Homepage
RSS
Twitter

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Busca
publicidade

Problema em reservatório deixa 200 mil pessoas sem água no Grande Dirceu

16/05/2012 • 10:17

Por Jailson Rodrigues

Os moradores do Grande Dirceu, na zona Sudeste de Teresina, passaram quase 12 horas sem água devido a um problema em uma válvula no reservatório da região, que impediu que o líquido fosse distribuído para os cerca de 200 mil moradores da região.
O problema, além de irritar os moradores, acabou afetando o funcionamento das escolas, que tiveram que liberar seus alunos. O comércio na região também foi afetado, já que estes dependem do produto para poder funcionar normalmente.

Uma das regiões mais afetadas foi a do Renascença. O bairro Manoel Evangelista, por está na parte alta da região, foi uma das primeiras comunidades a enfrentar a falta de água. Os moradores não ficaram contentes, pois alegam que o fato já acontece diariamente e acusam a Empresa de Águas e Esgotos do Piauí S/A (Agespisa), de não ampliar os serviços, a fim de oferecer mais qualidade na distribuição do produto.


O presidente da Associação de Moradores do Bairro Manoel Evangelista, Marceone Rodrigues, disse que por várias vezes a Agespisa foi procurada para resolver a situação das comunidades do entorno do Renascença, só que até agora nada foi resolvido.

"Eles escolhem onde vai faltar água. Eles passam o dia inteiro desviando a água de uma região para outra, eles brincam de nos servir o produto, e nós sofremos tanto na hora da falta, como na hora de pagar as contas que chegam sem atrasos", disse.


Em uma escola da região, os 400 alunos, dos turnos tarde e noite tiveram que ir para casa mais cedo. A funcionária do colégio, Maria do Livramento, contou ao Portal AZ, que durante a tarde as aulas encerraram na hora do recreio, e durante a noite os alunos foram liberados ainda no portão. "A água faltou por volta das 14h, e até este momento, 19h30 não voltou. Estamos na capital do estado e esta situação é inaceitável", disse.

Bares e churrascarias também tiveram que fechar as portas. O empresário Leonardo Fernandes, dono de uma churrascaria na Avenida Joaquim Nelson, no Dirceu I, teve que amargar um grande prejuízo, pois teve que fechar seu estabelecimento e despachar seus 15 funcionários, além de decepcionar os clientes que chegavam a todo instantes. "Minha churrascaria fica a poucos metros do reservatório, e mesmo assim fiquei sem água, por isso tive que cancelar nossas atividades, pois sem água era difícil oferecer a higiene do local", afirmou, dizendo que pensa em entrar na justiça contra a Agespisa.

O serviço só foi restabelecido nas primeiras horas desta quarta-feira (16). O Portal AZ tentou entrar em contato com a Agespisa, no entanto ninguém foi encontrado para falar sobre o assunto. Em nota divulgada em alguns meios de comunicação a empresa afirmava que a água deveria voltar a ser distribuída até as 22h, fato que não se concretizou.

  • Comentários

  • Facebook

roberval

postado:
16/05/2012 - 12:00
não acredito que o reservatório seja a causa do problema, acredito que seja mesmo racionamento de água por parte da agespisa.

kadu

postado:
16/05/2012 - 11:55
É a administração do tratorzão!!!
Últimas Notícias
próximo anterior veja mais notícias
COMPARTILHE COM AMIGOS
ENVIE SEU COMENTÁRIO

Os comentários feitos por leitores são de inteira responsabilidade de seus autores.
O Portal AZ não responde pelo conteúdo postado nesse espaço.

portal az - Informação de Verdade
Todos os direitos reservados © 2000 - 2014