RSS
Twitter
WhatsApp do Portal AZ86 9981.8563

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Busca
publicidade

Laudo da reconstituição da morte de Décio deve sair em dez dias

04/07/2012 • 11:10
Segundo o diretor do ICRIM (Instituto de Criminalística), Carlos Henrique Roxo, o laudo que será elaborado após a reconstituição do assassinato do jornalista Décio Sá, realizada nesta terça-feira (3), poderá ser divulgado dentro de 10 dias. “Trata-se de um laudo muito grande e que deve ser bem detalhado dado os diferentes aspectos que compõe o momento o crime. Por isso, vai demorar um pouco para que fique pronto. Acredito que podemos conseguir que ele seja concluído em até 10 dias”, afirmou.

A reconstituição foi realizada em quatro momentos e em três locais diferente. O primeiro momento, por volta das 16h, foi em frente ao Sistema Mirante, local em que Jhonathan de Souza Silva observou a chegada do jornalista no local de trabalho. O segundo local foi em um quiosque na Ponta da Areia, onde Jhonathan bebeu uma água de coco e se encontrou com um comparsa. De lá, ele seguiu para um sítio no Araçagi, que seria uma propriedade de Bolinha.

À noite, a equipe de reconstituição refez o momento em que o jornalista sai do trabalho e é seguido por Jhonathan. Por fim, eles refizeram o assassinato de Décio Sá e a fuga pelas dunas do assassino confesso.

Comportamento
O comportamento frio de Jhonathan de Souza Silva durante toda a reconstituição surpreendeu a imprensa e curiosos que acompanhavam a reconstituição. O delegado Marcos Afonso Júnior, que coordena a equipe responsável pelas investigações do assassinato do jornalista, disse que durante os depoimentos o comportamento do assassino confesso foi da mesma forma.

“Ele é muito frio é um comportamento que surpreende a todos. Faríamos uma avaliação psicológica se os inúmeros assassinatos cometidos por ele não tivesse o único intuito de obter dinheiro. O que confirma que os crimes não foram cometidos por um instinto assassino ou um desvio psicológico como acontece com os assassinos seriais”, explicou Marcos Afonso.

Fonte: O Imirante
  • Comentários

  • Facebook

COMENTE

Seja o primeiro a comentar

Últimas Notícias
próximo anterior veja mais notícias
COMPARTILHE COM AMIGOS
ENVIE SEU COMENTÁRIO

Os comentários feitos por leitores são de inteira responsabilidade de seus autores.
O Portal AZ não responde pelo conteúdo postado nesse espaço.

portal az - Informação de Verdade
Todos os direitos reservados © 2000 - 2014