1. Blogs
  2. Opinião
  3. E quando dezembro chegar?
Publicidade

E quando dezembro chegar?

Parece nome de música; mas é a realidade. Tudo começa a fazer sentido e aos poucos se acomodando. E quem lastima? Quem cada vez mais perde espaço e ver seu nincho de interesses cessarem. Eis a realidade de todo e qualquer Bom Governo. Daqui a pouco dias será o anúncio de mais empresas estatais a serem privatizadas. E quem ganha com isso? O erário público. O enxugamento da máquina deve persistir. E quando dezembro chegar?  Restarão alguns poucos “gatos pingados” ao lado do velho regime!

Segundo o site G1 a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos estão na lista das 17 estatais que serão privatizadas ainda este ano. Nas justificativas que constam de estudo para privatizar os Correios, o Ministério da Economia aponta corrupção, interferências políticas na gestão da empresa, ineficiência, greves constantes e perda de mercado para empresas privadas na entrega de mercadorias vendidas pela internet, o e-commerce. Como exemplos de ineficiência, o estudo aponta o “elevado índice de extravio” e morosidade no ressarcimento dos produtos extraviados. Nos estudos para a venda da Estatal, o Ministério da Economia aponta o rombo de 11 bilhões no fundo de pensão dos funcionários, o Postalis. Além disso, o Postal Saúde, o plano que atende aos funcionários, tem um rombo de 3,9 bilhões. O estudo diz que os Correios são uma “vaca indo para o brejo”, envolvendo risco fiscal de 21 bilhões. Ainda assim aparecerão pessoas contra esta privatização?

E quando dezembro chegar? O rombo geral das contas públicas será realmente menor. O país ainda vai ter alguns solavancos até novembro? E quando dezembro chegar? Os números pragmáticos falarão mais alto do que o mero desejo ideológico de alguns! A República Federativa do Brasil é uma nação rica; bastavam apenas bons gerentes. Ninguém não agüentava mais não ver o retorno justo de seus impostos devidamente pagos. E quem geralmente sempre enricou e onde enricou? O Estado sempre subsidiou muito? A caixa preta do BNDES mostrou e ainda vai mostrar muito mais? Qual a real necessidade do Estado? Cuidar de Educação, Saúde, Moradia, Geração de Emprego e Renda, Segurança Pública de Qualidade. Os entraves para quem realmente produz estão sendo retirados?

Devem continuar sendo retirados. Quem produz e gera emprego e renda precisa ser realmente valorizado. E continuará sendo? Não se trata de ser bolsonarista; a urgência é de realmente um país melhor. E quem continua reclamando? Os emotivos, todo e qualquer tipo que não “consegue ver um palmo além do seu próprio umbigo”. E quando Dezembro chegar? A nação pela primeira vez em sua história não apresentará aumento de gastos em suas contas públicas? E quando Dezembro chegar muitos se arrependerão de terem profetizado algo nefasto e desastroso? A grande maioria está do lado de uma pátria organizada! E quando Dezembro chegar? Os resquícios da desordem cessarão!

Mais já! Quando dezembro chegar significa dezembro de 2019, 2020, 2021 e 2022. Que país liberal na economia e conservador no costumes não se desenvolveu plenamente? O lema dividir pra governar não vai reinar e se estabelecer. É da natureza do mundo e particularmente do BRASIL gostar da vida organizada, crescente e segura. Quem não gosta de ver o futuro não mais no horizonte, mas acontecendo? DEZEMBRO vai SIM chegar!

Parece nome de música; mas é a realidade. Tudo começa a fazer sentido e aos poucos se acomodando. E quem lastima? Quem cada vez mais perde espaço e ver seu nincho de interesses cessarem. Eis a realidade de todo e qualquer Bom Governo. Daqui a pouco dias será o anúncio de mais empresas estatais a serem privatizadas. E quem ganha com isso? O erário público. O enxugamento da máquina deve persistir. E quando dezembro chegar?  Restarão alguns poucos “gatos pingados” ao lado do velho regime!

Segundo o site G1 a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos estão na lista das 17 estatais que serão privatizadas ainda este ano. Nas justificativas que constam de estudo para privatizar os Correios, o Ministério da Economia aponta corrupção, interferências políticas na gestão da empresa, ineficiência, greves constantes e perda de mercado para empresas privadas na entrega de mercadorias vendidas pela internet, o e-commerce. Como exemplos de ineficiência, o estudo aponta o “elevado índice de extravio” e morosidade no ressarcimento dos produtos extraviados. Nos estudos para a venda da Estatal, o Ministério da Economia aponta o rombo de 11 bilhões no fundo de pensão dos funcionários, o Postalis. Além disso, o Postal Saúde, o plano que atende aos funcionários, tem um rombo de 3,9 bilhões. O estudo diz que os Correios são uma “vaca indo para o brejo”, envolvendo risco fiscal de 21 bilhões. Ainda assim aparecerão pessoas contra esta privatização?

E quando dezembro chegar? O rombo geral das contas públicas será realmente menor. O país ainda vai ter alguns solavancos até novembro? E quando dezembro chegar? Os números pragmáticos falarão mais alto do que o mero desejo ideológico de alguns! A República Federativa do Brasil é uma nação rica; bastavam apenas bons gerentes. Ninguém não agüentava mais não ver o retorno justo de seus impostos devidamente pagos. E quem geralmente sempre enricou e onde enricou? O Estado sempre subsidiou muito? A caixa preta do BNDES mostrou e ainda vai mostrar muito mais? Qual a real necessidade do Estado? Cuidar de Educação, Saúde, Moradia, Geração de Emprego e Renda, Segurança Pública de Qualidade. Os entraves para quem realmente produz estão sendo retirados?

Devem continuar sendo retirados. Quem produz e gera emprego e renda precisa ser realmente valorizado. E continuará sendo? Não se trata de ser bolsonarista; a urgência é de realmente um país melhor. E quem continua reclamando? Os emotivos, todo e qualquer tipo que não “consegue ver um palmo além do seu próprio umbigo”. E quando Dezembro chegar? A nação pela primeira vez em sua história não apresentará aumento de gastos em suas contas públicas? E quando Dezembro chegar muitos se arrependerão de terem profetizado algo nefasto e desastroso? A grande maioria está do lado de uma pátria organizada! E quando Dezembro chegar? Os resquícios da desordem cessarão!

Mais já! Quando dezembro chegar significa dezembro de 2019, 2020, 2021 e 2022. Que país liberal na economia e conservador no costumes não se desenvolveu plenamente? O lema dividir pra governar não vai reinar e se estabelecer. É da natureza do mundo e particularmente do BRASIL gostar da vida organizada, crescente e segura. Quem não gosta de ver o futuro não mais no horizonte, mas acontecendo? DEZEMBRO vai SIM chegar!

Estava tudo muito calmo e tranquilo? Voando com céu de brigadeiro?