Pescadores promovem matança de tartarugas nos Lençóis Maranhenses

Os Lençóis Maranhenses são a última etapa da Rota das Emoções de quem parte do litoral do Ceará. Mas, são os primeiros quanto a questão a é matança de tartaruga marinha.

No percurso de 28km entre Paulino Neves e o povoado Caburé, pertencente a Barreirinhas, encontramos seis carcaças do animal. Algumas recém abatidas sendo devoradas por urubus.

Mas, é bom que se diga que cenas como estas não revoltam apenas os turistas brasileiros, americanos, europeus e japoneses que buscam as belezas naturais dos Lençóis Maranhenses. A população nativa, inclusive os pescadores também se indignam.

A matança dos répteis dos oceanos tropicais é praticada por barcos pesqueiros paraenses que atuam na costa maranhense. “Eles praticam uma técnica proibida que é a pesca de arrastão”, explica o empresário Artur Bôeres, da Pousada do Paturi.

O arrastão é a utilização de grandes redes de pesca entre dois barcos que percorrem a costa arrastando tudo que encontram pela frente, inclusive as tartarugas. Como a prática representa crime ambiental os pescadores jogam as tartarugas feridas de volta ao mar.

“Muitas são encontradas aos cambos. Eles amarram umas as outras e elas feridas se debatem até morrer. Aí a maré joga as carcaças na praia”, explica o pescador Francisco de Assis Vieira.

O crime já foi denunciado às autoridades, mas falta estrutura para o Ibama fiscalizar. Até pouco tempo o órgão não tinha embarcação apropriada para o mar. Outro problema é que a pesca ocorre sempre na madrugada e a costa maranhense é muito grande. 

CLASSIFICAÇÃO CIENTÍFICA:

Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Ordem: Testudinata
Família: Cheloniidae


INFORMAÇÕES IMPORTANTES:
• As tartarugas marinham são répteis que vivem nos oceanos em áreas tropicais e subtropicais.
• Existem sete espécies de tartarugas marinhas (tartaruga-oliva, tartaruga-cabeçuda, tartaruga-verde, tartaruga-de-pente, tartaruga-de-kemp, tartaruga-de-couro e natator depressus).
• O tamanho das tartarugas marinhas adultas pode variar de 1m até 2m de comprimento, caso da tartaruga-de-couro ou tartaruga-gigante. Indivíduos adultos desta espécie podem atingir até 600 kg.
• Estes répteis se alimentam, principalmente, de medusas, camarões, esponjas e águas-vivas.
• Quase todas as espécies são migratórias e conseguem se orientar pelos pólos magnéticos do planeta.
• As fêmeas atingem a maturidade sexual por volta dos 30 anos de idade. Nesta fase, ela retorna para a praia onde nasceu para depositar os ovos. Estima-se que entre 100 filhotes nascidos, apenas um chegará a vida adulta.
• Possuem um comportamento solitário e vivem grande parte do tempo submersas nas águas dos oceanos.
• O acasalamento das tartarugas ocorre nas águas costeiras ou profundas dos oceanos.
• Dependendo da espécie, a cor das tartarugas pode variar do marrom ao verde.
• Possuem sistemas de audição e visão bem desenvolvidos.
• Em função da caça predatória por vários anos, grande parte das espécies encontra-se em situação de extinção. 

CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS:
Peso: em média de 300 a 600 (animal adulto)
Comprimento: pode atingir até 2 metros de comprimento e 1,5 metros de largura (depende da espécie)
Reprodução: fecundação interna com 3 a 5 desovas numa mesma temporada de reprodução.