1. Editorias
  2. Saúde
  3. Estudante de odontologia é diagnosticada com leucemia e família pede ajuda
Publicidade

Estudante de odontologia é diagnosticada com leucemia e família pede ajuda

Ela está internada em um hospital particular de Teresina desde o último dia 29

Atualizada às 19h44

A estudante Ana Beatriz de Oliveira Ferreira, de apenas 21 anos, está internada em um hospital particular de Teresina desde o último dia 29. A jovem teve um mal-estar ao chegar em Campo Maior (a 86 km de Teresina) – sua cidade natal, depois de viagem ao litoral do estado.


Ana Beatriz (Foto: arquivo pessoal)

Beatriz apresentou dores abdominais, febre, além de manchas roxas pelo corpo. Depois de exames minuciosos, o diagnóstico foi de leucemia mieloide aguda, um tipo de câncer. “Trouxemos ela na noite do último dia 29 para Teresina. Fizemos uns exames em uma clínica em Campo Maior e já fomos encaminhados para Teresina. O diagnóstico foi dado na quarta-feira (07)”, explicou Cristiane Camêlo, mãe da jovem. 

Para ficar curada da doença ela necessita de um transplante de medula óssea. E desde o diagnóstico a família passou a se mobilizar para conseguir um doador compatível. 

Amigos e colegas da estudante também deram início a uma campanha nas redes sociais para pedir ajuda. 

Ana Beatriz se prepara passar por um período chamado quarentena, durante o qual será submetida a sessões de quimioterapia. Não há data exata para a realização do transplante. “Depois que terminar o tratamento ainda serão avaliados os possíveis doadores e só depois será analisado quem é compatível [para doar]”, acrescentou a mãe da estudante.


Campanha nas redes sociais (Foto: reprodução / Facebook)


Os interessados em realizar doação de medula óssea para Beatriz podem ir até o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (Hemopi) – localizado na Rua Primeiro de Maio, Centro de Teresina. A apresentação de documentação oficial com foto é obrigatória. 

Depois de preencher uma ficha cadastral, com informações pessoais, o candidato passará a fazer parte do Registro nacional de Doadores de Medula Óssea (Redomi), que é de responsabilidade do Instituto Nacional do Câncer. Na ocasião também será feita a coleta de 5 ml de sangue do interessado.

“A partir do momento que o cadastro é efetivado, demora um tempo para a efetivação porque aquela amostra [de sangue] vai ser avaliada. Essa pessoa poderá ou não doar a sua medula. A pessoa que se cadastra assume o compromisso de que, se for compatível com alguém, ela pode ou não doar a sua medula. Mas a doação não pode ser direcionada”, explicou o Hemopi, via assessoria de comunicação.

Para mais informações basta entrar em contato com o Hemopi através do número 86 32218320.

A estudante está internada no hospital Prontomed Adulto (Centro da capital). 

A doença

A Leucemia mieloide aguda é um tipo de câncer que atinge as células do sangue e a medula óssea (local de produção das células do sangue). A doença ocorre quando o DNA das células da medula sofre um dano. 

Os sintomas iniciais da leucemia mieloide aguda se assemelham aos de uma gripe ou de oura doença comum. O acometido pode apresentar, por exemplo: dor nos ossos, aumento dos nódulos linfáticos, perda de peso, fadiga e fraqueza, respiração encurtada e palidez.

Atualizada às 19h44

A estudante Ana Beatriz de Oliveira Ferreira, de apenas 21 anos, está internada em um hospital particular de Teresina desde o último dia 29. A jovem teve um mal-estar ao chegar em Campo Maior (a 86 km de Teresina) – sua cidade natal, depois de viagem ao litoral do estado.


Ana Beatriz (Foto: arquivo pessoal)

Beatriz apresentou dores abdominais, febre, além de manchas roxas pelo corpo. Depois de exames minuciosos, o diagnóstico foi de leucemia mieloide aguda, um tipo de câncer. “Trouxemos ela na noite do último dia 29 para Teresina. Fizemos uns exames em uma clínica em Campo Maior e já fomos encaminhados para Teresina. O diagnóstico foi dado na quarta-feira (07)”, explicou Cristiane Camêlo, mãe da jovem. 

Para ficar curada da doença ela necessita de um transplante de medula óssea. E desde o diagnóstico a família passou a se mobilizar para conseguir um doador compatível. 

Amigos e colegas da estudante também deram início a uma campanha nas redes sociais para pedir ajuda. 

Ana Beatriz se prepara passar por um período chamado quarentena, durante o qual será submetida a sessões de quimioterapia. Não há data exata para a realização do transplante. “Depois que terminar o tratamento ainda serão avaliados os possíveis doadores e só depois será analisado quem é compatível [para doar]”, acrescentou a mãe da estudante.


Campanha nas redes sociais (Foto: reprodução / Facebook)


Os interessados em realizar doação de medula óssea para Beatriz podem ir até o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (Hemopi) – localizado na Rua Primeiro de Maio, Centro de Teresina. A apresentação de documentação oficial com foto é obrigatória. 

Depois de preencher uma ficha cadastral, com informações pessoais, o candidato passará a fazer parte do Registro nacional de Doadores de Medula Óssea (Redomi), que é de responsabilidade do Instituto Nacional do Câncer. Na ocasião também será feita a coleta de 5 ml de sangue do interessado.

“A partir do momento que o cadastro é efetivado, demora um tempo para a efetivação porque aquela amostra [de sangue] vai ser avaliada. Essa pessoa poderá ou não doar a sua medula. A pessoa que se cadastra assume o compromisso de que, se for compatível com alguém, ela pode ou não doar a sua medula. Mas a doação não pode ser direcionada”, explicou o Hemopi, via assessoria de comunicação.

Para mais informações basta entrar em contato com o Hemopi através do número 86 32218320.

A estudante está internada no hospital Prontomed Adulto (Centro da capital). 

A doença

A Leucemia mieloide aguda é um tipo de câncer que atinge as células do sangue e a medula óssea (local de produção das células do sangue). A doença ocorre quando o DNA das células da medula sofre um dano. 

Os sintomas iniciais da leucemia mieloide aguda se assemelham aos de uma gripe ou de oura doença comum. O acometido pode apresentar, por exemplo: dor nos ossos, aumento dos nódulos linfáticos, perda de peso, fadiga e fraqueza, respiração encurtada e palidez.