No Twitter, não há informação demais para as celebridades

P. Diddy, astro do rap, disse que estava fazendo sexo tântrico. John Mayer, cantor, que estava com certa parte do corpo dormente de tanto passar um tempo com as pernas cruzadas. Já a consultora financeira Penelope Trunk não hesitou em compartilhar que ao mesmo tempo em que participava de uma reunião estava tendo um aborto.

Os três casos mostram que algumas celebridades americanas levam longe demais a premissa do Twitter, que chama a si mesmo de uma "rede de informação em tempo real que permite a você compartilhar o que está acontecendo agora".

O site The Huffington Post reuniu algumas inconfidências dos astros que mostram que o glamour de Hollywood muitas vezes se desfaz diante de quem quer compartilhar informação demais. "Estive sentado com as pernas cruzadas por tempo demais e agora meu p. está dormente", confessou John Mayer, ex-namorado da atriz Jennifer Aniston. A cantora Katie Perry foi ainda mais indiscreta e resolveu avisar pelo Twitter ao cantor e produtor Dr. Luke que não haveria sexo entre os dois.

"Está bem, estou sangrando", Katie avisou em um post. "Mais sorte no próximo mês, amigo", completou.

Penelope Trunk, dona de um site de orientação financeira e popular nos Estados Unidos, aparentemente estava numa reunião no Estado do Wisconsin quando começou a ter um aborto. O que fez? Resolveu reclamar no Twitter. "Estou tendo um aborto", informou para seus, certamente chocados, leitores.

Entre as celebridades brasileiras, o comportamento não é tão sem noção, mas não livre de polêmica. Xuxa foi bastante criticada pelos erros de português no Twitter - o que ocorreu agora com o perfil de Luciano Huck. No caso de Xuxa, a apresentadora desistiu de seu perfil. Huck aparentemente não deu importância às críticas.

Mais lidas nesse momento