1. Blogs
  2. Blog do JB
  3. Acusado de atear fogo em viatura da Polícia Militar é preso no interior do Piauí
Publicidade

Acusado de atear fogo em viatura da Polícia Militar é preso no interior do Piauí

Duas equipes compostas por policiais lotados no Grupamento da Polícia Militar (GPM) da cidade de São Francisco do Piauí, com o apoio de investigadores da Polícia Civil de Oeiras, efetuaram a prisão de um homem identificado por Carlos Eduardo Gomes da Silva, acusado de atear fogo em uma viatura da Polícia Militar da cidade de São Francisco do Piauí no início da madrugada da última segunda-feira (26).

Os investigadores analisaram imagens de câmeras de monitoramento de um comércio que filmou a ação delituosa. Segundo a polícia, as imagens mostram o acusado usando uma camisa no rosto e um boné na cabeça para tentar dificultar sua identificação.

“Como ele (o acusado) é um velho conhecido da polícia foi fácil identifica-lo, pelo porte físico, como também pela forma de caminhar", explicou o subtenente Pontes.

O acusado estava em casa tranqüilo quando recebeu voz de prisão.

Eduardo de Celina, como é conhecido, tem várias passagens pela polícia acusado de roubo, furto, receptação, porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas, e estava em liberdade condicional afirma o subtenente Pontes comandante do GPM local.

Carlos Eduardo foi conduzido para a penitenciária na cidade de Oeiras onde vai permanecer à disposição da Justiça.

Duas equipes compostas por policiais lotados no Grupamento da Polícia Militar (GPM) da cidade de São Francisco do Piauí, com o apoio de investigadores da Polícia Civil de Oeiras, efetuaram a prisão de um homem identificado por Carlos Eduardo Gomes da Silva, acusado de atear fogo em uma viatura da Polícia Militar da cidade de São Francisco do Piauí no início da madrugada da última segunda-feira (26).

Os investigadores analisaram imagens de câmeras de monitoramento de um comércio que filmou a ação delituosa. Segundo a polícia, as imagens mostram o acusado usando uma camisa no rosto e um boné na cabeça para tentar dificultar sua identificação.

“Como ele (o acusado) é um velho conhecido da polícia foi fácil identifica-lo, pelo porte físico, como também pela forma de caminhar", explicou o subtenente Pontes.

O acusado estava em casa tranqüilo quando recebeu voz de prisão.

Eduardo de Celina, como é conhecido, tem várias passagens pela polícia acusado de roubo, furto, receptação, porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas, e estava em liberdade condicional afirma o subtenente Pontes comandante do GPM local.

Carlos Eduardo foi conduzido para a penitenciária na cidade de Oeiras onde vai permanecer à disposição da Justiça.

Fraternidade São Francisco de Assis entrega tratores para Associações de Produtores Rurais Homem ateia fogo em viatura da Polícia Militar no interior do Piauí