Avós preferem os netos que têm mais do seu DNA

Getty Images
O estudo revela que uma avó paterna dá mais atenção à saúde das netas do que à dos netos

Por mais que tentem disfarçar, avós conseguem eleger com racionalidade seus netos favoritos porque geralmente preferem aqueles com quem compartilham a maior parte do DNA. A revelação faz parte de um estudo científico divulgado recentemente.

O fenômeno explica o que outros estudos já tinham mostrado: uma avó paterna dá mais atenção à saúde das netas do que à dos netos.

Isso acontece porque a mulher passa 31% dos seus genes para as filhas de seu filho e apenas 23% para os filhos de seus filhos, o que sugere um efeito protetor para os netos com quem “têm mais a ver”.

O pesquisador Urban Friburg, da Universidade da Califórnia, diz que os pai transmite seus cromossomo Y para os filhos e o cromossomo X para as filhas.

Como o cromossomo X geralmente vem da mãe, suas filhas têm mais em comum com ela e a avó segue a mesma tendência.

Um estudo anterior revelou que esse preconceito vem da incerteza genética, já que nem todos os avós têm certeza de que seus netos são mesmo seus.

Uma mulher sempre sabe que ela é a mãe de seus filhos, mas um homem, não. Ele geralmente não tem certeza sobre sua paternidade porque pode ter sido traído.

Mais lidas nesse momento