1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. A antiga joia da coroa
Publicidade

A antiga joia da coroa

Há fortes suspeitas de que o governo esteja socorrendo a Agespisa, tirando do tesouro o dinheiro destinado ao pagamento de salários de servidores, por uma aparente situação falimentar da empresa. A Agespisa era, no passado, algo distante de 30 anos atrás, uma espécie de joia da coroa. Em matéria de ser o melhor emprego, a melhor empresa para prestar serviços, ela compunha o estrelato disputando espaços com a Telepisa, Cepisa, Universidade Federal, Fundação Cepro e Banco do Estado do Piauí. As grandes famílias que já eram afortunadas, tinham os seus membros bem aquinhoados com o bom salário. No governo Freitas Neto todos os seus débitos foram absorvidos pelo governo. Enquanto empresa de economia mista ficou zerada, sem débito de qualquer espécie. Quando Mão Santa assumiu em 95, encontrou essa joia fulgurante, mas, infelizmente, a entregou completamente sucateada, endividada e transformada num órgão onde a patifaria com dinheiro público reinava. Na Agespisa aprenderam rapidamente a burlar licitação, fraudar contratos, reajustar salários com produtividade fantasiosa, inventada para calar a boca dos sindicalistas. Também na Agespisa houve negociata de tudo, até dispensa de contas de consumo de água em troca de votos nos tempos da eleição. Ali, inventavam até pagamentos de bandas, de artistas. Que aliás, foi um dos motivos da cassação de Mão Santa. Hoje, sem a sua maior fonte de Receita, que é Teresina, a Agespisa se transformou numa empresa pior do que era: pois é responsável pelos sistemas de abastecimento de água das cidades quando as grandes cidades querem sair do sistema. Não dá para entender como é que o governo vai continuar mantendo viva uma empresa que está morta há muito tempo, consumindo um dinheiro inexistente. Ali, falta dinheiro e falta trabalho. 

Advogado Paulo Quezado vem atuar no Piauí num dos mais rumorosos casos envolvendo a lei Maria da Penha 

Thiago x Kaline

As atenções de tudo que é segmento da sociedade teresinense estarão voltadas para as nove horas de hoje, na 5ª Vara Criminal de Teresina: com base na lei Maria da Penha, será a audiência de instrução e julgamento do oftalmologista Thiago Castro e sua ex-mulher, a também médica Kaline Carvalho.
Na defesa dele o famosíssimo criminalista Paulo Quezado.

Enredo de filme

A briga entre os dois, que se arrasta por anos, tem enredo cinematográfico. O advogado Paulo Quezado é conhecido por defender grandes casos, e sair vitorioso.

Pelo carro

Na Agespisa, a partir de agora, o controle do servidor não será feito apenas pelo ponto. Será pelo estacionamento. Ou seja, pelos carros que ficam estacionados no pátio da empresa. 
Porque, não adianta bater o ponto e sair.

Carro é a prova

A fiscalização agora se estende ao carro. Se o carro estiver lá, é sinal que o dono no mínimo perambula pelas escadas e corredores do prédio.

Sem espaço

Se a moda chegar ao Centro Administrativo ou ao Palácio de Karnak, não vai ter espaço nas ruas do entorno para acomodar tanto carro.

Cassado

O prefeito de Ribeira do Piauí, Arnaldo Costa teve seu mandato cassado. 
Pensa aí na alegria do Solano Silva, pensa.

Coisa séria

Uma estudante do IFPI, campus de Corrente, menor de idade, teria sido drogada por um aluno do próprio instituto e por outros dois da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) numa excursão ao Estado do Tocantins.  
Isso precisa ser bem esclarecido.

Empréstimo à vista

Já se fala em um novo empréstimo para o governo do Estado e desta vez, a cifra passaria dos R$ 5 bilhões. 
Nada ainda confirmado, mas o assunto já chegou aos sempre atentos ouvidos do presidente do legislativo, Themístocles Filho.

Porta fechada

O vereador Deolindo Moura, do PT, foi impedido pelo presidente do partido, o sempre quente Assis Carvalho, de realizar uma reunião na sede do PT.
Até hoje ninguém sabe quem sumiu com a chave da sala de reunião do partido.

Minimiza

Deolindo minimiza a situação, mas o fato é que o encontro teve que ocorrer no plenarinho da Câmara Municipal de Teresina. 
A briga entre os dois não é de hoje.

Inconstitucional

A Câmara Municipal de Teresina, Jeová Alencar procura aspectos de inconstitucionalidade que pode tornar nulo o decreto do prefeito Firmino Filho que regulamentou o transporte por aplicativo na capital.
Mesmo diante da recente decisão do STF de proibir a limitação dos transportes de plataformas digitais.

Procurando abrigo

O deputado estadual Oliveira Neto, deve deixar o PPS, onde ocupa a vice-presidência da sigla para migrar para o PTB.
A filiação do novo deputado estadual seria a primeira vitória do ex-senador João Vicente Claudino, que reassumiu o partido.

Eu que não quero

O deputado estadual B. Sá Filho (PP), disse que ele mesmo não será mais motivo de desavença na base aliada do governador. 
Tanto que fala em abdicar de indicar qualquer cargo no governo do Estado, ainda que em terceiro escalão Meso os de terceiro escalão. Tem gente que bateu palmas.

Sessão solene

A Câmara Municipal de Teresina realiza hoje, sessão solene em homenagem ao dia do jornalista. A sessão foi proposta pelo vereador Enzo Samuel (PC do B).
Ao que consta Rubinho Barrichelo não é jornalista. O 7 de abril já está é distante.

Ping-Pong 
A briga pelos hospitais

Conhecido por ser o político que mais briga por indicações nos hospitais estaduais, o deputado federal Assis Carvalho terminou ficando de fora da partilha dos cargos. A falta de prestígio do deputado e seu tratamento médico repercutiram no Café São Braz. 

Zezinho Garçon: “Até que enfim o Assis pegou um hospital...”
Apurin: “Só pra ficar internado, porque ele acaba de ser operado do coração”.

Expressas

Fundação Wall Ferraz estará presente na ExpoTeresina ofertando oficinas temáticas de artesanato, drinks e serviços de degustação, maquiagem e pintura de rosto para crianças.

Shows nacionais, locais, vaquejada, feira dos municípios, hipismo e muitas outras atividades farão parte da III ExpoTeresina. De 21 a 30 de junho no Parque de Exposição Dirceu Arcoverde.

Para comemorar 11 anos da sua inauguração, o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) irá realizar hoje, uma celebração no estacionamento da administração, a partir das 17h.

Há fortes suspeitas de que o governo esteja socorrendo a Agespisa, tirando do tesouro o dinheiro destinado ao pagamento de salários de servidores, por uma aparente situação falimentar da empresa. A Agespisa era, no passado, algo distante de 30 anos atrás, uma espécie de joia da coroa. Em matéria de ser o melhor emprego, a melhor empresa para prestar serviços, ela compunha o estrelato disputando espaços com a Telepisa, Cepisa, Universidade Federal, Fundação Cepro e Banco do Estado do Piauí. As grandes famílias que já eram afortunadas, tinham os seus membros bem aquinhoados com o bom salário. No governo Freitas Neto todos os seus débitos foram absorvidos pelo governo. Enquanto empresa de economia mista ficou zerada, sem débito de qualquer espécie. Quando Mão Santa assumiu em 95, encontrou essa joia fulgurante, mas, infelizmente, a entregou completamente sucateada, endividada e transformada num órgão onde a patifaria com dinheiro público reinava. Na Agespisa aprenderam rapidamente a burlar licitação, fraudar contratos, reajustar salários com produtividade fantasiosa, inventada para calar a boca dos sindicalistas. Também na Agespisa houve negociata de tudo, até dispensa de contas de consumo de água em troca de votos nos tempos da eleição. Ali, inventavam até pagamentos de bandas, de artistas. Que aliás, foi um dos motivos da cassação de Mão Santa. Hoje, sem a sua maior fonte de Receita, que é Teresina, a Agespisa se transformou numa empresa pior do que era: pois é responsável pelos sistemas de abastecimento de água das cidades quando as grandes cidades querem sair do sistema. Não dá para entender como é que o governo vai continuar mantendo viva uma empresa que está morta há muito tempo, consumindo um dinheiro inexistente. Ali, falta dinheiro e falta trabalho. 

Advogado Paulo Quezado vem atuar no Piauí num dos mais rumorosos casos envolvendo a lei Maria da Penha 

Thiago x Kaline

As atenções de tudo que é segmento da sociedade teresinense estarão voltadas para as nove horas de hoje, na 5ª Vara Criminal de Teresina: com base na lei Maria da Penha, será a audiência de instrução e julgamento do oftalmologista Thiago Castro e sua ex-mulher, a também médica Kaline Carvalho.
Na defesa dele o famosíssimo criminalista Paulo Quezado.

Enredo de filme

A briga entre os dois, que se arrasta por anos, tem enredo cinematográfico. O advogado Paulo Quezado é conhecido por defender grandes casos, e sair vitorioso.

Pelo carro

Na Agespisa, a partir de agora, o controle do servidor não será feito apenas pelo ponto. Será pelo estacionamento. Ou seja, pelos carros que ficam estacionados no pátio da empresa. 
Porque, não adianta bater o ponto e sair.

Carro é a prova

A fiscalização agora se estende ao carro. Se o carro estiver lá, é sinal que o dono no mínimo perambula pelas escadas e corredores do prédio.

Sem espaço

Se a moda chegar ao Centro Administrativo ou ao Palácio de Karnak, não vai ter espaço nas ruas do entorno para acomodar tanto carro.

Cassado

O prefeito de Ribeira do Piauí, Arnaldo Costa teve seu mandato cassado. 
Pensa aí na alegria do Solano Silva, pensa.

Coisa séria

Uma estudante do IFPI, campus de Corrente, menor de idade, teria sido drogada por um aluno do próprio instituto e por outros dois da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) numa excursão ao Estado do Tocantins.  
Isso precisa ser bem esclarecido.

Empréstimo à vista

Já se fala em um novo empréstimo para o governo do Estado e desta vez, a cifra passaria dos R$ 5 bilhões. 
Nada ainda confirmado, mas o assunto já chegou aos sempre atentos ouvidos do presidente do legislativo, Themístocles Filho.

Porta fechada

O vereador Deolindo Moura, do PT, foi impedido pelo presidente do partido, o sempre quente Assis Carvalho, de realizar uma reunião na sede do PT.
Até hoje ninguém sabe quem sumiu com a chave da sala de reunião do partido.

Minimiza

Deolindo minimiza a situação, mas o fato é que o encontro teve que ocorrer no plenarinho da Câmara Municipal de Teresina. 
A briga entre os dois não é de hoje.

Inconstitucional

A Câmara Municipal de Teresina, Jeová Alencar procura aspectos de inconstitucionalidade que pode tornar nulo o decreto do prefeito Firmino Filho que regulamentou o transporte por aplicativo na capital.
Mesmo diante da recente decisão do STF de proibir a limitação dos transportes de plataformas digitais.

Procurando abrigo

O deputado estadual Oliveira Neto, deve deixar o PPS, onde ocupa a vice-presidência da sigla para migrar para o PTB.
A filiação do novo deputado estadual seria a primeira vitória do ex-senador João Vicente Claudino, que reassumiu o partido.

Eu que não quero

O deputado estadual B. Sá Filho (PP), disse que ele mesmo não será mais motivo de desavença na base aliada do governador. 
Tanto que fala em abdicar de indicar qualquer cargo no governo do Estado, ainda que em terceiro escalão Meso os de terceiro escalão. Tem gente que bateu palmas.

Sessão solene

A Câmara Municipal de Teresina realiza hoje, sessão solene em homenagem ao dia do jornalista. A sessão foi proposta pelo vereador Enzo Samuel (PC do B).
Ao que consta Rubinho Barrichelo não é jornalista. O 7 de abril já está é distante.

Ping-Pong 
A briga pelos hospitais

Conhecido por ser o político que mais briga por indicações nos hospitais estaduais, o deputado federal Assis Carvalho terminou ficando de fora da partilha dos cargos. A falta de prestígio do deputado e seu tratamento médico repercutiram no Café São Braz. 

Zezinho Garçon: “Até que enfim o Assis pegou um hospital...”
Apurin: “Só pra ficar internado, porque ele acaba de ser operado do coração”.

Expressas

Fundação Wall Ferraz estará presente na ExpoTeresina ofertando oficinas temáticas de artesanato, drinks e serviços de degustação, maquiagem e pintura de rosto para crianças.

Shows nacionais, locais, vaquejada, feira dos municípios, hipismo e muitas outras atividades farão parte da III ExpoTeresina. De 21 a 30 de junho no Parque de Exposição Dirceu Arcoverde.

Para comemorar 11 anos da sua inauguração, o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) irá realizar hoje, uma celebração no estacionamento da administração, a partir das 17h.

Calma, ainda há obstáculos! O risco dos protestos

Mais lidas desse blog