Caso sério.

Caso sério.

"Todo dia é o mesmo dia
A vida é tão tacanha
Nada novo sob o sol

Nessa terra a dor é grande
A ambição pequena
Carnaval e futebol
Quem não finge
Quem não mente
Quem mais goza e pena
É que serve de farol..."
(CaetanoVeloso)

Na semana passada,  recebi alguns e-mails , ou seja, fontes seguras e preocupadas, informando a total “insegurança” nas escolas municipais de Teresina.
Informaram, pra esta ansiosa blogueira, que por exemplo, nas escolas situadas nas regiões rurais, professores estão à deriva, pois não há vigilantes nas escolas. Ademais, alunos mais humildes, estão abandonando escolas, com medo da violência.

E mais, professores, alguns, estão em “estado de nervos”.

"Dispensaram" os vigilantes,no estado de sítio em que vivemos? 

Oh! My God!

Os "Teachers", segundo informações, estão desenvolvendo verdadeiro “Estado de Pânico” e apelando pra os vulgos “tarja preta” pra lidar com esse modo de fazer educação da Prefeitura Municipal.

CRASH!PUNK!

Mas é claro, esta ansiosa blogueira, questionou o por quê não relatar para o Secretário de Educação. A resposta de alguns professores foi enfática : PORQUE NÃO!

Então, a ansiosa blogueira calou-se e encabulou-se!

Prá não esquecer , é importante gritar:

"A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho" CF/88.