1. Editorias
  2. Polícia
  3. Com ruas vazias, crimes contra estabelecimentos aumentam em Teresina
Publicidade

Com ruas vazias, crimes contra estabelecimentos aumentam em Teresina

Nos últimos dias estão sendo frequentes arrombamentos à lojas da capital

Os establecimentos de Teresina, que foram fechados com os decretos de prevenção à pandemia de coronavírus, estão sendo alvo de bandidos, devido à redução do fluxo de pessoas nas ruas. Os crimes, além da pouca movimentação na cidade, estão sendo associados a soltura de mais de 500 presos. 

Lojas fechadas na Avenida Homero Castelo Branco (Foto: reprodução/Portal AZ)

Em decisão na última sexta-feira (20), os presos que cumprem pena em regime aberto e semiaberto saíram das penitenciárias para cumprir prisão domiciliar até o dia 31 de maio, em virtude à prevenção ao coronavírus no sistema prisional.

Ao Portal AZ, o coronel comandante geral da Polícia Militar do Piauí, Lindomar Castilho, explicou que em caso de descumprimento à determinação do juiz, os índices de criminalidade pela cidade podem aumentar. “Caso não eles não obedeçam a determinação judicial de ficarem em seus domicílios, é possível que possam vir a cometer crimes, principalmente contra o patrimônio, como furto ou roubo”, disse o comandante.

Coronel comandante geral da Polícia Militar do Piauí, Lindomar Castilho (Foto: Lucas Sousa / Portal AZ)

Assaltos a veículos e até mesmo arrombamento a estabelecimentos estão se tornando constantes na cidade nos últimos dias. Lindomar Castilho assegura que equipes da polícia militar estão a todo o momento nas ruas para fiscalizar a movimentação e afirma que foram intensificadas as rotas na área comercial de Teresina. “De nossa parte temos intensificado as rondas nas áreas comerciais, principalmente no período noturno”, afirmou. 

Recomendações

O comandante geral da Polícia Militar do Piauí também faz uma recomendação aos donos de estabelecimentos comerciais para a prevenção desses ataques criminosos. “Recomendo que os proprietários possam instala equipamentos de segurança, a exemplo de alarmes e se puderem também, de forma integrada, contratar vigilância noturna. Essa medida ajudará a PM a diminuir os riscos”, explicou Lindomar Castilho.

Ocorrências na zona Leste

O Portal AZ recebeu fotos de dois estabelecimentos que foram arrombados por criminosos na zona Leste de Teresina. O restaurante Quitanda Santa Teresa, localizado na Avenida Dom Severino e um salão de beleza localizado próximo ao Riverside Shopping. 

Locais foram arrombados por criminosos na zona Leste de Teresina (Foto: reprodução WhatsApp)

A reportagem procurou o 5º Batalhão da Polícia Militar do Piauí para obter informações sobre as ocorrências, mas não obteve respostas sobre os casos. 

Presos em liberdade

Em prevenção ao coronavírus no sistema prisional, o juiz José Vidal de Freitas de Filho, titular da Vara de Execuções Penais de Teresina, determinou na última sexta-feira (20) que todos os presos que cumprem pena em regime aberto e semiaberto no Piauí, poderão seguir para prisão domiciliar com o uso de tornozeleira eletrônica, até o dia 31 de maio. 

Foram beneficiados aproximadamente 480 presos no sistema penal do Piauí (Foto: reprodução / internet)

De acordo com a decisão do magistrado, os presos que serão liberados estão cumprindo pena na Colônia Agrícola Major Cesar Oliveira, Penitenciária Feminina de Teresina, Unidade de Apoio ao Semiaberto, Penitenciária José Ribamar Leite, Penitenciária Irmão Guido e Unidade de Apoio Prisional.

 “Os apenados beneficiados com a prisão domiciliar excepcional e temporária, na forma desta Portaria, que já tenham autorização para o trabalho externo, poderão sair de suas residências para o trabalho, caso mantido, apenas no horário de trabalho, recolhendo-se em sua residência durante o restante do dia e nos dias de folga e finais de semana, salvo para atendimento médico urgente” declarou o juiz Vidal.

O sindicato

Em entrevista ao Portal AZ na última quinta-feira (19), o vice-presidente da Sinpoljuspi, José Roberto, afirmou que a decisão irá preocupar ainda mais a sociedade diante da pandemia de coronavírus no estado.

“Não há nenhuma garantia que esses presos beneficiados com a prisão domiciliar ficarão em suas casas e não cometerão delitos. Não há tornozeleira eletrônicas na Sejus para todos eles e mesmo que houvesse, não seria garantia para que não infringissem a determinação de permanecerem em casa. A sociedade agora deverá redobrar a atenção em virtude do vírus e mais ainda com tantos condenados pela Justiça, em tese, soltos nas ruas”, desabafou.

Matérias relacionadas

Policiais penais criticam decisão que soltou mais de 400 presos devido à pandemia de coronavírus

Por causa da pandemia de coronavírus, juiz manda soltar mais de 450 presos no Piauí

Os establecimentos de Teresina, que foram fechados com os decretos de prevenção à pandemia de coronavírus, estão sendo alvo de bandidos, devido à redução do fluxo de pessoas nas ruas. Os crimes, além da pouca movimentação na cidade, estão sendo associados a soltura de mais de 500 presos. 

Lojas fechadas na Avenida Homero Castelo Branco (Foto: reprodução/Portal AZ)

Em decisão na última sexta-feira (20), os presos que cumprem pena em regime aberto e semiaberto saíram das penitenciárias para cumprir prisão domiciliar até o dia 31 de maio, em virtude à prevenção ao coronavírus no sistema prisional.

Ao Portal AZ, o coronel comandante geral da Polícia Militar do Piauí, Lindomar Castilho, explicou que em caso de descumprimento à determinação do juiz, os índices de criminalidade pela cidade podem aumentar. “Caso não eles não obedeçam a determinação judicial de ficarem em seus domicílios, é possível que possam vir a cometer crimes, principalmente contra o patrimônio, como furto ou roubo”, disse o comandante.

Coronel comandante geral da Polícia Militar do Piauí, Lindomar Castilho (Foto: Lucas Sousa / Portal AZ)

Assaltos a veículos e até mesmo arrombamento a estabelecimentos estão se tornando constantes na cidade nos últimos dias. Lindomar Castilho assegura que equipes da polícia militar estão a todo o momento nas ruas para fiscalizar a movimentação e afirma que foram intensificadas as rotas na área comercial de Teresina. “De nossa parte temos intensificado as rondas nas áreas comerciais, principalmente no período noturno”, afirmou. 

Recomendações

O comandante geral da Polícia Militar do Piauí também faz uma recomendação aos donos de estabelecimentos comerciais para a prevenção desses ataques criminosos. “Recomendo que os proprietários possam instala equipamentos de segurança, a exemplo de alarmes e se puderem também, de forma integrada, contratar vigilância noturna. Essa medida ajudará a PM a diminuir os riscos”, explicou Lindomar Castilho.

Ocorrências na zona Leste

O Portal AZ recebeu fotos de dois estabelecimentos que foram arrombados por criminosos na zona Leste de Teresina. O restaurante Quitanda Santa Teresa, localizado na Avenida Dom Severino e um salão de beleza localizado próximo ao Riverside Shopping. 

Locais foram arrombados por criminosos na zona Leste de Teresina (Foto: reprodução WhatsApp)

A reportagem procurou o 5º Batalhão da Polícia Militar do Piauí para obter informações sobre as ocorrências, mas não obteve respostas sobre os casos. 

Presos em liberdade

Em prevenção ao coronavírus no sistema prisional, o juiz José Vidal de Freitas de Filho, titular da Vara de Execuções Penais de Teresina, determinou na última sexta-feira (20) que todos os presos que cumprem pena em regime aberto e semiaberto no Piauí, poderão seguir para prisão domiciliar com o uso de tornozeleira eletrônica, até o dia 31 de maio. 

Foram beneficiados aproximadamente 480 presos no sistema penal do Piauí (Foto: reprodução / internet)

De acordo com a decisão do magistrado, os presos que serão liberados estão cumprindo pena na Colônia Agrícola Major Cesar Oliveira, Penitenciária Feminina de Teresina, Unidade de Apoio ao Semiaberto, Penitenciária José Ribamar Leite, Penitenciária Irmão Guido e Unidade de Apoio Prisional.

 “Os apenados beneficiados com a prisão domiciliar excepcional e temporária, na forma desta Portaria, que já tenham autorização para o trabalho externo, poderão sair de suas residências para o trabalho, caso mantido, apenas no horário de trabalho, recolhendo-se em sua residência durante o restante do dia e nos dias de folga e finais de semana, salvo para atendimento médico urgente” declarou o juiz Vidal.

O sindicato

Em entrevista ao Portal AZ na última quinta-feira (19), o vice-presidente da Sinpoljuspi, José Roberto, afirmou que a decisão irá preocupar ainda mais a sociedade diante da pandemia de coronavírus no estado.

“Não há nenhuma garantia que esses presos beneficiados com a prisão domiciliar ficarão em suas casas e não cometerão delitos. Não há tornozeleira eletrônicas na Sejus para todos eles e mesmo que houvesse, não seria garantia para que não infringissem a determinação de permanecerem em casa. A sociedade agora deverá redobrar a atenção em virtude do vírus e mais ainda com tantos condenados pela Justiça, em tese, soltos nas ruas”, desabafou.

Matérias relacionadas

Policiais penais criticam decisão que soltou mais de 400 presos devido à pandemia de coronavírus

Por causa da pandemia de coronavírus, juiz manda soltar mais de 450 presos no Piauí