1. Blogs
  2. Blog do JB
  3. Acusado de tráfico de drogas queima dinheiro e faz churrasco para comemorar liberdade
Publicidade

Acusado de tráfico de drogas queima dinheiro e faz churrasco para comemorar liberdade

Um vídeo que circula nas redes sociais tem causado revolta e provocado desmotivação de vários policiais militares da 2ª Companhia do 14º Batalhão. Quem aparece nas imagens queimando cédulas de R$ 100,00 e de R$ 50,00 e fazendo churrasco para comemorar a liberdade, é Huerley Borges Cavalcante que foi preso por volta das 22h do último sábado (18) em uma barreira montada por policiais militares no entroncamento da PI-222 que interliga as cidades de Santo Inácio do Piauí e Campinas do Piauí. Huerley transitava em uma motocicleta e estava na companhia de Francisco Leal.

Assista ao vídeo abaixo:

No vídeo Huerley diz um palavrão, debocha dos policiais, e diz que não queima cédula de R$ 200,00 porque não tem.

Segundo a Polícia Militar o vídeo foi gravado no Povoado Alto Formoso zona rural de Campinas do Piauí, provavelmente na casa do acusado.

Em poder do acusado a polícia encontrou 19 pinos e uma trouxa de substância análoga a cocaína. Os acusados foram conduzidos para a delegacia de Polícia Civil em Simplício Mendes e para surpresa dos militares os acusados ganharam a liberdade no dia seguinte (19) graças a uma ordem judicial. Na ordem judicial o juiz diz: Lendo com atenção os depoimentos colhidos não temos como aferir se o caso será, ao final, de tráfico ou uso, face á quantidade de droga apreendida e as demais circunstâncias do caso.

Decisão judicial

(Foto: Reprodução)

O acusado ganhou a liberdade provisória mediante as seguintes cautelar alternativa: Comparecer periódicamente em juízo, no prazo e nas condições fixadas pelo juiz, para informar e justificar suas atividades todo dia 10 de cada mês partindo do próximo mês de junho. 

A reportagem do Portal AZ teve acesso ao depoimento de Huerley Borges Cavalcante.

Veja documento

(Foto: Reprodução)

Perante o delegado Huerley Borges Cavalcante assumiu a bronca sozinho ou seja: disse que a droga era dele e que o amigo não sabia que ele (Huerley) estava portando drogas. Disse ainda que as vezes usa droga e que trouxe a droga de São Paulo.

Esclarecimento.

O outro vídeo onde a carne para o churrasco está sendo preparada não foi postado na matéria porque nas imagens aparece crianças.

Entenda o caso

Na noite do último sábado (18), os policiais militares Soldado Vasconcelos e Soldado Carvalho, lotados no Grupamento da Polícia Militar (GPM) da cidade de Campinas do Piauí, montaram uma barreira no entroncamento da PI-222 que interliga as cidades de Santo Inácio do Piauí e Campinas do Piauí.

(Foto: Reprodução)

Quando por volta das 22h, eles fizeram a abordagem aos nacionais identificados por Huerley Borges Cavalcante e Francisco Leal que transitavam em uma motocicleta. Em poder dos acusados, os militares encontraram 19 pinos e uma trouxa de substância análoga a cocaína, e mais a quantia de R$ 330 em espécie, segundo a polícia.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

De pronto foi dada voz de prisão aos indivíduos e, em seguida, eles foram conduzidos e entregues na Delegacia de Polícia Civil, em Simplício Mendes, para a lavratura do flagrante.

Um vídeo que circula nas redes sociais tem causado revolta e provocado desmotivação de vários policiais militares da 2ª Companhia do 14º Batalhão. Quem aparece nas imagens queimando cédulas de R$ 100,00 e de R$ 50,00 e fazendo churrasco para comemorar a liberdade, é Huerley Borges Cavalcante que foi preso por volta das 22h do último sábado (18) em uma barreira montada por policiais militares no entroncamento da PI-222 que interliga as cidades de Santo Inácio do Piauí e Campinas do Piauí. Huerley transitava em uma motocicleta e estava na companhia de Francisco Leal.

Assista ao vídeo abaixo:

No vídeo Huerley diz um palavrão, debocha dos policiais, e diz que não queima cédula de R$ 200,00 porque não tem.

Segundo a Polícia Militar o vídeo foi gravado no Povoado Alto Formoso zona rural de Campinas do Piauí, provavelmente na casa do acusado.

Em poder do acusado a polícia encontrou 19 pinos e uma trouxa de substância análoga a cocaína. Os acusados foram conduzidos para a delegacia de Polícia Civil em Simplício Mendes e para surpresa dos militares os acusados ganharam a liberdade no dia seguinte (19) graças a uma ordem judicial. Na ordem judicial o juiz diz: Lendo com atenção os depoimentos colhidos não temos como aferir se o caso será, ao final, de tráfico ou uso, face á quantidade de droga apreendida e as demais circunstâncias do caso.

Decisão judicial

(Foto: Reprodução)

O acusado ganhou a liberdade provisória mediante as seguintes cautelar alternativa: Comparecer periódicamente em juízo, no prazo e nas condições fixadas pelo juiz, para informar e justificar suas atividades todo dia 10 de cada mês partindo do próximo mês de junho. 

A reportagem do Portal AZ teve acesso ao depoimento de Huerley Borges Cavalcante.

Veja documento

(Foto: Reprodução)

Perante o delegado Huerley Borges Cavalcante assumiu a bronca sozinho ou seja: disse que a droga era dele e que o amigo não sabia que ele (Huerley) estava portando drogas. Disse ainda que as vezes usa droga e que trouxe a droga de São Paulo.

Esclarecimento.

O outro vídeo onde a carne para o churrasco está sendo preparada não foi postado na matéria porque nas imagens aparece crianças.

Entenda o caso

Na noite do último sábado (18), os policiais militares Soldado Vasconcelos e Soldado Carvalho, lotados no Grupamento da Polícia Militar (GPM) da cidade de Campinas do Piauí, montaram uma barreira no entroncamento da PI-222 que interliga as cidades de Santo Inácio do Piauí e Campinas do Piauí.

(Foto: Reprodução)

Quando por volta das 22h, eles fizeram a abordagem aos nacionais identificados por Huerley Borges Cavalcante e Francisco Leal que transitavam em uma motocicleta. Em poder dos acusados, os militares encontraram 19 pinos e uma trouxa de substância análoga a cocaína, e mais a quantia de R$ 330 em espécie, segundo a polícia.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

De pronto foi dada voz de prisão aos indivíduos e, em seguida, eles foram conduzidos e entregues na Delegacia de Polícia Civil, em Simplício Mendes, para a lavratura do flagrante.

Força Tática e Polícia Civil de Paulistana dão cumprimento a mandado de prisão Corpo da mãe do prefeito Drº Heli será sepultado em Simplício Mendes