1. Editorias
  2. Geral
  3. Por causa da pandemia, boate Moon antecipa encerramento das atividades em Teresina
Publicidade

Por causa da pandemia, boate Moon antecipa encerramento das atividades em Teresina

Estabelecimento estava proibido pela justiça de realizar eventos no carnaval

A boate Moon, uma das mais conhecidas da capital, anunciou nesta quinta-feira (21) que está encerrando, em definitivo, suas atividades em Teresina. O estabelecimento já fecharia em fevereiro, mas a direção antecipou a decisão em decorrência do atual cenário da pandemia no estado e do crescente número de casos e óbitos por covid-19 em todo o país. 

Por causa da pandemia, boate Moon antecipa encerramento das atividades em Teresina (Foto: divulgação)

O estabelecimento foi um dos alvos da ação civil do Ministério Público do Piauí que pediu a suspensão das festividades do carnaval na boate e em outras casas de shows. Nesta semana, o juiz Aderson Antônio Brito Nogueira, da 1ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública de Teresina, acatou o pedido do MP e suspendeu os eventos sob pena de multa de R$ 50 mil.

Ao Portal AZ, Tonny Kerley, um dos sócios da Moon, afirmou que o fechamento da boate provocará a demissão de dezenas de funcionários que dependem da realização de eventos para sobreviver. O empresário revelou que havia um desejo em abrir uma nova casa de show na capital, com outro perfil, mas a ideia foi adiada em razão do atual cenário. 

“Não há novos decretos do Governo do Estado sobre o fechamento de estabelecimentos. Estávamos seguindo o antigo que determinava que poderíamos realizar eventos com até 100 pessoas, mas infelizmente a conta não fecha só com 100 clientes e alguns estabelecimentos estavam colocando mais pessoas. Isso é só um parâmetro. Em apenas um final de semana, 60 famílias são beneficiadas por eventos que realizamos. Quem vai sustentar esses trabalhadores? É um prejuízo que só está caindo para o setor de eventos”, desabafou.  

Tonny Kerley ressaltou que nos últimos dias houve uma intensa fiscalização da Vigilância Sanitária, Polícia Militar e Guarda Municipal na boate e em outras casas de shows que foram citadas na ação civil do Ministério Público. Para ele, o aumento de casos da covid-19 ocorreu depois das campanhas políticas e da festas de fim de ano. 

“O que sabemos é que houve muita desinformação sobre o setor de eventos. Não somos os responsáveis pelo aumento de casos e óbitos. Isso ocorreu depois das campanhas políticas com inúmeras aglomerações e das festas de fim de ano. Não adianta fechar as casas de eventos se bares e shoppings continuam funcionando e com aglomerações. O setor de eventos não provocou aumento no número de casos, isso é fato. Se fechasse todos, aí poderíamos ver como a pandemia ia agir. Se fechar somente na Moon, as pessoas irão procurar outros estabelecimentos, vão viajar, ou seja, a aglomeração vai acontecer. Garanto, o setor não é responsável por essa situação de hoje”, relatou. 

Veja abaixo o comunicado da Moon nas redes sociais:

Comunicado divulgado pela Moon nas redes sociais (Foto: reprodução)

Entenda o caso

O juiz Aderson Antônio Brito Nogueira, da 1ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública de Teresina, acatou o pedido do Ministério Público e determinou a suspensão de prévias carnavalescas em cinco casas de shows e um restaurante em Teresina. Em caso de descumprimento da decisão, os proprietários poderão pagar multa de até R$ 50 mil. 

Juiz acata pedido do MP e suspende prévias carnavalescas em casas de shows de Teresina (Foto: Victoria Cardoso/Portal AZ)

Conforme o documento, P. I. de A Rocha Produtora de Festas LTDA (Jeitinho Produções), Flip Eventos LTDA, F M Campelo (309 Bar), Restaurante Quinta do Visconde LTDA, Samanta Dourado de Oliveira (The Lounge) e Moon Pub House não poderão realizar nenhuma festa na capital durante o período carnavalesco. 

No pedido realizado pelo membro do Ministério Público, o promotor de justiça Eny Marcos Vieira Pontes alegou que as tradicionais prévias de carnaval da cidade iriam acontecer em ambientes fechados, que favoreceria o contágio da covid-19. Os eventos estariam marcados para acontecer a partir do dia 23 de janeiro. 

Casas de eventos são autuadas pela vigilância em Teresina

As casas de shows 309 Bar, Theresina Hall e Moon, em Teresina, foram autuadas por descumprirem as medidas de contenção da covid-19 na capital. A fiscalização também se estendia à casa de eventos The Lounge, mas o local já estava fechado. Equipes da Vigilância Sanitária e da Polícia Militar estiveram nos estabelecimentos na quinta (14) e sexta-feira (15).

Casas de shows são autuadas por gerar aglomeração e descumprir normas em Teresina (Foto: divulgação)

“Dos quatro estabelecimentos que anunciaram eventos, apenas um encontrava-se fechado, tendo cancelado um show que estava marcado para a data”, informou Larissa Portela, gerente de Vigilância Sanitária da Fundação Municipal de Saúde (FMS). Os outros três receberam Auto de Infração.

Matérias relacionadas: 

Para evitar colapso na rede de saúde, Wellington Dias suspende festividades do Carnaval 2021 no Piauí    

Juiz acata pedido do MP e suspende prévias carnavalescas em casas de shows de Teresina    

Casas de eventos são autuadas pela vigilância durante fiscalização em Teresina

MP ingressa com ação para impedir a realização de eventos em casas de shows de Teresina

Show da Calcinha Preta é cancelado na The Lounge, mas é realizado em outro estabelecimento

A boate Moon, uma das mais conhecidas da capital, anunciou nesta quinta-feira (21) que está encerrando, em definitivo, suas atividades em Teresina. O estabelecimento já fecharia em fevereiro, mas a direção antecipou a decisão em decorrência do atual cenário da pandemia no estado e do crescente número de casos e óbitos por covid-19 em todo o país. 

Por causa da pandemia, boate Moon antecipa encerramento das atividades em Teresina (Foto: divulgação)

O estabelecimento foi um dos alvos da ação civil do Ministério Público do Piauí que pediu a suspensão das festividades do carnaval na boate e em outras casas de shows. Nesta semana, o juiz Aderson Antônio Brito Nogueira, da 1ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública de Teresina, acatou o pedido do MP e suspendeu os eventos sob pena de multa de R$ 50 mil.

Ao Portal AZ, Tonny Kerley, um dos sócios da Moon, afirmou que o fechamento da boate provocará a demissão de dezenas de funcionários que dependem da realização de eventos para sobreviver. O empresário revelou que havia um desejo em abrir uma nova casa de show na capital, com outro perfil, mas a ideia foi adiada em razão do atual cenário. 

“Não há novos decretos do Governo do Estado sobre o fechamento de estabelecimentos. Estávamos seguindo o antigo que determinava que poderíamos realizar eventos com até 100 pessoas, mas infelizmente a conta não fecha só com 100 clientes e alguns estabelecimentos estavam colocando mais pessoas. Isso é só um parâmetro. Em apenas um final de semana, 60 famílias são beneficiadas por eventos que realizamos. Quem vai sustentar esses trabalhadores? É um prejuízo que só está caindo para o setor de eventos”, desabafou.  

Tonny Kerley ressaltou que nos últimos dias houve uma intensa fiscalização da Vigilância Sanitária, Polícia Militar e Guarda Municipal na boate e em outras casas de shows que foram citadas na ação civil do Ministério Público. Para ele, o aumento de casos da covid-19 ocorreu depois das campanhas políticas e da festas de fim de ano. 

“O que sabemos é que houve muita desinformação sobre o setor de eventos. Não somos os responsáveis pelo aumento de casos e óbitos. Isso ocorreu depois das campanhas políticas com inúmeras aglomerações e das festas de fim de ano. Não adianta fechar as casas de eventos se bares e shoppings continuam funcionando e com aglomerações. O setor de eventos não provocou aumento no número de casos, isso é fato. Se fechasse todos, aí poderíamos ver como a pandemia ia agir. Se fechar somente na Moon, as pessoas irão procurar outros estabelecimentos, vão viajar, ou seja, a aglomeração vai acontecer. Garanto, o setor não é responsável por essa situação de hoje”, relatou. 

Veja abaixo o comunicado da Moon nas redes sociais:

Comunicado divulgado pela Moon nas redes sociais (Foto: reprodução)

Entenda o caso

O juiz Aderson Antônio Brito Nogueira, da 1ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública de Teresina, acatou o pedido do Ministério Público e determinou a suspensão de prévias carnavalescas em cinco casas de shows e um restaurante em Teresina. Em caso de descumprimento da decisão, os proprietários poderão pagar multa de até R$ 50 mil. 

Juiz acata pedido do MP e suspende prévias carnavalescas em casas de shows de Teresina (Foto: Victoria Cardoso/Portal AZ)

Conforme o documento, P. I. de A Rocha Produtora de Festas LTDA (Jeitinho Produções), Flip Eventos LTDA, F M Campelo (309 Bar), Restaurante Quinta do Visconde LTDA, Samanta Dourado de Oliveira (The Lounge) e Moon Pub House não poderão realizar nenhuma festa na capital durante o período carnavalesco. 

No pedido realizado pelo membro do Ministério Público, o promotor de justiça Eny Marcos Vieira Pontes alegou que as tradicionais prévias de carnaval da cidade iriam acontecer em ambientes fechados, que favoreceria o contágio da covid-19. Os eventos estariam marcados para acontecer a partir do dia 23 de janeiro. 

Casas de eventos são autuadas pela vigilância em Teresina

As casas de shows 309 Bar, Theresina Hall e Moon, em Teresina, foram autuadas por descumprirem as medidas de contenção da covid-19 na capital. A fiscalização também se estendia à casa de eventos The Lounge, mas o local já estava fechado. Equipes da Vigilância Sanitária e da Polícia Militar estiveram nos estabelecimentos na quinta (14) e sexta-feira (15).

Casas de shows são autuadas por gerar aglomeração e descumprir normas em Teresina (Foto: divulgação)

“Dos quatro estabelecimentos que anunciaram eventos, apenas um encontrava-se fechado, tendo cancelado um show que estava marcado para a data”, informou Larissa Portela, gerente de Vigilância Sanitária da Fundação Municipal de Saúde (FMS). Os outros três receberam Auto de Infração.

Matérias relacionadas: 

Para evitar colapso na rede de saúde, Wellington Dias suspende festividades do Carnaval 2021 no Piauí    

Juiz acata pedido do MP e suspende prévias carnavalescas em casas de shows de Teresina    

Casas de eventos são autuadas pela vigilância durante fiscalização em Teresina

MP ingressa com ação para impedir a realização de eventos em casas de shows de Teresina

Show da Calcinha Preta é cancelado na The Lounge, mas é realizado em outro estabelecimento