Tucanos se dividem sobre escolha do Lula pela Time

A escolha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva como um dos líderes mais influentes do mundo pela revista Time dividiu o PSDB, partido de oposição ao governo. Para o senador Arthur Virgílio (PSDB-AM), líder do partido no Senado, Lula não pode ser considerado o mais influente do mundo.

- Objetivamente há outros líderes mais influentes como o Obama, por exemplo. [A eleição do presidente Lula como homem mais influente do mundo] deve ser uma demonstração de simpatia pelo Brasil e pela origem simples do presidente, mas não vejo muita objetividade.

Virgílio fez a declaração antes de a revista Time ter esclarecido que, apesar de Lula ter aparecido como o número um da lista divulgado no site da publicação, ele não poderia ser considerado o mais influente porque a lista não é um ranking. De acordo com a Time, Lula seria, portanto, um dos 25 líderes mais influentes do mundo.

Já para o presidente nacional do partido, senador Sérgio Guerra (PSDB-PE), a eleição de Lula é motivo de comemoração.

- É bom para o Brasil e bom para o presidente e acho que podemos comemorar. Muito bem presidente!

A declaração de Guerra seguiu a linha adotada por ele no lançamento da pré-candidatura de Serra, de que há avanços inegáveis no governo Lula.  O próprio pré-candidato do PSDB à sucessão presidencial também comemorou a escolha de Lula pela Time. Para ele, “é bom para o Brasil”.

Mais lidas nesse momento