Suspeito de matar um aluno em escola no Dirceu é identificado

O suspeito de matar o estudante Marciel Medeiros da Silva, de 18 anos, já foi identificado e pode ser preso nas próximas horas desta sexta-feira (23)

Por Carlos Sousa,

Segundo informações do coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Francisco Barêtta, o homicídio aconteceu no final da tarde de quinta-feira (22), no Centro de Educação de Jovens e Adultos Profª Maria do Carmo Reverdosa da Cruz, localizado no Grande Dirceu, zona sudeste de Teresina.

Foto: Reprodução/InternetIdentificado autor dos disparos que mataram adolescente em escola do Dirceu
Identificado autor dos disparos que mataram adolescente em escola do Dirceu

O crime foi registrado por câmeras de segurança, e o atirador já se encontrava dentro da unidade de ensino. Até o momento, foram ouvidos alguns depoimentos, incluindo o do porteiro da escola. Segundo o delegado Barêtta, o porteiro relatou que deixou a porta da unidade aberta, momento em que o suspeito entrou repentinamente com a arma em punho e efetuou o disparo, com o objetivo de atingir a vítima.

De acordo com as investigações da Polícia Civil, Marciel Medeiros teria envolvimento com facções criminosas e já havia sido alvo de outra tentativa de homicídio anteriormente. Ele foi preso no início deste mês por estar em posse de um celular com restrição de roubo, alegando tê-lo adquirido por R$ 70 há cerca de dois anos. O celular pertencia a um homem que foi morto na zona sudeste da cidade.

O assassinato de Marciel Medeiros levou à suspensão das aulas no Ceja Profª Maria do Carmo Reverdosa da Cruz nesta sexta-feira (23). A medida foi comunicada pela Secretaria Estadual de Educação (Seduc) ainda durante a noite de ontem. Em nota, a Seduc lamentou o falecimento do aluno, expressando solidariedade aos familiares e à comunidade escolar. A secretaria afirmou que suas equipes multidisciplinares estarão disponíveis para prestar assistência integral à comunidade escolar e que as ações de orientação e prevenção serão intensificadas com a execução do Plano de Segurança e Cultura da Paz nas escolas.

Fonte: Ascom Polícia Civil

Comente

Pequisar