PSB treina militantes para o uso do Twitter



Por Rômulo Maia

Num contexto em que o Twitter é a moda entre jovens e adultos, os políticos viram a oportunidades de se aproximar da sociedade e conquistar simpatizantes e eleitores. Já são muitos os perfis de deputados, vereadores e postulantes a espaço no executivo e no legislativo nas próximas eleições.

Alguns deles somam um número significativo de seguidores. E mantêm um bom fluxo de conteúdo e interatividade. Os deputados estaduais João de Deus (PT) e Marden Meneses (PSDB), por exemplo, twittam sempre e não raro se envolvem em debates com os seus seguidores. O mesmo acontece com os vereadores de Teresina Rodrigo Martins (PSB), Firmino Filho e Edson Melo, ambos do PSDB.

Os pré-candidatos ao governo também enxergaram na ferramenta um espaço de disputa e propagação de ideias e feitos. As mensagens frequentes enviadas por Silvio Mendes (PSDB) - recém chegado na rede do Twitter - forçaram o governador Wilson Martins (PSB) - usuário mais antigo - a interagir mais.

Internamente, o partido do governador já se prepara para o debate virtual. Militantes serão treinados especialmente para a utilização do Twitter. Uma oficina para ensinar os passos básicos da rede social será realizada no próximo domingo (02).

“O partido tem se preocupado em alcançar todos os segmentos da sociedade, os jovens principalmente. A internet é hoje um meio democrático de troca de informação e principalmente de ideias. É através dessa troca que o partido pretende construir seu projeto de governo; ouvindo as necessidades da população. E o Twitter hoje possibilita essa interação”, explica uma das organizadoras do espaço.

Provavelmente, a campanha de reeleição de Wilson Martins terá um núcleo voltado exclusivamente para a internet. É uma ideia ainda em gestação, mas com chances de ser concretizada.

Nas eleições deste ano, o Twitter tem tudo para cumprir seu propósito de ser uma experiência democrática interessante, na qual todos têm os mesmos direitos: são 140 caracteres para falar e responder de forma gratuita e livre. Sem edições ou cortes. Tudo ao vivo e com a vantagem de você poder se livrar dos discursos vazios com um ou dois cliques.

Mais lidas nesse momento