Secretário explica rede hospitalar com abertura da UPA de São Raimundo Nonato

Francisco Costa vai detalhar, nesta quarta (11), o fluxo na UPA e no Hospital Regional Cândido Ferraz

O secretário de Estado da Saúde, Francisco Costa, visita, nesta quarta-feira (11), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Raimundo Nonato, inaugurada na sexta-feira (6). O motivo da visita é acompanhar o atendimento na unidade, observando as diretrizes para uma assistência humanizada na urgência e emergência. Outra atividade é a explanação do funcionamento da rede hospitalar com a abertura da UPA e o novo perfil do Hospital Regional Cândido Ferraz.

Em encontro com a sociedade, a ser realizado no auditório do Senac, o secretário vai detalhar o fluxo de atendimento na urgência e emergência, que é feito somente pela UPA, e como já se dá o funcionamento do Hospital Regional, de retaguarda, e que somente os casos de obstetrícia serão atendidos no hospital.

UPA de São Raimundo Nonato	(Foto:James Almeida)
UPA de São Raimundo Nonato (Foto:James Almeida)

A apresentação contará com a presença da equipe técnica da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), na área de regulação de leitos e da Central Estadual do Samu, e será aberta à comunidade, aos trabalhadores da saúde e gestores do território da Serra da Capivara.

UPA

Os primeiros atendimentos serão realizados na UPA e, havendo necessidade, serão encaminhados ao Hospital Regional ou outro hospital de referência. Somente aqueles casos mais graves, de alta complexidade, serão encaminhados para Teresina, uma vez que a unidade apresenta melhores condições de atendimentos e com uma assistência qualificada.

Com isso, muda a assistência no Hospital Regional, que tem o fluxo de atendimento alterado, que passa agora a ser um hospital de retaguarda, voltado à atenção aos cuidados da mulher e neonatal, sendo porta aberta somente para obstetrícia e retaguarda para a UPA.

A UPA oferece atendimento 24 horas de urgência e emergência, para a população de até 140 mil habitantes, cobrindo 18 municípios, além de demanda espontânea de pacientes da Bahia, estimados em cerca de 60 mil.

Com capacidade em atender até 150 pacientes por dia, a UPA realizará atendimentos clínicos, pediátricos e traumatológicos. Para os casos de maior complexidade, por meio da Central de Regulação, o paciente será encaminhado para um hospital de referência. 

Simpósio Assistência à Saúde na Rede Hospitalar no Território da Serra da Capivara

Programação:

Regulação na Rede de Urgência e Emergência – RUE
Atendimento regionalizado da UPA
Data – 11 de janeiro (quarta-feira)
Horário – 9h
Local – Auditório do Senac