1. Blogs
  2. Blog do JB
  3. Homem com transtornos mentais invade igreja e quebra imagens em Nova Santa Rita
Publicidade

Homem com transtornos mentais invade igreja e quebra imagens em Nova Santa Rita

Um homem com distúrbios mentais de iniciais A.B.M, 32 anos, invadiu no final da tarde desta quarta-feira (11) a igreja católica da cidade de Nova Santa Rita do Piauí e quebrou várias imagens dentro do templo religioso.

O fato deixou centenas de pessoas tristes e bastante preocupadas com a ação violenta do homem, visivelmente transtornado, que deixou um rastro de destruição dentro da igreja ao arrebentar a porta da frente.

 

O blogueiro e correspondente do Portal AZ conversou com o Padre Carlindo, pároco local, com o comandante do GPM, Cabo Clerton, e ainda com o prefeito Antônio Chico. 

Veja o que eles disseram sobre o assunto: 

“Há um mês, ele quebrou a porta da igreja, mas não chegou a entrar. No último domingo (08), por volta do meio-dia, ele foi até a igreja e fez várias ameaças, inclusive exigindo a quantia de R$ 300.000,00 e caso eu não desse o dinheiro, ele retornaria e quebraria tudo dentro da igreja como de fato aconteceu na tarde desta quarta-feira (11). Foram destruídas as imagens da padroeira de Santa Rita de Cássia, Imaculada Conceição, Nossa Senhora Aparecida e Sagrado Coração de Maria. Logo após o triste e lamentável fato, já no inicio da noite eu consegui registrar um Boletim de Ocorrência na delegacia de Polícia Civil em São João do Piauí. Vamos aguardar agora para ver quais são as providências que a justiça vai tomar neste caso. Este homem representa um perigo constante para todos os cidadãos, inclusive ele tem feito vários tipos de ameaças até contra a vida das pessoas”, concluiu o Padre Carlindo Ribeiro Filho.

“ Logo depois que destruiu as imagens na igreja, ele veio direto para o Grupamento da Polícia Militar (GPM) e começou a falar palavras sem nexo e dizendo pode me algemar. Então eu pedi que ele se sentasse e procurei acalmá-lo enquanto aguardava a chegada do reforço policial já que eu estava sozinho”, explicou o comandante do GPM, Cabo Clerton.  

Quando o reforço policial chegou ele já estava calmo então através da prefeitura foi providenciada uma ambulância e ele foi levado para o hospital em São João do Piauí.   “Esse homem representa um perigo para todos os moradores. Ele já chegou a ameaçar o prefeito. Vários alunos estão deixando de assistir aula com medo porque ele ameaçou matar 10 estudantes”, afirmou o Cabo Clerton comandante do Grupamento da Polícia Militar (GPM) da cidade de Nova Santa Rita do Piauí. 

“Tudo que a prefeitura municipal pode fazer para ajudar a família no tratamento desse homem está sendo feito. Atendimento médico aqui em nossa cidade e em Teresina também está sendo disponibilizado. É um caso muito delicado que merece acompanhamento constante e todo cuidado da família para que ele (o paciente) tome os remédios todos os dias. Eu fui ameaçado por ele, e inclusive ele ameaçou fazer algo tão violento que vai chamar a atenção de toda a imprensa. Esse homem não responde por seus atos. Para que ele seja internado, é necessário um laudo médico ou uma ordem judicial”, disse o prefeito Antônio Chico.

Existe um clima de muita tensão e preocupação na cidade por grande parte dos moradores por medo que o homem possa ter outra crise violenta e volta a atacar.

A reportagem do Portal AZ não conseguiu contato com algum membro da família do homem com transtornos mentais para que pudesse falar sobre o caso. Fica o espaço reservado caso alguém da família queira se manifestar.

Veja as fotos:

Um homem com distúrbios mentais de iniciais A.B.M, 32 anos, invadiu no final da tarde desta quarta-feira (11) a igreja católica da cidade de Nova Santa Rita do Piauí e quebrou várias imagens dentro do templo religioso.

O fato deixou centenas de pessoas tristes e bastante preocupadas com a ação violenta do homem, visivelmente transtornado, que deixou um rastro de destruição dentro da igreja ao arrebentar a porta da frente.

 

O blogueiro e correspondente do Portal AZ conversou com o Padre Carlindo, pároco local, com o comandante do GPM, Cabo Clerton, e ainda com o prefeito Antônio Chico. 

Veja o que eles disseram sobre o assunto: 

“Há um mês, ele quebrou a porta da igreja, mas não chegou a entrar. No último domingo (08), por volta do meio-dia, ele foi até a igreja e fez várias ameaças, inclusive exigindo a quantia de R$ 300.000,00 e caso eu não desse o dinheiro, ele retornaria e quebraria tudo dentro da igreja como de fato aconteceu na tarde desta quarta-feira (11). Foram destruídas as imagens da padroeira de Santa Rita de Cássia, Imaculada Conceição, Nossa Senhora Aparecida e Sagrado Coração de Maria. Logo após o triste e lamentável fato, já no inicio da noite eu consegui registrar um Boletim de Ocorrência na delegacia de Polícia Civil em São João do Piauí. Vamos aguardar agora para ver quais são as providências que a justiça vai tomar neste caso. Este homem representa um perigo constante para todos os cidadãos, inclusive ele tem feito vários tipos de ameaças até contra a vida das pessoas”, concluiu o Padre Carlindo Ribeiro Filho.

“ Logo depois que destruiu as imagens na igreja, ele veio direto para o Grupamento da Polícia Militar (GPM) e começou a falar palavras sem nexo e dizendo pode me algemar. Então eu pedi que ele se sentasse e procurei acalmá-lo enquanto aguardava a chegada do reforço policial já que eu estava sozinho”, explicou o comandante do GPM, Cabo Clerton.  

Quando o reforço policial chegou ele já estava calmo então através da prefeitura foi providenciada uma ambulância e ele foi levado para o hospital em São João do Piauí.   “Esse homem representa um perigo para todos os moradores. Ele já chegou a ameaçar o prefeito. Vários alunos estão deixando de assistir aula com medo porque ele ameaçou matar 10 estudantes”, afirmou o Cabo Clerton comandante do Grupamento da Polícia Militar (GPM) da cidade de Nova Santa Rita do Piauí. 

“Tudo que a prefeitura municipal pode fazer para ajudar a família no tratamento desse homem está sendo feito. Atendimento médico aqui em nossa cidade e em Teresina também está sendo disponibilizado. É um caso muito delicado que merece acompanhamento constante e todo cuidado da família para que ele (o paciente) tome os remédios todos os dias. Eu fui ameaçado por ele, e inclusive ele ameaçou fazer algo tão violento que vai chamar a atenção de toda a imprensa. Esse homem não responde por seus atos. Para que ele seja internado, é necessário um laudo médico ou uma ordem judicial”, disse o prefeito Antônio Chico.

Existe um clima de muita tensão e preocupação na cidade por grande parte dos moradores por medo que o homem possa ter outra crise violenta e volta a atacar.

A reportagem do Portal AZ não conseguiu contato com algum membro da família do homem com transtornos mentais para que pudesse falar sobre o caso. Fica o espaço reservado caso alguém da família queira se manifestar.

Veja as fotos:

Força Tática e Polícia Civil de Paulistana dão cumprimento a mandado de prisão Padre Geraldo Gereon convida fiéis para bênção do painel de Nossa Senhora