1. Blogs
  2. Mãe de primeira
  3. Coisas que nunca deve se dizer a uma mãe. Seleção de frases mais irritantes
Publicidade

Coisas que nunca deve se dizer a uma mãe. Seleção de frases mais irritantes

Quando a gente engravida muita coisa acontece de transformação na nossa vida e essa mudança vêm cheias de “palpiteiros”. Eu posso listar para vocês inúmeras frases que eu ouvir e que foram chatas, desagradáveis (ainda mais para quem estava com pouca paciência na gestação).

Mas essas colocações não param por aí, após o nascimento do bebê vem mais uma enxurrada de palpites que podem enlouquecer uma mãe. Então vamos as perguntas e respostas.

A cara do Igor Fernando preocupado com vocês (Foto: Arquivo Pessoal)

A primeira graça é: “Foi um acidente?”. Foi amor, defitinitvamente acidente! Eu estava pulando na cama elastica e cai em cima do pai dele e engravidei sem querer (kkk). Cuidado, nunca se sabe quando um acidente desses pode acontecer, porque é muita pirocada plantada no chão atualmente. Gente, eu planejava ser mãe, mas realmente foi antes do previsto, não considero acidente, pois quando se tem relação sexual pode sim acontecer!

Outra clássica é: “Não tem TV em casa, não?” hahahaha... tenho, mas que tal fazer algo diferente da TV... (abafa!)

Ouvir muito essa: “E o pai, está feliz?” Claro né gente! Um filho é uma dadiva! Porque ele ficaria triste?

“Essa barriga tá tão pequena... Certeza que tem um nenê aí?”... inúmeras vezes me falaram da barriga pequena, que o bebê não crescia, que era pequeno a minha resposta era: os exames estão todos normais!

Aí o Igor Fernando nasceu... E vem mais pérolas...

"Não pode ficar pegando no colo, o bebê vai ficar mimado!" Gente, porque não dá colo? É tão gostoso ficar coladinha nele, sentir o cheirinho. E detalhe, eles crescem rápido!

“Só um filho? Quem tem um não tem nenhum". Acabei de ter um bebê e já me cobram outro!

“Tu vai ter Cesária?”. Ele tinha que sair de alguma forma né? E a que escolhi não me faz menos mãe. Então, vamos para a próxima frase...

“Ele dorme na cama com você?” Quando necessário sim! Não vejo problema algum nisso. Amo dormir com meu filho!

“Teu leite não esta sendo suficiente, dá mamadeira!”. Juro que essa tem me tirado o juízo. Ele toma mamadeira no horário que trabalho, mas claro que meu leite é suficiente! Alimenta e protege. Apesar de sentir que ele está começando a não querer mais peito durante o dia.

“Ele ainda não faz "isso"? Ah, pois o meu faz! (sentar, por exemplo). Parabéns para você e seu bebe, mas na minha visão cada criança tem um tempo, então não abrigo meu filho a ser um super!

“O filho de fulano nasceu na mesma época é maior e mais pesado que o seu”. Bom pra fulano! O meu no peso que está mata minha coluna. Imagina se fosse mais pesado! Ele não está abaixo da média, então...

Essa é a seleção de frases que escuto sempre! Mas tenho certeza que você, que já é mãe,  também ouviu! 

Próxima postagem quer falar com vocês sobre a introdução alimentar. É caras amigas, meu pequeno já vai iniciar nessa aventura dos sabores.
 

Quando a gente engravida muita coisa acontece de transformação na nossa vida e essa mudança vêm cheias de “palpiteiros”. Eu posso listar para vocês inúmeras frases que eu ouvir e que foram chatas, desagradáveis (ainda mais para quem estava com pouca paciência na gestação).

Mas essas colocações não param por aí, após o nascimento do bebê vem mais uma enxurrada de palpites que podem enlouquecer uma mãe. Então vamos as perguntas e respostas.

A cara do Igor Fernando preocupado com vocês (Foto: Arquivo Pessoal)

A primeira graça é: “Foi um acidente?”. Foi amor, defitinitvamente acidente! Eu estava pulando na cama elastica e cai em cima do pai dele e engravidei sem querer (kkk). Cuidado, nunca se sabe quando um acidente desses pode acontecer, porque é muita pirocada plantada no chão atualmente. Gente, eu planejava ser mãe, mas realmente foi antes do previsto, não considero acidente, pois quando se tem relação sexual pode sim acontecer!

Outra clássica é: “Não tem TV em casa, não?” hahahaha... tenho, mas que tal fazer algo diferente da TV... (abafa!)

Ouvir muito essa: “E o pai, está feliz?” Claro né gente! Um filho é uma dadiva! Porque ele ficaria triste?

“Essa barriga tá tão pequena... Certeza que tem um nenê aí?”... inúmeras vezes me falaram da barriga pequena, que o bebê não crescia, que era pequeno a minha resposta era: os exames estão todos normais!

Aí o Igor Fernando nasceu... E vem mais pérolas...

"Não pode ficar pegando no colo, o bebê vai ficar mimado!" Gente, porque não dá colo? É tão gostoso ficar coladinha nele, sentir o cheirinho. E detalhe, eles crescem rápido!

“Só um filho? Quem tem um não tem nenhum". Acabei de ter um bebê e já me cobram outro!

“Tu vai ter Cesária?”. Ele tinha que sair de alguma forma né? E a que escolhi não me faz menos mãe. Então, vamos para a próxima frase...

“Ele dorme na cama com você?” Quando necessário sim! Não vejo problema algum nisso. Amo dormir com meu filho!

“Teu leite não esta sendo suficiente, dá mamadeira!”. Juro que essa tem me tirado o juízo. Ele toma mamadeira no horário que trabalho, mas claro que meu leite é suficiente! Alimenta e protege. Apesar de sentir que ele está começando a não querer mais peito durante o dia.

“Ele ainda não faz "isso"? Ah, pois o meu faz! (sentar, por exemplo). Parabéns para você e seu bebe, mas na minha visão cada criança tem um tempo, então não abrigo meu filho a ser um super!

“O filho de fulano nasceu na mesma época é maior e mais pesado que o seu”. Bom pra fulano! O meu no peso que está mata minha coluna. Imagina se fosse mais pesado! Ele não está abaixo da média, então...

Essa é a seleção de frases que escuto sempre! Mas tenho certeza que você, que já é mãe,  também ouviu! 

Próxima postagem quer falar com vocês sobre a introdução alimentar. É caras amigas, meu pequeno já vai iniciar nessa aventura dos sabores.
 

Minha experiência com a vacinação na rede particular O que esperar dos saltos de desenvolvimento dos quatro meses do bebê