Projeto do Sebrae começa a ser executado em Guadalupe, na região sul do PI

Meios de alimentação e hospedagem da cidade serão beneficiados com a iniciativa

Aconteceu hoje (29), em Guadalupe, distante 345 quilômetros ao sul de Teresina, uma reunião para apresentação do Projeto Turismo e Cultura do Território de Floriano, que será executado a partir deste ano naquela cidade, pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae no Piauí.

Desde segunda-feira (26), a consultora do Sebrae no Piauí, Gardênia Cunha, realiza consultoria junto aos meios de alimentação e hospedagem de Guadalupe, para elaboração de um diagnóstico desses setores, que será apresentado durante o encontro de hoje (29).

“Estamos no começo do projeto e esse diagnóstico vai nos mostrar qual a real situação dos empreendimentos de hospedagem e alimentação de Guadalupe, para que possamos elaborar um plano de ação que contemple as necessidades de melhoria desses estabelecimentos”, explica o gestor do Projeto Turismo e Cultura do Território de Floriano do Sebrae no Piauí, Helder Cronemberg.

A intenção do encontro é também sensibilizar os empresários desses segmentos a aderirem ao projeto, apresentando ideias e implementando ações de melhoria de serviços e produtos, o que deve garantir a satisfação dos clientes, além da competitividade e sustentabilidade desses empreendimentos.

“Esperamos disseminar com eficiência os benefícios do projeto, para que os empresários se comprometam com a iniciativa e possam melhorar o perfil de seus empreendimentos”, acrescenta Cronemberg.

Serão beneficiados com as ações do projeto vinte empreendimentos de hospedagem e alimentação de Guadalupe. Todas as pessoas envolvidas nesses segmentos receberão qualificação em gestão, atendimento, entre outras áreas.

GUADALUPE

Segundo censo de 2009, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, Guadalupe possui extensão territorial de 1.020 km² e uma população de quase 10 mil habitantes.

Na cidade localiza-se a Usina Hidrelétrica de Boa Esperança, instalada no Rio Parnaíba. Por conta do represamento das águas formou-se um lago artificial, onde surgiram vários balneários, sendo o maior deles o Belém-Brasília, que atrai visitantes de várias cidades do Piauí e até de outros Estados, movimentando o turismo daquela região

Outra vertente turística de Guadalupe é o turismo de negócios, devido aos perímetros irrigados dos Platôs de Guadalupe.