1. Blogs
  2. Atualidade Jurídica
  3. Rondonistas iniciam oficinas no Estado do Piauí - Justiça Itinerante vai estar em Nazária segunda(22)
Publicidade

Rondonistas iniciam oficinas no Estado do Piauí - Justiça Itinerante vai estar em Nazária segunda(22)


Os rondonistas foram recepcionados pelo 25° Batalhão de Caçadores, a Operação João de Barro do Projeto Rondon começou em 12 municípios do Estado do Piauí. Essa parceria entre o Ministério da Defesa, as Forças Armadas do Brasil, o Governo do Estado do Piauí e a Associação Piauiense de Municípios (APPM) resultou na convocação de 252 rondonistas de 25 Instituições de Ensino Superior (IES)

Objetivando o Projeto Rondon visa  contribuir com a formação cidadã do estudante universitário bem como Contribuir com o desenvolvimento sustentável de comunidades pouco assistidas
 
O Projeto divide os rondonistas em três equipes nomeadas de Conjunto A, B e C, sendo a primeira responsável pelas oficinas voltadas à Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação e Saúde, a segunda pelas oficinas de Comunicação, Meio Ambiente, Tecnologia e Produção e Trabalho e a terceira encarregada pela comunicação e produção de conteúdo.

O General Paulo Humberto Cesar de Oliveira, Secretário de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto do Ministério da Defesa, ressalta a importância do Projeto Rondon para o país. “Temos um governo muito sensível a esse tipo de programa, pois tem um viés de mudança na situação do país”. E lembra a força que o programa teve em seus primeiros anos. Para o General, o maior problema para aumentar o programa, hoje, não é captar o recurso, mas o uso deste. “A estratégia é ter mais recursos para poder ampliar o Projeto”. 


O Tenente Coronel Alexandre Scholtz, coordenador de comunicação do Rondon, relembra a força do Projeto entre os anos de 70 e 80. “No começo, tinham muitas Operações, muitas pessoas participavam, mas a divulgação não acontecia a nível nacional, a cobertura regional sempre foi muito boa”. Em 1989, o Projeto foi extinto no país, tendo retorno somente em 2005, ainda sem a existência de um padrão para a equipe de rondonistas responsáveis pela comunicação, segundo Scholtz. “Tinha uma sessão de comunicação e marketing, que fazia a divulgação do Projeto Rondon nas Operações, além do apoio da assessoria de comunicação e do Ministério da Defesa”. 

Mas foi recentemente, em 2015, que o Projeto sentiu necessidade de uma padronização do grupo de comunicação para as Operações. “Em julho de 2015, a primeira IES, ainda convidada, era formada por dois professores e oito alunos rondonistas. Em 2016, com o primeiro edital, ainda com mesmo formato. Mas em 2017, tivemos uma Operação com 16 municípios, então, as mídias sociais necessitavam de interação a todo momento e as atividades eram muito grandes, portanto, conseguimos o aumento para dois professores e 10 alunos”.

Justiça Itinerante vai estar em Nazária segunda(22) 

 
O município de Nazária, a 30 km de Teresina, vai receber de 22 a 26 de julho, os serviços da Justiça Itinerante. A equipe está na Praça Francisco Alves de Carvalho, no centro da cidade, de segunda a quinta de 8h às 17h e sexta de 8h às 12h.

Como em todas as jornadas, o projeto vai atuar no julgamento de ações em fase pré-processual, em que haja consenso entre partes. Dentre os serviços oferecidos estão agendamentos para Casamento Comunitário, Alistamento Militar, Divórcio Consensual, Pensão Alimentícia, Reconhecimento de Paternidade, Exame de DNA (Projeto Eu Tenho Pai), retificação de Registro de Nascimento e Casamento, Emissão de Carteira de Trabalho, Suprimento de Registro de Nascimento e de Óbito, Reconhecimento e Dissolução de União Estável, 1ª Via de RG para Crianças e Adolescentes com até 17 anos, além de orientações jurídicas. Os serviços são gratuitos.

São parceiros dessa Jornada a Secretaria de Segurança, o Instituto Nacional de Seguro Social, Defensoria Pública, Ministério Público, Centro de Referência em Assistência Social.

Os interessados em obter informações sobre a documentação necessária, ou tirar dúvidas, podem entrar em contato através dos números: 3230-7870/3230-7871 ou pelo e-mail [email protected]

Documentos necessários para habilitação de Casamento Civil

*Solteiro(a)

– RG e CPF autenticados, cópia comprovante de residência, certidão de nascimento (atualizada), comprovante de renda, duas testemunhas com RG e CPF autenticados.

*Divorciado(a)
-Certidão de casamento com divórcio averbado atualizada, petição inicial do divórcio, sentença do juiz, RG e CPF autenticados, cópia comprovante de residência, comprovante de renda, duas testemunhas com RG e CPF autenticados.

*Viúvo(a)

-Certidão de casamento atualizada, certidão de óbito do cônjuge falecido, inventário positivo ou negativo,  cópia comprovante de residência, comprovante de renda, duas testemunhas com RG e CPF autenticados.

Suprimento/Justificação de Registro Civil de Nascimento

-Batistério e duas testemunhas

-Retificação de Registro Civil de Nascimento, Casamento e Óbito

-Documento que necessite ser retificado/Documento que comprove o erro a ser corrigido

Suprimento/Justificação de Óbito

-Declaração de óbito do hospital ou declaração do cemitério do sepultamento 2 duas testemunhas;

Divórcio Consensual

-Certidão de casamento, certidão de nascimento dos filhos menores de idade e domentos de comprovação de imóveis

Reconhecimento de Paternidade

– Certidão de nascimento ou de casamento da mãe, RG da mãe e certidão de nascimento do menor

Homologação de acordo de pensão alimentícia

CPF e RG dos pais e certidão de nascimento dos filhos

Reconhecimento de união estável

RG e CPF do casal, Certidão de nascimento do casal, duas testemunhas e certidão de nascimento dos filhos menores

Dissolução de união estável

RG e CPF do casal, Certidão de nascimento do casal, duas testemunhas, certidão de nascimento dos filhos menores

Pensamento do dia


 

Fonte: Projeto Rondon - TJ-PI


Os rondonistas foram recepcionados pelo 25° Batalhão de Caçadores, a Operação João de Barro do Projeto Rondon começou em 12 municípios do Estado do Piauí. Essa parceria entre o Ministério da Defesa, as Forças Armadas do Brasil, o Governo do Estado do Piauí e a Associação Piauiense de Municípios (APPM) resultou na convocação de 252 rondonistas de 25 Instituições de Ensino Superior (IES)

Objetivando o Projeto Rondon visa  contribuir com a formação cidadã do estudante universitário bem como Contribuir com o desenvolvimento sustentável de comunidades pouco assistidas
 
O Projeto divide os rondonistas em três equipes nomeadas de Conjunto A, B e C, sendo a primeira responsável pelas oficinas voltadas à Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação e Saúde, a segunda pelas oficinas de Comunicação, Meio Ambiente, Tecnologia e Produção e Trabalho e a terceira encarregada pela comunicação e produção de conteúdo.

O General Paulo Humberto Cesar de Oliveira, Secretário de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto do Ministério da Defesa, ressalta a importância do Projeto Rondon para o país. “Temos um governo muito sensível a esse tipo de programa, pois tem um viés de mudança na situação do país”. E lembra a força que o programa teve em seus primeiros anos. Para o General, o maior problema para aumentar o programa, hoje, não é captar o recurso, mas o uso deste. “A estratégia é ter mais recursos para poder ampliar o Projeto”. 


O Tenente Coronel Alexandre Scholtz, coordenador de comunicação do Rondon, relembra a força do Projeto entre os anos de 70 e 80. “No começo, tinham muitas Operações, muitas pessoas participavam, mas a divulgação não acontecia a nível nacional, a cobertura regional sempre foi muito boa”. Em 1989, o Projeto foi extinto no país, tendo retorno somente em 2005, ainda sem a existência de um padrão para a equipe de rondonistas responsáveis pela comunicação, segundo Scholtz. “Tinha uma sessão de comunicação e marketing, que fazia a divulgação do Projeto Rondon nas Operações, além do apoio da assessoria de comunicação e do Ministério da Defesa”. 

Mas foi recentemente, em 2015, que o Projeto sentiu necessidade de uma padronização do grupo de comunicação para as Operações. “Em julho de 2015, a primeira IES, ainda convidada, era formada por dois professores e oito alunos rondonistas. Em 2016, com o primeiro edital, ainda com mesmo formato. Mas em 2017, tivemos uma Operação com 16 municípios, então, as mídias sociais necessitavam de interação a todo momento e as atividades eram muito grandes, portanto, conseguimos o aumento para dois professores e 10 alunos”.

Justiça Itinerante vai estar em Nazária segunda(22) 

 
O município de Nazária, a 30 km de Teresina, vai receber de 22 a 26 de julho, os serviços da Justiça Itinerante. A equipe está na Praça Francisco Alves de Carvalho, no centro da cidade, de segunda a quinta de 8h às 17h e sexta de 8h às 12h.

Como em todas as jornadas, o projeto vai atuar no julgamento de ações em fase pré-processual, em que haja consenso entre partes. Dentre os serviços oferecidos estão agendamentos para Casamento Comunitário, Alistamento Militar, Divórcio Consensual, Pensão Alimentícia, Reconhecimento de Paternidade, Exame de DNA (Projeto Eu Tenho Pai), retificação de Registro de Nascimento e Casamento, Emissão de Carteira de Trabalho, Suprimento de Registro de Nascimento e de Óbito, Reconhecimento e Dissolução de União Estável, 1ª Via de RG para Crianças e Adolescentes com até 17 anos, além de orientações jurídicas. Os serviços são gratuitos.

São parceiros dessa Jornada a Secretaria de Segurança, o Instituto Nacional de Seguro Social, Defensoria Pública, Ministério Público, Centro de Referência em Assistência Social.

Os interessados em obter informações sobre a documentação necessária, ou tirar dúvidas, podem entrar em contato através dos números: 3230-7870/3230-7871 ou pelo e-mail [email protected]

Documentos necessários para habilitação de Casamento Civil

*Solteiro(a)

– RG e CPF autenticados, cópia comprovante de residência, certidão de nascimento (atualizada), comprovante de renda, duas testemunhas com RG e CPF autenticados.

*Divorciado(a)
-Certidão de casamento com divórcio averbado atualizada, petição inicial do divórcio, sentença do juiz, RG e CPF autenticados, cópia comprovante de residência, comprovante de renda, duas testemunhas com RG e CPF autenticados.

*Viúvo(a)

-Certidão de casamento atualizada, certidão de óbito do cônjuge falecido, inventário positivo ou negativo,  cópia comprovante de residência, comprovante de renda, duas testemunhas com RG e CPF autenticados.

Suprimento/Justificação de Registro Civil de Nascimento

-Batistério e duas testemunhas

-Retificação de Registro Civil de Nascimento, Casamento e Óbito

-Documento que necessite ser retificado/Documento que comprove o erro a ser corrigido

Suprimento/Justificação de Óbito

-Declaração de óbito do hospital ou declaração do cemitério do sepultamento 2 duas testemunhas;

Divórcio Consensual

-Certidão de casamento, certidão de nascimento dos filhos menores de idade e domentos de comprovação de imóveis

Reconhecimento de Paternidade

– Certidão de nascimento ou de casamento da mãe, RG da mãe e certidão de nascimento do menor

Homologação de acordo de pensão alimentícia

CPF e RG dos pais e certidão de nascimento dos filhos

Reconhecimento de união estável

RG e CPF do casal, Certidão de nascimento do casal, duas testemunhas e certidão de nascimento dos filhos menores

Dissolução de união estável

RG e CPF do casal, Certidão de nascimento do casal, duas testemunhas, certidão de nascimento dos filhos menores

Pensamento do dia


 

Fonte: Projeto Rondon - TJ-PI

Prefeitura de Teresina antecipação 13º salário dos servidores; Caixa paga hoje 13º do Bolsa Família Maria da Penha agora Cidadã Piauiense - Caminhão itinerante da Serasa na Praça Pedro II