1. Blogs
  2. Murilo Noleto
  3. Até helicóptero pode ser comprado com dinheiro do Fundo eleitoral
Publicidade

Até helicóptero pode ser comprado com dinheiro do Fundo eleitoral

Parece até Fake, mas não é. Os senhores deputados federais, aprovaram na última quarta-feira (18) novas regras para utilização dos recursos do Fundo Eleitoral, estabelecendo de forma expressa que, a partir do próximo ano, os partidos políticos podem adquirir mansões, helicópteros, aviões e carros de luxo.

A priori, essa pouca vergonha pode causar algum tipo de indignação junto aos pagadores de impostos, mas é por demais oportuno lembrar que,essa bandalheira com o dinheiro da população, não é nenhuma novidade.

Em 2017 o Ministério Público Federal, conseguiu a quebra do sigilo bancário do Pros( Partido Republicano da Ordem Social) constatando o uso do fundo eleitoral pelo PROS na compra de um helicóptero ( R$ 2,4 milhões) um avião bimotor(R$ 400mil) e uma série de imóveis dentre eles uma mansão no Lago Sul em Brasília pela bagatela de R$ 4,5 milhões.

“ À época, o vice-procurador Geral da República Nicolao Dino, ao denunciar a patranha, anotou.

“ Por se tratar de natureza pública, os recursos do Fundo Partidário devem ser aplicado em estrita consonância com os postulados balizadores da atividade pública, entre os quais ressaem a economicidade, a moralidade a finalidade e a probidade.”

Agora, se atentarmos para a realidade em que o país se encontra, com as contas públicas na lona, um exército de desempregados passando da casa dos treze milhões , tendo ainda , um quarto da população vivendo abaixo da linha da pobreza, uma lei que possibilita essas imoralidades, merece o repúdio de todos os pagadores de impostos, isto é, de toda a população brasileira.

É isso.

P S: Com informações do Jornal Folha de São Paulo , edição de 20/09/2019

Parece até Fake, mas não é. Os senhores deputados federais, aprovaram na última quarta-feira (18) novas regras para utilização dos recursos do Fundo Eleitoral, estabelecendo de forma expressa que, a partir do próximo ano, os partidos políticos podem adquirir mansões, helicópteros, aviões e carros de luxo.

A priori, essa pouca vergonha pode causar algum tipo de indignação junto aos pagadores de impostos, mas é por demais oportuno lembrar que,essa bandalheira com o dinheiro da população, não é nenhuma novidade.

Em 2017 o Ministério Público Federal, conseguiu a quebra do sigilo bancário do Pros( Partido Republicano da Ordem Social) constatando o uso do fundo eleitoral pelo PROS na compra de um helicóptero ( R$ 2,4 milhões) um avião bimotor(R$ 400mil) e uma série de imóveis dentre eles uma mansão no Lago Sul em Brasília pela bagatela de R$ 4,5 milhões.

“ À época, o vice-procurador Geral da República Nicolao Dino, ao denunciar a patranha, anotou.

“ Por se tratar de natureza pública, os recursos do Fundo Partidário devem ser aplicado em estrita consonância com os postulados balizadores da atividade pública, entre os quais ressaem a economicidade, a moralidade a finalidade e a probidade.”

Agora, se atentarmos para a realidade em que o país se encontra, com as contas públicas na lona, um exército de desempregados passando da casa dos treze milhões , tendo ainda , um quarto da população vivendo abaixo da linha da pobreza, uma lei que possibilita essas imoralidades, merece o repúdio de todos os pagadores de impostos, isto é, de toda a população brasileira.

É isso.

P S: Com informações do Jornal Folha de São Paulo , edição de 20/09/2019

Legisla e absolve Os proscritos