Lucro do Facebook cresce 63% no 1º trimestre e atinge US$ 5 bilhões

Mark Zuckerberg ressaltou que número de usuários continua crescendo apesar de a empresa enfrentar 'desafios importantes'

O Facebook lucrou US$ 4,99 bilhões no primeiro trimestre de 2018, uma alta de 63% em relação ao mesmo período de 2017. O resultado veio acima do esperado pelo mercado e mostrou que o a crise de imagem da rede social não afetou o seu desempenho financeiro.

Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, durante conferência de desenvolvedores da rede social. (Foto: Stephen Lam/Reuters)
Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, durante conferência de desenvolvedores da rede social. (Foto: Stephen Lam/Reuters)

O escândalo Cambridge Analytica, que afetou até 87 milhões de usuários, gerou pedidos de regulamentação e que os usuários deixassem da rede social, mas não houve sinal de que os anunciantes se importaram.

"Apesar de enfrentar desafios importantes, nossa comunidade continua crescendo. Mais de 2,2 bilhões de pessoas usam o Facebook todos os meses e mais de 1,4 bilhão de pessoas o utilizam diariamente", disse o presidente do Facebook, Mark Zuckerberg, em seu perfil na rede social após a divulgação do balanço financeiro da empresa.

Zuckerberg prestou depoimento ao Congresso americano para explicar, entre outras questões, como a rede social reagiu ao vazamento de dados de usuários.

Mais anúncios e usuários

A receita da empresa com publicidade no período somou US$ 11,795 bilhões, uma alta de 50% em relação ao primeiro trimestre de 2017. Incluindo os pagamentos e outros negócios secundários, a receita total do Facebook somou R$ 11,966 bilhões, alta de 49%.

"Todo mundo continua falando sobre como as coisas estão ruins para o Facebook, mas este relatório de receita para mim é muito positivo e reitera que o Facebook está bem, e eles vão superar isso", disse à Reuters o executivo Daniel Morgan, gerente de portfólio da Synovus Trust Company. A empresa de Morgan detém cerca de 73.000 ações no Facebook.

O número de usuários ativos por mês no Facebook cresceu 13% na comparação anual, para 2,2 bilhões.

*Com Reuters

Mais lidas nesse momento