Casas estão prontas para famílias de Cocal e Buriti dos Lopes

A Defesa Civil, a Secretaria da Assistência Social e Cidadania (Sasc) e diversos órgãos do Estado intensificam serviços para melhorar a qualidade de vida das famílias de Cocal que sofreram com a tragédia que abalou o município com o rompimento da Barragem Algodões I, em 2009. Famílias do município de Buriti dos Lopes também são atendidas por diversos programas do governo. Foi o que informou, nessa quarta-feira, 28, o secretário estadual da Defesa Civil, James Alves.

Ele destacou que, somente no município de Cocal, foram construídas 385 casas, estando em fase de execução os serviços de abastecimento d’água e energia. As casas serão entregues em breve às famílias que, desde o rompimento da barragem, estão alojadas em casas de parentes ou em casas alugadas pelo próprio poder público na sede do município de Cocal. No município de Buriti dos Lopes também foram construídas 184 casas.

O secretário James Alves informa que, além das obras de infraestrutura, no caso, a ponte, unidades habitacionais, ruas, estradas, escolas, posto de saúde, implantação de sistema de abastecimento d’água e energia, o Governo do Estado, através da Secretaria Estadual da Defesa Civil, tem demonstrado preocupação em manter a regularidade na entrega das cestas básicas de alimentos às 700 famílias atendidas.

Segundo ele, no momento, as cestas básicas de alimentos acabaram, mas já foi solicitada uma nova remessa de alimentos à Secretaria Nacional da Defesa Civil. James Alves destacou que programas como o Garantia Safra e Bolsa Estiagem também atenderão às famílias de Cocal e Buriti dos Lopes, bem como a trabalhadores da agricultura familiar de outras regiões do Estado. “Um atendimento contínuo é feito às famílias que sofreram os efeitos do rompimento da Barragem Algodões I. Além da Defesa Civil, a Sasc e outros órgãos atuam em Cocal e Buriti dos Lopes. Em Cocal, tem até um escritório para o atendimento às famílias. No momento, a questão da energia elétrica, por exemplo, é uma prioridade nas comunidades Jacaré, Buiba e Massalina e tudo está sendo solucionado”, conta o secretário, acrescentando que de segunda a sexta-feira equipes da Defesa Civil estão em contato com as famílias.