1. Editorias
  2. Municípios
  3. PRF apreende mais de 100 animais durante operação 'Abre Alas' no Piauí
Publicidade

PRF apreende mais de 100 animais durante operação 'Abre Alas' no Piauí

Os animais que forem apreendidos terão como destino os currais das prefeituras conveniadas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) já apreendeu mais de 100 animais durante a operação ‘Abre Alas’, deflagrada na última sexta-feira (07) nas rodovias federais, estaduais e municipais do estado. A ação ocorreu nos municípios de Floriano, Amarante, e Itaueira e foi efetivada por agentes da PRF e laçadores cedidos pelas prefeituras.

PRF apreende mais de 100 animais durante a operação 'Abre Alas' no Piauí (Foto: divulgação)

Os animais que forem apreendidos terão como destino os currais das prefeituras conveniadas com a PRF e estarão à disposição dos seus respectivos donos que arcarão com as despesas de estadia, transporte dos animais e multa. 

Segundo a PRF, em 2019, 75 pessoas foram atingidas e quatro pessoas morreram em acidentes causados por animais nas pistas de rolamento do estado.

Ainda de acordo com a PRF, o proprietário que deixa seu animal solto em vias públicas responderá pelo Art. 31 da Lei de Contravenções Penais – “Deixar em liberdade, confiar a guarda a pessoa inexperiente ou não guardar com a devida cautela animal perigoso.” e pode responder civilmente no Art. 132 do Código Civil – “expor a vida ou a saúde de outrem a perigo direto e iminente.”

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) já apreendeu mais de 100 animais durante a operação ‘Abre Alas’, deflagrada na última sexta-feira (07) nas rodovias federais, estaduais e municipais do estado. A ação ocorreu nos municípios de Floriano, Amarante, e Itaueira e foi efetivada por agentes da PRF e laçadores cedidos pelas prefeituras.

PRF apreende mais de 100 animais durante a operação 'Abre Alas' no Piauí (Foto: divulgação)

Os animais que forem apreendidos terão como destino os currais das prefeituras conveniadas com a PRF e estarão à disposição dos seus respectivos donos que arcarão com as despesas de estadia, transporte dos animais e multa. 

Segundo a PRF, em 2019, 75 pessoas foram atingidas e quatro pessoas morreram em acidentes causados por animais nas pistas de rolamento do estado.

Ainda de acordo com a PRF, o proprietário que deixa seu animal solto em vias públicas responderá pelo Art. 31 da Lei de Contravenções Penais – “Deixar em liberdade, confiar a guarda a pessoa inexperiente ou não guardar com a devida cautela animal perigoso.” e pode responder civilmente no Art. 132 do Código Civil – “expor a vida ou a saúde de outrem a perigo direto e iminente.”