1. Blogs
  2. Opinião
  3. Lula: estrela do mundo
Publicidade

Lula: estrela do mundo

Os conspiradores calcularam mal as consequências do golpe parlamentar-constitucional-judicial instaurado no Brasil em 31 de agosto de 2016. Eles achavam que, através do lawfare, ou seja, do uso desbragado das instituições nacionais contra o Partido dos Trabalhadores, aniquilariam para sempre a vida do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. E nessa cruzada diabólica julgou, condenou e prendeu o líder petista. Só que, agora, o feitiço virou sobre o feiticeiro. E, assim, Lula, como preso político, foi elevado, mesmo na carceragem, como verdadeiro estadista planetário. Estadista na acepção latu sensu do termo, pois significa que ele teve a capacidade de destacar o Brasil no concerto das nações mundiais e que foi governante que melhorou substancialmente as condições de vida dos seus governados e que também o mundo deposita nele a esperança de tirar o País da profunda crise econômica e do caos político em que se encontra mergulhado. Dito isso, quando os golpistas achavam que ele padeceria tão somente do isolamento da prisão, pelo contrário, recebe apoio maciçamente da comunidade internacional de incomparável estadista do Brasil e exemplo a ser seguido na política universal. Apenas para lembrar, já recebeu, em Curitiba, a visita de cinco ex-presidentes da República, e, por último, foi visitado pelo ex-presidente argentino Eduardo Duhalde, que também lamentou a hedionda injustiça por ele sofrida, como ser humano, cidadão e político inocente. Os arrivistas do poder na América do Sul não conseguem enxergar um palmo diante do nariz e por isso os golpistas não sabiam que Lula seria eternamente uma estrela candente. Para concluir, não há como negar que são pobres de espírito e infiéis despreparados!
 

Os conspiradores calcularam mal as consequências do golpe parlamentar-constitucional-judicial instaurado no Brasil em 31 de agosto de 2016. Eles achavam que, através do lawfare, ou seja, do uso desbragado das instituições nacionais contra o Partido dos Trabalhadores, aniquilariam para sempre a vida do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. E nessa cruzada diabólica julgou, condenou e prendeu o líder petista. Só que, agora, o feitiço virou sobre o feiticeiro. E, assim, Lula, como preso político, foi elevado, mesmo na carceragem, como verdadeiro estadista planetário. Estadista na acepção latu sensu do termo, pois significa que ele teve a capacidade de destacar o Brasil no concerto das nações mundiais e que foi governante que melhorou substancialmente as condições de vida dos seus governados e que também o mundo deposita nele a esperança de tirar o País da profunda crise econômica e do caos político em que se encontra mergulhado. Dito isso, quando os golpistas achavam que ele padeceria tão somente do isolamento da prisão, pelo contrário, recebe apoio maciçamente da comunidade internacional de incomparável estadista do Brasil e exemplo a ser seguido na política universal. Apenas para lembrar, já recebeu, em Curitiba, a visita de cinco ex-presidentes da República, e, por último, foi visitado pelo ex-presidente argentino Eduardo Duhalde, que também lamentou a hedionda injustiça por ele sofrida, como ser humano, cidadão e político inocente. Os arrivistas do poder na América do Sul não conseguem enxergar um palmo diante do nariz e por isso os golpistas não sabiam que Lula seria eternamente uma estrela candente. Para concluir, não há como negar que são pobres de espírito e infiéis despreparados!
 

Algo estranho está acontecendo? Duzentos dias de respeito ao cidadão honesto!