Presidente da Uber se desculpa por tropeços em Londres: 'cometemos erros no caminho'

'Vamos recorrer da decisão em nome de milhares de londrinos, mas o faremos sabendo que também devemos mudar', afirmou Dara Khosrowshahi

O presidente-executivo do Uber se desculpou nesta segunda-feira (24) pelos erros do serviço de transporte urbano por aplicativo em Londres e prometeu mudanças. A empresa recorre da decisão de autoridades municipais de não renovar sua licença para operar.

Dara Khosrowshahi é nomeado CEO do Uber (Foto: Reuters/Lucas Jackson)
Dara Khosrowshahi é nomeado CEO do Uber (Foto: Reuters/Lucas Jackson)

Na sexta-feira, o órgão regulador de transportes da capital britânica considerou o Uber inapto para administrar um serviço de táxi e decidiu não renovar sua licença que expira nesta semana, citando a abordagem da empresa para reportar várias ofensas criminais e verificação de antecedentes de motoristas.

"Embora o Uber tenha revolucionado o modo como as pessoas se locomovem nas cidades em todo o mundo, é igualmente verdade que cometemos erros no caminho. Em nome de todos do Uber globalmente, eu peço desculpas pelos erros que cometemos", afirmou o presidente-executivo da companhia, Dara Khosrowshahi, em carta aberta.

Uber pede para moradores de Londres assinarem petição para pressionar cidade a voltar atrás e não impedir a empresa de operar. (Foto: Hannah McKay/Reuters)
Uber pede para moradores de Londres assinarem petição para pressionar cidade a voltar atrás e não impedir a empresa de operar. (Foto: Hannah McKay/Reuters)

"Vamos recorrer da decisão em nome de milhares de londrinos, mas o faremos sabendo que também devemos mudar", acrescentou o executivo.

Mais lidas nesse momento