Homepage
RSS
Twitter

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Busca
publicidade

TJ concede habeas corpus e determina soltura de médico

03/07/2012 • 11:57
Por Anselmo Moura
Fotos: Dantércio Cardoso


O médico Marcelo Martins de Moura foi colocado em liberdade por volta das 13h desta terça-feira (3). Ele estava preso no quartel do Corpo de Bombeiros e foi solto por determinação do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ) através de habeas corpus.

TJ concede liberdade a médico envolvido em acidente na BR 343

Atualizada às 13h
Na manhã desta terça-feira (03) por volta das 12h30min, o oficial de justiça chegou ao quartel com o alvará de soltura concedido pelo Tribunal de Justiça do Piauí. O oficial se dirigiu direto ao comando do Batalhão do Corpo de Bombeiro para realizar os procedimentos necessários para a soltura do médico Marcelo Martins de Moura.

O advogado do jovem, Ezequiel Cassiano, disse em entrevista a TV Antena 10 que pediu a policia militar a garantia da locomoção de médico até sua casa, pois havia comentários na cidade que Marcelo estava sofrendo ameaças.



Por Anselmo Moura (do local)
Redação de Cinnara Sales e Dulce Furtado


O desembargador Raimundo Nonato da Costa Alencar acatou pedido de Habeas Corpus e o médico Marcelo Martins de Moura, 26 anos, deve ficar em liberdade até o final do dia. O pedido foi julgado na 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Piauí e concedido às 11h desta terça-feira (03).

De acordo com a assessoria de comunicação do Tribunal de Justiça, por conta da burocracia, o médico deverá ser solto somente no final da tarde. Caso ele seja posto em liberdade antes das 13h, a liberação será feita pelo comandante Manoel Santos, e após este horário, o responsável pela liberação será o tenente Marcelo Anderson.

O jovem médico foi preso em flagrante no dia 9 de junho deste ano após dirigir embriagado na BR 343 e colidir com um carro, vitimando fatalmente cinco pessoas da mesma família. Desde o dia do acidente, Moura esta detido, atualmente ele encontrasse na sede do Batalhão do Corpo de Bombeiro, localizado na avenida Miguel Rosa.


Matéria relacionada:

Médico faz exames no IML e é transferido para o Corpo de Bombeiros
  • Comentários

  • Facebook

edmilson nunes cronemberger

postado:
03/07/2012 - 13:15
Boa tarde, olha essa familia merecia uma resposta mais honesta da justiça, nenhum ser humano tem o direito de tirar a vida de outras pessoas dessa forma, somente DEUS poderá faze-lo, fica muito complicado alguns entendimentos feitos na nossa já desgastada justiça, eu não queria esta na situação dessa familia é um absurdo, gente erro pode acontecer com qualquer um agora o não pagamento dele é promover coisas muito piores, é isso..
Últimas Notícias
próximo anterior veja mais notícias
COMPARTILHE COM AMIGOS
ENVIE SEU COMENTÁRIO

Os comentários feitos por leitores são de inteira responsabilidade de seus autores.
O Portal AZ não responde pelo conteúdo postado nesse espaço.

portal az - Informação de Verdade
Todos os direitos reservados © 2000 - 2014