1. Blogs
  2. Murilo Noleto
  3. Disciplina indispensável
Publicidade

Disciplina indispensável

O momento é mais do que oportuno e premente, para que a sociedade brasileira, decida sobre a urgência de introduzir-se na rede pública e privada de ensino de todo o país, a disciplina mais importante-logicamente depois de Português e Matemática-  que ensinasse a todos, a origem dos recursos públicos. 

A criança, desde a sua mais tenra infância, aprenderia que dinheiro não dá em árvore e nem cai do Céu. 

Quando um governador como o Wellington Dias, nessa sua pretensão de contrair um empréstimo de 1 bilhão de dólares, sem que se saiba onde essa fábula de dinheiro será empregado,  a população teria que ter consciência de que, esse débito é ela que vai pagar, desembolsando através da cobrança dos maiores percentuais de ICMS, incidentes sobre os combustíveis, energia elétrica e os serviços de telefonia do Brasil, esse empréstimo e tantos outros feitos em seu nome. 

Essa seria a única maneira, de elevarmos a consciência política de uma nação, melhorando consequentemente a qualidade dos seus representantes nos parlamentos e nos executivos de todo o país, do contrário, é o que estamos a presenciar, a cruel reprodução desse verdadeiro círculo de horror, uma bola de neve, a infelicitar a todos, independente da classe social a que pertençam. 

É isso.

O momento é mais do que oportuno e premente, para que a sociedade brasileira, decida sobre a urgência de introduzir-se na rede pública e privada de ensino de todo o país, a disciplina mais importante-logicamente depois de Português e Matemática-  que ensinasse a todos, a origem dos recursos públicos. 

A criança, desde a sua mais tenra infância, aprenderia que dinheiro não dá em árvore e nem cai do Céu. 

Quando um governador como o Wellington Dias, nessa sua pretensão de contrair um empréstimo de 1 bilhão de dólares, sem que se saiba onde essa fábula de dinheiro será empregado,  a população teria que ter consciência de que, esse débito é ela que vai pagar, desembolsando através da cobrança dos maiores percentuais de ICMS, incidentes sobre os combustíveis, energia elétrica e os serviços de telefonia do Brasil, esse empréstimo e tantos outros feitos em seu nome. 

Essa seria a única maneira, de elevarmos a consciência política de uma nação, melhorando consequentemente a qualidade dos seus representantes nos parlamentos e nos executivos de todo o país, do contrário, é o que estamos a presenciar, a cruel reprodução desse verdadeiro círculo de horror, uma bola de neve, a infelicitar a todos, independente da classe social a que pertençam. 

É isso.

Até helicóptero pode ser comprado com dinheiro do Fundo eleitoral Para que tanto dinheiro?