PT vai ingressar com ação contra tesoureiro do PSDB

Brasília - O PT vai ingressar amanhã com representação no Ministério Público Eleitoral contra o tesoureiro do PSDB, Eduardo Graeff, com o objetivo de apurar a responsabilidade do tucano por difamações veiculadas na internet contra a pré-candidata petista à Presidência e ex-ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff.

O comando da campanha de Dilma acredita que Graeff convocou um exército de internautas para pôr na rede insultos contra ela. Nos bastidores da cena política circulam informações de que ele é o mentor de uma estrutura de guerra, preparada para bombardear a ex-ministra e o PT.

Petistas atribuem a Graeff a montagem do site "www.gentequemente.org.br", além de ataques anônimos para atingir Dilma. "O PSDB, que vive entrando na Justiça contra nós, não pode se utilizar de instrumentos criminosos e clandestinos para nos atacar", afirmou o presidente do PT, José Eduardo Dutra. "Isso é crime eleitoral."

Mais lidas nesse momento