Piauí lidera ranking brasileiro de preservação de áreas nativas

Estado tem 59,7% da vegetação nativa preservada pelos agricultores

O Estado do Piauí tem 59,7% da vegetação nativa preservada pelos agricultores. É o maior percentual do País. O anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira (20), em Teresina, pelo pesquisador Evaristo de Miranda, chefe geral da Embrapa Monitoramento por Satélite, durante uma palestra sobre Atribuição, Ocupação e Uso de Terras no Brasil.

Evaristo de Miranda (Foto: Divulgação)
Evaristo de Miranda (Foto: Divulgação)

Ao detalhar os números do Cadastro Ambiental Rural (CAR) no Piauí, Miranda mostrou que o Estado tem hoje 9.732.142 hectares de terras registrados. Já o número de imóveis rurais cadastrados chegou a 119.297 em agosto deste ano. O Brasil, segundo o Boletim Informativo do CAR, tem hoje 413.249.830 hectares e 4.336.533 imóveis registrados.

Criado em maio de 2012 e gerenciado pelo Ministério do Meio Ambiente, o Cadastro Ambiental Rural é um registro eletrônico e obrigatório para todos os imóveis rurais. Ele forma uma base de dados estratégica para o controle, monitoramento e combate ao desmatamento das florestas e demais formas de vegetação nativa do Brasil, além do  planejamento ambiental e econômico dos imóveis rurais.

Evaristo de Miranda, que coordena o GITE - Grupo de Inteligência Territorial Estratégica na Embrapa, mostrou uma radiografia dos cerca de 8,5 milhões de quilômetros quadrados de extensão do Brasil. Didaticamente, o pesquisador explicou a divisão do País nos quadros natural, agrário, agrícola, de infraestrutura e socioeconômico.

Ele detalhou os conceitos de atribuição, ocupação e uso das terras no Brasil. Evaristo de Miranda falou para uma plateia que lotou o auditório central da Embrapa Meio-Norte. Além dos pesquisadores da casa, acompanharam a palestra representantes de órgãos federais e estaduais ligados à agricultura.