Homepage
RSS
Twitter

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Busca
publicidade

Doador de sangue pode ter isenção de taxa em concursos federais

23/01/2008 • 12:46

Um projeto que tramita no Senado Federal deve aliviar o bolso dos concurseiros de todo o País. O senador Inácio Arruda (PCdoB/CE) propôs em novembro de 2007 o Projeto de Lei 657/2007, defendendo que doadores de sangue sejam isentos da taxa de inscrição nos processos seletivos. O projeto altera a lei no 1.075, que regula a doação voluntária de sangue. O texto não especifica quantas vezes o candidato deve procurar o hemocentro para ser isento da taxa. Apenas aponta que a doação deve ser feita a instituições mantidas pela administração pública federal. Se aprovada, a lei valerá para todos os concursos federais.

Em sua justificativa, o senador explica que o projeto visa estimular a doação de sangue. “Conceder benefício e compensações relevantes como a isenção de pagamento de taxas em concursos, aqui previstas, deverão se constituir em um estímulo efetivo para que mais pessoas optem pela doação de sangue no Brasil”, relata. O deputado lembra que a lei no 1.075 já estabelece que o doador pode faltar ao trabalho na data em que doar sangue. O projeto já passou pela Comissão de Assuntos Sociais e seguirá para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Após esta etapa, será votado no Plenário do Senado.

Distrito Federal
Desde 1996, quando a Lei Distrital nº 1.321/96 foi aprovada, os doadores do Distrito Federal têm direito a não pagar as taxas de inscrições dos concursos regionais. No entanto, é preciso comprovar que realizou três doações de sangue no período de um ano antes do processo seletivo. De acordo com a Fundação Hemocentro de Brasília, sempre que doa sangue, a pessoa recebe um comprovante que pode ser usado tanto no trabalho como para realizar a inscrição.

O concurso da Polícia Civil, por exemplo, explica que os candidatos amparados pela Lei nº 1.321/96 devem apresentar o certificado do Hemocentro ou ter outra instituição de saúde que comprove o mínimo de três doações até o período de inscrição do concurso. As taxas do processo seletivo custam R$ 132 e R$ 165.

Lei nº 1.321/96
Art. 1o: Os doadores de sangue à Fundação Hemocentro ou a instituições oficiais de saúde ficam dispensados do pagamento de taxa de inscrição em concurso público para preenchimento de vagas na administração pública direta, indireta e fundacional do Distrito Federal e da Câmara Legislativa.

§ 1o: A dispensa do pagamento da taxa de que trata este artigo fica condicionada à comprovação de pelo menos três doações de sangue realizadas no período de um ano antes da data final das inscrições cuja isenção seja pleiteada.

Pls 657/07
Art. 3o-A: O doador voluntário de sangue, coletado por banco de sangue mantido por ente estatal ou autárquico é isento do pagamento de taxa de inscrição em concurso público promovido pela administração pública federal, na forma do regulamento.

  • Comentários

  • Facebook

Camila Lima

postado:
05/04/2010 - 14:56
Por gentilza, alguém sabe mais sobre as Leis Lei 657/2007 Lei nº 1.321/96 que possam me passar maiores informações, pois, já sou doadora a mais de 3 doações e gostaria de ficar dispensada de pagar taxa de inscrições dos concursos. Obrigada!
Últimas Notícias
próximo anterior veja mais notícias
COMPARTILHE COM AMIGOS
ENVIE SEU COMENTÁRIO

Os comentários feitos por leitores são de inteira responsabilidade de seus autores.
O Portal AZ não responde pelo conteúdo postado nesse espaço.

portal az - Informação de Verdade
Todos os direitos reservados © 2000 - 2014