RSS
Twitter
WhatsApp do Portal AZ86 9981.8563
Busca

Operação da Aged apreende medicamentos falsificados no MA

29/04/2016 • 16:35
Uma operação da Agência de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged-MA) apreendeu em São Pedro dos Crentes, situada a 870 km de São Luís, medicamentos falsificados de uso veterinários e agrícolas.

Fabricação de produtos falsificados podem ser origem no Tocantins (Foto: Reprodução/TV Mirante)

A ação que tem como objetivo combater a venda ilícita de produtos e medicamentos de uso veterinário falsificados encontrou irregularidades como a falta de informações nos rótulos do produto certificados pelo Ministério da Agricultura e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo a Aged, os produtos falsificados apreendidos em revendas veterinárias podem estar sendo fabricados no estado do Tocantins e sendo distribuídos para várias cidades do interior do Maranhão.

Durante a fiscalização, um produto conhecido como “Liquido do Fazendeiro”, usado para tratamentos de doenças em aves, a data de fabricação estava vencida. A data do medicamento era de 1950.

Segundo Diego Amaral, Fiscal da Aged, produtos como o “Bico Doce” são os que mais são encontrados em ações de fiscalização do órgão. Eles são conhecidos por causar prejuízos ao homem e também ao meio ambiente.

“Produtos tanto da área animal quanto da área vegetal falsificado, e falo especificamente dos agrotóxicos é comum a gente encontrá-lo por aqui. Ninguém sabe de onde vem. É tudo falsificado, que é o famoso “Bico Doce” utilizado pra matar moscas, carrapatos, e muitos estão utilizando também, principalmente, em hortas. Então é um produto que ninguém sabe o que é o principio ativo, que traz muito riscos pra saúde humana e pro meio ambiente”, informou o fiscal.

Karlos Yuri Fernandes, outro fiscal da Aged, informa que o uso de produtos falsificados pode causar consequências sérias tanto para os animais quanto para a saúde humana. “É um produto que traz além de um malefício para a espécie alvo, que é de tratamento. Ninguém sabe as consequências que isso pode trazer ao consumo humano porque se a pessoa tiver algum contato com esses animais que foram medicados com isso ninguém sabe o efeito residual de um produto desses por desconhecer esse princípio ativo dele”, finalizou.

G1

Bandidos assaltam agência bancária em São Luís Gonzaga do Maranhão

29/04/2016 • 13:16
Bandidos assaltaram a agência do Banco do Brasil na madrugada desta sexta-feira (29) no município de São Luís Gonzaga do Maranhão, situado a 209 km de São Luís.

Bandidos abriraram o cofre do BB de São Luís Gonzaga do Maranhão com a ajuda de um maçarico (Foto: Sérgio Matias)

Segundo informações da polícia, os bandidos desligaram o alarme e o sistema de videomonitoramento. Logo após os criminosos, que ainda não foram identificados, cortaram o cofre com a ajuda de um maçarico e levaram toda a quantia que estava no banco. Eles fugiram sem deixar pistas.

A polícia da região já foi acionada e já está à procura dos criminosos. A gerência do banco ainda não informou qual foi o valor roubado no local.

Este ano, 21 agências bancárias foram assaltadas em todo o estado do Maranhão, sendo que esta foi a quarta vez que ocorreu durante o mês de abril.

Municípios atacados em 2016
Na lista de cidades atacadas neste ano estão: Alto Alegre do Pindaré, Igarapé Grande, Bacuri, Maracaçumé, Icatu, Grajaú, Alcântara, Paulo Ramos, Paraibano, Araguanã, Duque Bacelar, Tufilândia, Peri Mirim, Colinas, Nova Olinda do Maranhão e agora Santa Luzia do Tide.

A última ocorrência foi registrada na noite do dia 15 de abril no município de Mata Roma, a 280 km da capital. Na ocasião, cinco bandidos fortemente armados entraram na agência do Bradesco ainda no início do expediente, mas só anunciaram o assalto no fim da manhã.

G1

Maranhão terá Dia D de vacinação contra a gripe H1N1 neste sábado (30)

28/04/2016 • 18:39
A campanha de vacinação contra a gripe H1N1 terá início neste sábado (30) em todo o país com o Dia D de Mobilização Nacional. No Maranhão, a meta é imunizar 1,5 milhão de pessoas classificadas como prioritárias pelo maior risco de adquirirem complicações causadas pela doença. A campanha vai até o dia 20 de maio.

Campanha de vacinação vai até o dia 20 de maio (Foto: Divulgação/ Semus)

Nesta etapa da campanha serão vacinadas crianças a partir dos seis meses de vida até os cinco anos de idade, idosos, gestantes, trabalhadores da saúde, povos indígenas, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), população privada de liberdade (incluindo adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas) e funcionários do sistema prisional.

Também serão vacinadas pessoas portadoras de doenças crônicas não-transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais. A definição dos grupos prioritários segue a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS).

O Ministério da Saúde informou que a meta é vacinar 49,8 milhões de pessoas em todo o país. O Maranhão é o quarto estado nordestino que mais receberá a vacina, totalizando 1,6 milhões de doses.

A vacina trivalente distribuída pelo Governo Federal protegerá a população contra os subtipos da gripe A/H1N1, A/H3N2 e Influenza B, todos de acordo com as determinações da OMS para o ano de 2016.

A gripe H1N1 voltou a atrair a atenção da população após anos a epidemia que acometeu diversos países. Na região sudeste está concentrada a maior parte dos casos da doença. Em todo o país já foram notificadas 153 mortes causadas pelo vírus.

Segundo o Ministério da Saúde, a vacinação pode reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da Influenza.

São Luís
Na capital, serão cerca de 180 pontos de vacinação durante o Dia D de Mobilização Nacional contra a gripe distribuídos entre Postos de Saúde e postos volantes. O horário de atendimento será das 8h às 17h.  A meta em São Luís é vacinar 200 mil pessoas.

A Secretaria Municipal da Saúde informou que as pessoas enquadradas no público-alvo e que estiverem sem condições de se locomover aos postos de vacinação podem solicitar que um agente vá até a residência do acamado. Basta que alguém comunique ao posto de saúde mais próximo da residência do paciente e uma equipe será destacada para fazer a imunização em domicílio.

G1

Professores paralisam atividades e realizam ato de protesto em São Luís

28/04/2016 • 14:35
A  Cerca de 100 professores das redes municipais e estaduais paralisaram as suas atividades e realizaram na manhã desta quinta-feira (28), em frente ao Palácio dos Leões, sede da Prefeitura de São Luís, na capital, um ato de protesto com o intuito de reivindicar melhores condições de trabalho.

Educadores das redes estaduais e municipais se reuniram em frente ao Palácio dos Leões, sede da Prefeitura de São Luís (Foto: Danilo Quixaba/Mirante AM)

De acordo com Antonísio Furtado, que é educador e faz parte do “Movimento de Resistência de Professores”, o ato público visa pressionar o governo do Maranhão a fim de que o órgão realize o pagamento em dia nas redes estaduais e municipais de ensino, além do cumprimento da “Lei do Piso”, que segundo ele e a categoria está sendo negligenciada.

“São professores da rede estadual e rede municipal que decidiram nos dias 28 e 29, hoje e amanhã, portanto, lutarem juntos em função de que os ataques à educação, tanto no estado como no município são muito semelhantes. Os problemas são praticamente os mesmos. O descumprimento da “Lei do Piso”, as condições de trabalho pioram a cada dia, tanto na rede estadual como na municipal, atrasos de salários e aí a categoria resolveu vir fazer a cobrança pública tanto ao prefeito quanto ao governo do Estado em relação a essas questões”, explicou Antonísio.

Ainda conforme Antonísio Furtado, cerca de 90 escolas das redes estaduais e municipais em São Luís não realizaram atividades nas unidades de ensino. “A maioria das escolas da capital suspenderam as aulas. Tanto a rede estadual com a rede municipal. A gente avalia em torno de 80 a 90 por cento das duas redes estão paralisadas”, revelou.

O educador diz que nesta sexta-feira (29), no Sindicato dos Bancários, em São Luís, irá acontecer uma reunião com a categoria, onde serão discutidas estratégias caso não haja uma solução para os docentes. “Amanhã a gente vai reunir no Sindicato dos Bancários em um evento fechado e a gente vai tratar dessa questão do que fazer a partir de agora e traçar as nossas estratégias para definir as ações pro futuro”, finalizou.

G1

Carreta com 800 sacas de carvão vegetal é apreendida no Maranhão

27/04/2016 • 13:07
Uma carreta com 800 sacas de carvão vegetal foi apreendida nesta terça-feira (26), no Km 85 da BR-135, situado na região metropolitana de São Luís.

Material apreendido estava sendo transportado em uma carreta fechada (Foto: Divulgação/PRF-MA)

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o material que não possuía documento fiscal e nem documento de liberação ambiental foi encontrado no interior de uma carreta fechada, de placa GPN-3634, durante uma abordagem policial.

Ainda conforme os policiais, os donos da carga foram identificados como Eliseu de Oliveira e Délio Cardoso. Eles estavam se deslocando na via no sentido do interior do Maranhão para a capital.

Eliseu de Oliveira e Délio Cardoso, juntamente com o carvão vegetal apreendido, foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil do município de Itapecuru Mirim, a 108 Km de São Luís, onde responderão pelo o crime.

G1
  1. «
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. »
portal az - Informação de Verdade
Todos os direitos reservados © 2000 - 2016