RSS
Twitter
WhatsApp do Portal AZ86 9981.8563
Busca

Patrimônio cultural, Centro Histórico no MA é alvo da ação de vândalos

27/05/2016 • 13:33
A história que compõe todo o bairro da Praia Grande, em São Luís, reconhecido como "Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade", em 1997, pela Unesco, vem sendo continuamente vandalizada. Na madrugada desta sexta-feira (27), lâmpadas que iluminavam a escadaria da Praça Nauro Machado foram furtadas.

Centro Histórico de São Luís é alvo de depredações (Foto: Fábio Henrique/Subprefeitura do Centro Histórico)

A praça Nauro Machado foi reformada e entregue em junho do ano passado e, antes de completar um ano de reinaugurada, já sofreu vários atos de vandalismo. Segundo noticiou o G1 em janeiro deste ano, lixeiras foram arrancadas, plantas foram destruídas e até mesmo um coco pôde ser visto em uma luminária quebrada.

Por telefone, o subprefeito do Centro Histórico, Fábio Henrique Farias, informou ao G1 que os casos geralmente ocorrem durante a madrugada, quando há menos policiamento. “Eles agem geralmente no fim da madrugada, quando há poucos policiais nas ruas. Eles quebram luminárias, arrancam lixeiras, quebram bancos. Até o momento ainda não identificamos os suspeitos, mas a polícia e a Guarda Municipal estão monitorando isso”, explicou.

Henrique Farias reclamou ainda que a ineficiência da legislação pode ser o motivo de os atos de vandalismo serem cometidos constantemente. “É ruim porque, por mais que os responsáveis pelo vandalismo sejam presos, eles são soltos e no dia seguinte reincidem no ato. A legislação é fraca, ineficiente e permite que o suspeito volte as ruas e realize outros atos de vandalismo”, finalizou.

O G1 entrou em contato com a Prefeitura e pediu posicionamento sobre o furto das lâmpadas e aguarda retorno.

Sobre o policiamento nas ruas do Centro Histórico, o G1 contatou a Secretaria de Segurança Pública do estado (SSP-MA) e aguarda detalhes.

Centro histórico vandalizado
No dia 15 de janeiro deste ano, o G1 mostrou a situação do centro histórico após atos vândalos. Até coco pôde ser visto em luminárias quebradas. O subprefeito Fábio Henrique contou que ipês plantados recentemente tiveram os talos quebrados após uma semana. Além disso, os motoristas estariam quebrando os pilares de contenção de veículos para circular por áreas proibidas, danificando o asfalto de paralelepípedo.

G1

São Luís é 10ª cidade do país com mais demissões em abril de 2016

26/05/2016 • 10:20
A capital maranhense, São Luís, é a décima cidade do país com maior número de demissões no mês de abril, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). É o 13º mês seguido em que houve mais demissões que contratações de trabalhadores com carteira assinada.

Em São Luís, foram 1.704 demissões no período. Entre as capitais, a cidade é a sétima que mais demitiu, atrás de São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte, Recife e Manaus.

Em todo o país, foram perdidos 62,84 mil postos de trabalho formais.

G1

Força Nacional vai atuar em pontos fixos na zona urbana de São Luís

25/05/2016 • 10:26
A Secretaria de Estado da Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) divulgou na manhã desta quarta-feira (25) como será a atuação da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) em São Luís (MA). Os agentes da Força Nacional trabalharão em pontos fixos, permitindo que a policiais militares que atuavam nesse tipo de patrulhamento sejam liberados para ações conjuntas com a Polícia Civil de prisão dos suspeitos pelos ataques a ônibus na Região Metropolitana.

Agentes vão trabalhar em pontos fixos, orientados pela PM-MA (Foto: Regina Souza/TV Mirante)

Em uma semana, foram 16 veículos foram incendiados, com sete foram completamente tomados pelas chamas. O atentado mais recente foi registrado na noite desta segunda-feira (23) na zona rural de São Luís. O pedido de reforço da Força Nacional foi feito pelo governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB). Os homens chegaram à capital maranhense nessa terça-feira (24).

O secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela, detalhou em entrevista coletiva a atuação dos agentes federais, que vão reforçar a segurança em diferentes pontos fixos do eixo urbano e rural da Região Metropolitana, liberando os agentes da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) – que estavam imobilizados no patrulhamento de rua – para circular em busca e captura dos criminosos, já identificados pelo sistema de segurança pública do Estado, numa ‘caçada policial’ aos envolvidos. “Agora, é somar esforços na grande ação contra o crime”, disse o secretário.

Portela destaca que após os ataques, o governo reagiu com ataque direto à criminalidade. No período, 30 suspeitos foram identificados e presos por participação direta nos ataques, e mais de 60 flagrados em outras situações criminosas. “É importante atuar contra todos. Esta ação policial visa combater todo tipo de crime”, afirma.

Dez internos condenados por outros crimes no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, foram identificados como mandantes e autuados por organização criminosa, crimes de incêndio e corrupção de menores. O governo já pediu à Justiça a transferência deles para presídios federais, e aguarda um posicionamento da Vara de Execuções Penais. “A ação é permanente”, conclui Jefferson Portela.

O subcomandante geral da PM-MA, coronel Jorge Allen Guerra Luongo, confirmou novas prisões de suspeitos feitos no interior do Maranhão. Os locais das prisões e o número de suspeitos presos são mantidos em sigilo, segundo o comandante, porque a participação de cada um ainda será apurada.

Sobre a atuação da Força Nacional, Luongo disse que todas as forças vão trabalha juntas. “Nós vamos passar as orientações. É um somatório”, disse.

Reforço da Força Nacional visa permitir mobilidade de equipes da PM-MA  (Foto: Regina Souza/TV Mirante)

Chegada da Força Nacional
As tropas chegaram na tarde dessa terça-feira e vão reforçar o policiamento nas ruas da capital, que vem sofrendo desde a quinta-feira (19) uma série de ataques a ônibus. O efetivo da tropa federal fez o deslocamento até a capital maranhense em 20 viaturas, um micro-ônibus e um ônibus. Os agentes estão alojados em três locais diferentes, sendo um deles no Complexo Esportivo do Estádio Castelão, onde vão planejar as operações e darão suporte à polícia do Maranhão no combate as organizações criminosas que aterrorizam a população.

As ordens destes ataques foram feitas de dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, que ganhou destaque nacional após fugas, mortes e rebeliões sangrentas. Os motivos dos ataques não foram revelados pelo secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, que se limitou a dizer que a polícia trabalha com duas linhas de investigação. Em 2014, os mesmos detentos ordenaram ataques a ônibus por causa das constantes revistas no presídio.

Homens da Força Nacional ficaram alojados no Castelão e outros dois lugares de São Luís (Foto: Jéssica Melo / Tv Mirante)

Desde que os ataques a ônibus tiveram início na quinta-feira (19), 16 veículos foram incendiados. No entanto, apenas sete foram completamente tomados pelas chamas. O atentado mais recente foi registrado na noite desta segunda-feira (23) no Residencial 2000, no bairro Maracanã, na zona rural de São Luís, dois dias depois do governador anunciar a vinda da Força Nacional a capital.

Policiais militares, civis e bombeiros reforçam a segurança em vários pontos dos quatro municípios da Região Metropolitana de São Luís. Os ônibus voltaram a circular normalmente nesta segunda-feira (23), após determinação do Governo do estado e prefeitura de São Luís.

No bilhete, bandidos ameaçaram comerciantes sob pena de terem os estabelecimentos incendiados (Foto: Divulgação / Coroadinho Online)

Comerciantes ameaçados

Comerciantes do Coroadinho, a quarta maior favela do país e a primeira do Norte e Nordeste - segundo o último censo realizado pelo Instituto Brasileiro e Geografia e Estatística (IBGE), fecharam as portas durante a tarde do último sábado (21) depois que criminosos disseminaram série de ameaças.

Pela noite do mesmo dia, policiais realizaram a prisão de um homem que se preparava para atear fogo em pneus na Avenida Jerônimo de Albuquerque, no bairro Vinhais em São Luís. O suspeito teria informado à policiais que não seria um atentado, mas um protesto contra a insegurança.

Policiais continuam megaoperação deflagrada na região metropolitana de São Luís (Foto: Divulgação / Karlos Geromy / Secap)

Policiais em ônibus
O governador Flávio Dino informou que vai monitorar as empresas para confirmar se todos os ônibus estão circulando pelas ruas da cidade. Ele também garantiu que vai intensificar o combate aos criminosos com policiais dentro dos ônibus, blitzen, incursões nos bairros para patrulhamento e captura de procurados da Justiça.

A adoção de novas medidas de segurança foi instituída pelo governador Flávio Dino em reunião na manhã deste domingo (22), no Palácio dos Leões, em São Luís. De acordo com o governador, o monitoramento direto sobre as empresas de ônibus tem como objetivo garantir a circulação normal dos coletivos, sobretudo no período noturno.

G1

39º Festival Guarnicê de Cinema é oficialmente lançado em São Luís

24/05/2016 • 19:06
Foi realizada nesta terça-feira (24) a abertura oficial do 39º Festival Guarnicê de Cinema, promovido pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). A programação para o público acontecerá entre os dias 6 e 11 de junho, no Centro Histórico de São Luís. O Festival Guarnicê de Cinema é o quarto mais antigo do Brasil.

Festival Guarnicê foi oficialmente lançado em São Luís (Foto: Divulgação/ UFMA)

Neste ano, o evento terá a presença dos atores Chico Dias e Letícia Sabatella e irá homenagear o cineasta Neville D’ Almeida, um dos fundadores do movimento do cinema marginal. Com seu estilo arrojado e contestador, o cineasta é responsável pela terceira maior bilheteria do país com o filme “Dama da lotação”, de 1978.

O tema do festival será “Novos olhares, novas experiências” e além das mostras competitivas terá a “Mostra Guarnicezinho”, voltada para as crianças, “Mostra Jovem” e “Mostra Cinema não tem idade”, voltada para o público da terceira idade.

“Tivemos 250 filmes inscritos e todas as produções com uma qualidade impressionante. Logo, nosso trabalho de seleção foi bem difícil, mas selecionamos 20 filmes, sendo 16 deles de curta-metragem e 4 de longa-metragem que irão disputar as premiações em dinheiro”, contou a coordenadora geral do Guarnicê, Fernanda Pinheiro.

G1

PSD realiza 1º seminário Ouvindo Timon com grande participação popular

24/05/2016 • 17:29

A noite da última sexta-feira, 20, reuniu grande público no Clube Mania, na Avenida Tiúba, em Timon, para a realização da 1ª edição do seminário “Ouvindo Timon – Construindo com você o nosso plano”. O evento é uma realização do Partido Social Democrático – PSD e do Espaço Democrático – a fundação de estudos e formação política do PSD, e tem por objetivo debater com toda a população timonense os problemas da cidade, assim como buscar soluções para a sua resolução.

 


O deputado estadual e pré-candidato a prefeito de Timon, Alexandre Almeida (PSD), abriu o evento destacando o objetivo do seminário e a importância de levar até a população o debate sobre os problemas da cidade. “Apesar de realizarmos o evento num sexta-feira à noite, ver que a população estava engajada em discutir os problemas do seu bairro, da sua rua, nos mostra a importância que é a gente conversar, dialogar, para construirmos juntos a cidade que todos nós queremos”, pontuou.


O Ouvindo Timon será realizado em todos os bairros de Timon e a partir das discussões realizadas nos seminários o PSD deve elaborar um plano de governo, que será apresentado juntamente com a candidatura ao cargo de prefeito na cidade de Timon. O presidente municipal do PSD, Cledilton Guerra, explica que o objetivo do partido é fazer com que a população faça parte da construção dos rumos administrativos da cidade de Timon. “Dessa forma estamos trazendo a população para perto das tomadas de decisões sobre a sua rua, o seu bairro”, frisou.


O primeiro Ouvindo Timon foi realizado na Vila Angélica e contou com a presença de moradores dos bairros Pedro Patrício, Cidade Nova, Novo Tempo, Parque Piauí, Centro, Parque São Francisco, Flores, entre outros, o que mostra o interesse da população nos problemas de toda a cidade e não apenas àqueles referentes ao seu bairro. O deputado Alexandre Almeida informou que todas as opiniões e sugestões feitas pela população estavam sendo gravadas e que seriam analisadas para a inclusão no plano de governo a ser apresentado pelo PSD. “É dessa forma que o PSD faz política, conversando, ouvindo as pessoas, e é assim que pretendemos construir soluções para melhorar a vida dos timonenses”, concluiu.

  1. «
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. »
portal az - Informação de Verdade
Todos os direitos reservados © 2000 - 2016