Municípios de Jerumenha e Betânia do Piauí vão receber investimentos do governo

Foram autorizados investimentos em mobilidade urbana e na área da saúde

O governador Wellington Dias autorizou, na tarde dessa terça-feira (24), investimentos em mobilidade urbana no município de Jerumenha. A comunidade Barra do Lance, que vem registrando crescimento significativo, será contemplada com 5000m² de calçamento, beneficiando cerca de mil moradores. Já no bairro Alto, a pavimentação das ruas será retomada. 

Betânia do Piauí (Foto: Reprodução)
Betânia do Piauí (Foto: Reprodução)

Em audiência ocorrida no Palácio de Karnak, a prefeita de Jerumenha, Aldara Pinto, solicitou ao governador um reforço na segurança pública, para combater casos de roubo que vem assustando a população. Foi requerido ainda, apoio financeiro para realização dos Festejos de Santo Antônio, previsto para ocorrer entre 1° e 13 de junho. O evento religioso e cultural, atrai visitantes de toda a região e movimenta a economia da cidade.

“São 13 dias de festejos. Nos dias das festas culturais a igreja se movimenta, tem os leilões e as festas em praça pública atraem milhares de pessoas. É um período curto, mas de efetiva geração de emprego e renda para o nosso município”, disse a prefeita Aldara.

Betânia do Piauí também foi beneficiada com investimentos do governo estadual. Dias autorizou a conclusão de uma Unidade Básica de Saúde na sede do município, uma obra aguardada ansiosamente pela população, que hoje se desloca 45 km para ter acesso a um hospital. A cidade também será contemplada com a construção de 14000 m² de calçamento.

“Além do município receber a obra que traz inúmeros benefícios, melhorando a qualidade de vida das pessoas, essas obras ainda geram emprego. Diante dessa grande crise, onde muitas pessoas passam necessidade, pode-se considerar um grande retorno para o município”, avaliou o prefeito Fábio Macêdo.

O governador Wellington Dias encaminhou à Coordenadoria da Irrigação, para análise, o ofício protocolado pelo prefeito de Betânia, onde pede a construção de uma barragem no município. Lá, a população não dispõe de água encanada. O abastecimento é por meio de carro pipa. O custo da barragem é estimado em R$ 5 milhões. O deputado estadual Francisco Limma também participou da audiência.