Cadeirantes de 15 municípios do Piauí são beneficiados com cadeiras de roda



Desde a criação do Rotary Clube Teresina Rio Poti em 2008, a entidade tem desenvolvido vários projetos e ações, prestando serviços com resultados extremamente benéficos. Exemplo à campanha de doação de cadeiras de rodas, que ocorreu no segundo semestre deste ano.

Segundo o advogado Raimundo Nonato da Silva, atual presidente da entidade, foram distribuídos 100 unidades, beneficiando pessoas carentes nas cidades de Teresina, Água Branca, Amarante, Angical, Batalha, Beneditinos, Demerval Lobão, Miguel Alves, Monsenhor Gil, Pedro II, Picos, Piripiri, Regeneração, Simplício Mendes e União.

Um dos contemplados com a cadeira de roda foi Emisvaldo Rodrigues, que sofreu um acidente automobilístico aproximadamente à três meses, e ficou paraplégico “Fiquei muito feliz quando recebi a cadeira, parecia um sonho. Minha mulher está desempregada, eu nessa situação, estamos vivendo de ajuda das pessoas, já tínhamos tentado de todas as formas nesses órgãos públicos, mas todos as tentativas não deram certo. Com essa cadeira, minha vida vai mudar bastante, vou poder sair da cama e voltar a ver o sol novamente”, finaliza Emisvaldo, emocionado.

O presidente da entidade acredita que é inadmissível que um ser humano, seja condenado a ficar preso numa cama por não dispor de meios suficientes para adquirir uma cadeira de rodas e se locomover. “Estamos dando a nossa parcela de colaboração para que isso não aconteça”. Já o médico Carlos Iglezias Brandão de Oliveira, integrante do clube, diz que o benefício melhora substancialmente a qualidade de vida do paciente e de quem o cuida.

O objetivo primordial do Rotary, é prestar serviços comunitários e fazer companheirismo, transformando os seus associados numa grande família de pessoas dispostas a cumprir os slogans da entidade, principalmente o de “Dar de si antes de pensar em si”.

É assim em todos os 210 países e regiões onde atua, com um exército de 1.500.000 sócios e voluntários, sendo a única ONG com assento permanente no Conselho de Segurança da ONU “Apenas como exemplo de sua atuação com benefício para o mundo inteiro, basta citar que a gotinha que imuniza contra a poliomielite foi doada para todo o planeta pelo Rotary, através da Fundação Rotária”, declara, Raimundo Nonato da Silva, atual presidente.

A idéia de abraçar este serviço como prioritário foi do presidente anterior, o agropecuarista Nilton Teixeira Brito, sendo seguida pela atual administração. “O trabalho dos rotarianos não envolve gastos diretos, já que tudo advém de promoções por eles realizadas com este objetivo. No mês de abril, por exemplo, uma festa de iniciativa do clube com o conjunto musical “Renato e seus blue capes” proporcionou uma renda líquida que beneficiou a todos os demais Rotarys da Capital, sendo que a parte do Rio Poti foi totalmente investida em cadeiras”, relata o Presidente.



Mas não é só nesta área que a instituição presta serviços à comunidade. Paralelamente, contribui de forma decisiva para manutenção da creche Fazenda Nova, na zona rural, que atende a quase cinqüenta crianças, e presta ajuda a abrigos para idosos como o Frederico Osanam e São José, além do Lar da Esperança que cuida de vítimas da HIV.