RSS
Twitter
WhatsApp do Portal AZ86 9981.8563
Busca

Desfiles da Sapucaí começam nesta sexta com 7 escolas da Série A, no Rio

05/02/2016 • 10:00
A segunda escola a se apresentar é a Alegria da Zona Sul, que vai cantar “Ogum”, o orixá ligado a batalhas e à metalurgia, de autoria do carnavalesco Marco Antônio Falleiros. A escola vai aproveitar a força do orixá para abrir os caminhos, contar sua história e pedir proteção para o povo guerreiro das comunidades Pavão-Pavãozinho e Cantagalo neste carnaval.

Destaque da Viradouro durante o ensaio técnico na Sapucaí (Foto: Rodrigo Gorosito/G1)

Com o enredo “Palhaço Carequinha: paixão e orgulho de São Gonçalo. Tá certo ou não tá?”, desenvolvido por Jaime Cezário, a Unidos do Porto da Pedra pretende fazer a plateia relembrar e se divertir com a história de um dos mais famosos palhaços brasileiros.

A Acadêmicos de Santa Cruz vai falar da preservação da natureza e sair em defesa das florestas com o enredo “Diz mata! Digo verde. A natureza veste a incerteza. E o amanhã? (O clamor pela floresta) ”, de Lane Santana e Lucas Pinto.

Para brigar pela vaga no Grupo Especial em 2017, a Unidos do Viradouro vai cantar na avenida a história de um africano nascido há dois mil anos, que depois de fugir de sua tribo se transforma em seguidor de Jesus Cristo. O enredo “O Alabê de Jerusalém: A saga de Ogundana”, do carnavalesco Max Lopes, é baseado na canção de Altay Veloso.

A Renascer de Jacarepaguá vai aproveitar as brincadeiras de criança para saudar as entidades religiosas que se transformaram nos santos Cosme e Damião, protetor da garotada. Com samba de Moacyr Luz, Teresa Cristina e Claudio Russo, a escola vai cantar o enredo “Ibejís - Nas brincadeiras de criança: os orixás que viraram santos no Brasil”, de Jorge Caribé.

Os desfiles de sexta-feira terminam com uma homenagem prestada pela Império da Tijuca ao ator, diretor e crítico de cinema José Wilker. Com “O tempo ruge, a Sapucaí é grande e o Império aplaude o Felomenal!”, do carnavalesco Júnior Pernambucano, a escola vai lembrar as personagens mais marcantes da carreira de Wilker.

Grupo de Acesso - 5 de fevereiro de 2016
21h - Acadêmicos da Rocinha
Entre 21h45 e 21h55 - Alegria da Zona Sul
Entre 22h30 e 22h50 - Unidos do Porto da Pedra
Entre 23h15 e 23h45 - Acadêmicos de Santa Cruz
Entre 0h e 0h40 - Unidos do Viradouro
Entre 0h45 e 1h35 - Renascer de Jacarepaguá
Entre 1h30 e 2h30 - Império da Tijuca

Grupo de Acesso - 6 de fevereiro de 2016
21h - União do Parque Curicica
Entre 21h45 e 21h55 - Paraíso do Tuiuti
Entre 22h30 e 22h50 - Inocentes de Belford Roxo
Entre 23h15 e 23h45 - Império Serrano
Entre 0h e 0h40 - Caprichosos de Pilares
Entre 0h45 e 1h35 - Unidos de Padre Miguel
Entre 1h30 e 2h30 - Acadêmicos do Cubango

G1

Rolling Stones chegam à Argentina

05/02/2016 • 10:00
Os Rolling Stones chegaram nesta quinta-feira (4) à Argentina, onde permanecerão por dez dias e farão três apresentações como parte da turnê "América Latina Olé Tour", que começou na quarta (3) no Chile.

Os veteranos roqueiros chegaram ao Aeroporto Internacional de Ezeiza, em Buenos Aires, em um avião privado e, em seguida, os integrantes do grupo se dirigiram para diferentes hotéis do centro da capital sob forte esquema de segurança, segundo a agência oficial argentina "Télam".

Rolling Stones abrem sua turnê pela América Latina com show em Santiago, no Chile, na noite de quarta-feira (3) (Foto: REUTERS/Rodrigo Garrido)

A segurança em torno da chegada de Mick Jagger, Keith Richards, Ron Wood e Charlie Watts foi máxima, mas isso não impediu que muitos fãs comparecessem ao local para dar as boas-vindas a seus ídolos.

Esta será a quarta visita do grupo à Argentina, onde já se apresentou em 1995, 1998 e 2006. O sucesso da turnê no país sul-americano já está garantido, pois os ingressos para as três apresentações se esgotaram rapidamente logo após o início das vendas.

O Estádio Unico Ciudad de La Plata, que fica na capital da província de Buenos Aires, será o palco onde 53 mil pessoas poderão acompanhar clássicos do rock como "Angie" e "Satisfaction", em cada uma das apresentações que acontecerão nas noites de domingo (7),  quarta (10) e sábado (13).

Os Stones se apresentarão em um palco com 56 metros de largura e 25 de profundidade, que também conta com uma plataforma móvel de aproximadamente 40 metros de comprimento e com um enorme telão de LED, que chegou nos últimos dias, dividido em dois aviões que vieram dos Estados Unidos.

Em La Plata, que fica a cerca de 60 km da cidade de Buenos Aires, faz dias que praticamente 100% das vagas nos hotéis estão reservadas para as datas dos shows da banda, cuja turnê também passará por Brasil e México, além de Colômbia, Peru e Uruguai, onde nunca se apresentaram.

G1

Secult e Seduc se unem para levar projetos culturais às escolas públicas

05/02/2016 • 02:35
Da redação do Portal AZ

Levar música, dança e teatro para as escolas estaduais. Esse é o objetivo das secretarias estaduais de Cultura e de Educação, que se unem para levar ações culturais aos alunos da rede pública. A pauta foi discutida em audiência na última quarta-feira (03), entre o secretário estadual de Cultura, Fábio Novo, e a secretária estadual de Educação, Rejane Dias.


Entre os principais projetos está o envolvimento da Escola de Dança do Estado Lenir Argento, Escola de Música de Teresina e Escola Técnica de Teatro Gomes Campos com as escolas da rede estadual de ensino. Os alunos e professores das escolas de dança, música e teatro desenvolverão projetos que serão aplicados em escolas públicas indicadas pela Seduc, fazendo o intercâmbio de conhecimentos entre os alunos dessas escolas.

“A ideia é que a gente case essas ações entre as escolas do Estado, queremos pegar o melhor das escolas de dança, música e teatro e levar todo esse potencial aos alunos nas escolas indicadas pela Secretaria de Educação”, afirma o secretário estadual de Cultura, Fábio Novo.

Os projetos devem ser desenvolvidos também em escolas do interior do Estado, o que também irá estimular a visitação nas casas mantidas pela Secult. “A nossa prioridade é mapear as escolas com histórico de violência em todo o Piauí para levar essas ações culturais, assim, nós conseguiremos diminuir a evasão escolar e a violência”, comentou a secretária estadual de Educação, Rejane Dias.

Os diretores Datan Izaká (Escola de Dança), Aurélio Melo (Escola de Música) e Chiquinho Pereira (Escola de Teatro) também participaram da audiência e pediram a renovação de mais um ano do teste seletivo dos professores das respectivas escolas. Apesar das escolas serem mantidas pela Secult, os professores são contratados pela Seduc, por isso há a necessidade de continuação das aulas com esses professores. A carga horária também será estendida para 40h, pela necessidade dos professores levarem essas ações culturais a outras escolas.

Secult realiza audição para atores da Batalha do Jenipapo

04/02/2016 • 18:34
Da redação do Portal AZ


A Secretaria Estadual de Cultura – Secult realiza no dia 12 de fevereiro, a partir das 18 horas, no Clube dos Diários, uma audição com atores e cantores interessados em participar da encenação da Batalha do Jenipapo. Assim como nos anos anteriores, a montagem será apresentada no Monumento da Batalha do Jenipapo, em Campo Maior, no dia 13 de março, durante a solenidade que marca a luta do Piauí pela independência do Brasil.

O texto é de Bernardo Aurélio e a direção geral é de Franklin Pires. O espetáculo será estilo musical, com participação do ator convidado Carlos Casagrande. Podem participar da seleção atores e cantores profissionais ou em formação.

“Não é necessário se inscrever com antecedência, visto que as inscrições serão realizadas no dia da audição. Só pedimos que o interessado chegue com antecedência no Clube dos Diários, onde irá preencher uma ficha e participar do processo seletivo”, explica a diretora da Unidade de Articulação Cultural da Secult, Bid Lima.

HISTÓRICO - A Batalha do Jenipapo ocorreu às margens do riacho de mesmo nome no dia 13 de março de 1823, a qual foi decisiva para a Independência do Brasil e consolidação do território nacional. Consistiu na luta de piauienses, maranhenses e cearenses contra as tropas do Major João José da Cunha Fidié, que era o comandante das tropas portuguesas, encarregadas de manter o norte da ex-colônia fiel à Coroa Portuguesa.

Durante as comemorações e reflexões do dia 13 de março o município de Campo Maior faz a entrega da Medalha do Mérito Heróis do Jenipapo e o(a) Governador(a) do Piauí, a Ordem do Mérito Renascença do Piauí, oportunidade em que o mesmo usa a faixa governamental

Lygia Fagundes Telles é indicada ao Nobel de Literatura

03/02/2016 • 15:35
A União Brasileira de Escritores (UBE) enviou nesta quarta-feira (3) à Academia Sueca a indicação de Lygia Fagundes Telles para o Prêmio Nobel de Literatura deste ano.

A escritora Lygia Fagundes Telles (Foto: Divulgação/UBE)

A diretoria da entidade elegeu a escritora paulistana por unanimidade. "Lygia é a maior escritora brasileira viva e a qualidade de sua produção literária é inquestionável", disse Durval de Noronha Goyos, presidente da UBE, em comunicado.

O anúncio do Nobel de Literatura deve acontecer em outubro deste ano em Estocolmo, na Suécia. No ano passado, a jornalista bielorrussa Svetlana Alexievich foi a vencedora. Nenhum brasileiro venceu o prêmio até o momento.

Lygia Fagundes Telles, de 92 anos, recebeu vários prêmios ao longo da carreira, tais como o Camões (2005), e o Jabuti (1966, 1974 e 2001). Ela tem obras traduzidas para o alemão, espanhol, francês, inglês, italiano, polonês, sueco, tcheco, português de Portugal, além de adaptações de suas obras para o cinema, teatro e TV. Lygia fundou a UBE e faz parte do Conselho Diretor da instituição.

G1
  1. «
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. »
portal az - Informação de Verdade
Todos os direitos reservados © 2000 - 2016