às 20h, com ingressos a preços populares: R$ 4,00 [inteira] e R$ 2,00 [meia].

A peça narra de uma forma muito engraçada a história fictícia do casamento arranjado entre Maria (16 anos) e Chicô (18 anos), fruto de um acordo entre os pais dos noivos. Passa-se na década de 30, época em que imperava a imposição dos pais, que decidiam com quem e quando as filhas deveriam se casar. Maria e Chicô só se conhecem no dia do casamento, e uma das regras do acordo entre os pais é que o noivo só poderia levar a noiva quinze dias após a cerimônia. Durante o enlace uma confusão tem início quando Chicô vê a noiva e desiste do matrimônio, pois a mesma é muito feia.

O texto de Sandre de Paula é escrito e interpretado em linguagem caipira, com várias situações e personagens que vão fazer o público rir bastante. Sandre que também assina a criação do cenário, já escreveu quatro peças teatrais e é Diretor do Grupo de Teatro Pele Negra, parceiro do Grupo Resgate. A Direção, figurino e sonoplastia ficam por conta de Alex Neves.

Para Alex Neves “o espetáculo é uma oportunidade, principalmente para os jovens, terem um contato com a linguagem caipira e os costumes do campo no Piauí, por volta dos anos 30”.

Neves completa ainda que o Piauí é um estado em que convivem diversidades sociais com as mais diferentes origens geográficas, étnicas, culturais e lingüísticas. Além de mostrar um contexto social da época, o espetáculo vem trazer essa reflexão para o seu público, pois a linguagem caipira ainda é muito discriminada, mesmo sendo uma característica comum aos piauienses das diversas regiões do estado. Muitas vezes considera-se a linguagem caipira como “falar errado” nesse caso de fato não é “errado”, completa. Trata-se de uma linguagem característica de um povo, o dialeto caipira é uma variação da língua portuguesa.

O Grupo Resgate de Teatro é formado por um elenco de quinze jovens da cidade de Canto do Buriti, no extremo sul do Piauí, e desenvolve trabalhos culturais, sociais e campanhas educativas junto às comunidades da cidade e conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Canto do Buriti para vir à Teresina.

PÁGINA PRINCIPAL DO GRANDE DIRCEU

  • Comentários

  • Facebook

COMENTE

Seja o primeiro a comentar

Últimas Notícias
próximo anterior veja mais notícias
COMPARTILHE COM AMIGOS
ENVIE SEU COMENTÁRIO

Os comentários feitos por leitores são de inteira responsabilidade de seus autores.
O Portal AZ não responde pelo conteúdo postado nesse espaço.

portal az - Informação de Verdade
Todos os direitos reservados © 2000 - 2014