1. Editorias
  2. Política
  3. Novos áudios mostram ex-prefeito orientando Ciro Nogueira a cooptar cabos eleitorais
Publicidade

Novos áudios mostram ex-prefeito orientando Ciro Nogueira a cooptar cabos eleitorais

Ronaldo sugere que Ciro apoie “sua prima”, sem dizer de quem se trata

Novos áudios divulgados nas redes sociais revelam relações promíscuas entre o senador e presidente do Progressistas, Ciro Nogueira e o tal Ronaldo, que vem a ser Ronaldo Lages Castelo Branco, policial civil e ex-prefeito de Nossa Senhora dos Remédios e de extensa folha corrida na polícia. Condenado por corrupção, ele já foi preso várias vezes.

Novos áudios mostram ex-prefeito orientando Ciro Nogueira a cooptar cabos eleitorais (Foto: Portal AZ / Facebook)

Nos áudios agora é a voz de Ronaldo, como que querendo aconselhador Ciro Nogueira e sugerindo encontros do senador com prefeitos e outros políticos da região norte do Estado para aderirem à campanha do senador. 

Ele cita que tem um que está tão liso que é fácil ser comprado pelo senador. 

“O presidente da Câmara de Luzilândia é meu amigo, o júnior, vai lá para minha fazenda jogar baralho. Sempre votou na Janaína, sempre, é ligado, louco para ser prefeito. Nós podemos fazer uma briga do tamanho que você quiser. Ele joga baralho comigo lá em casa, na fazenda, é político profissional, vai lá morto de liso, agora mesmo ele foi lá em casa, no sacrifício eu arranjei R$ 10 mil conto pra ele. Lá em Luzilândia conseguimos fazer uma briga grande, eu sei o que você está querendo, você não é criança”, disse.

Ouça os áudios:

Ainda no áudio, o tal Ronaldo fala que não dá para comparar João Vicente Claudino e Ciro Nogueira. Ele afirma que a campanha precisa começar cedo e que eles não irão perder a eleição em “nenhum lugar”. 

“Naquele tempo eu coordenei a campanha do João Vicente no Norte, andei mais ele, mas cê sabe, João Vicente e Ciro não dã pra comparar. Então, do jeito que você tá querendo, eu lhe garanto, eu, você e Dó (prefeito de Porto Dó Bacelar) se sentar, nós não perde em lugar nenhum aqui. Ainda mais começando cedo, cedo que eu digo tá na hora, com a disposição que lhe vejo...votei em você em cinco mandatos de deputados na vez errada que você não andava em lugar nenhum; eu matava leitoa e você nem ia comer, agora com uma disposição monstra dessa. Você andando desse jeito a gente não perde a eleição, você sabe disso, vamos sentar aí que nós ajeita tudo por aqui”, relatou.

“Bote minha prima que ela ganha” 

Num dos áudios, Ronaldo sugere que Ciro apoie “sua prima”, sem dizer de quem se trata, na cidade de Barras, sugerindo que Ciro inclua também no rolo o ex-prefeito Manin Rêgo. E Ciro diz que tem todo interesse.

“Bora decidir para minha prima aqui que é do seu partido a vice-prefeita. Chama o Manin para o partido que nós fazemos um acordo, se o Manin não for candidato, ela seria candidata e ela ainda tem uma vantagem, é de confiança e ganha a eleição e é do PP. Bora, quero conversar com você, na hora que você me chamar, eu lhe dou as coordenadas, você não me disse que tinha interesse? Pois bora resolver”. 

Em outro áudio, Ciro fala: “Tenho todo interesse do mundo. Até chamei, o marido dela me ligou na semana passada, marquei no outro final de semana pra eles irem a Teresina pra gente acertar isso aí”, disse o senador. 

Entenda o caso

O Senador Ciro Nogueira, em conversa com um certo Ronaldo, afirma que tem estrutura e poder até para derrotar Wellington Dias, nas eleições de 2022. A conversa está gravada e o áudio viraliza nas redes sociais. 

Ciro faz bravata e diz que se governador ficar contra, vai derrotá-lo em 2022 (Fotos: Portal AZ)

Ciro Nogueira que vem fazendo um grande esforço para melhorar a sua imagem, não descarta sua candidatura a governador daqui a dois anos e, mesmo reconhecendo a impopularidade, vangloria-se do poder financeiro e de estrutura de governo que detém. 

“Eu não sei fazer nada pela metade, eu fiz uma pesquisa agora, você sabe que eu nunca fui popular demais, o meu negócio mesmo é estrutura, eu estou disparado na frente. Qualquer candidato do Wellington eu coloco quatro por um”, afirma Ciro Nogueira.

A desculpa amarela do senador 

Depois que o áudio viralizou com as bravatas do senador, Ciro Nogueira disse cinicamente para um sujeito que o assessora em grupo de WhatsApp que a voz não é sua. “Eu ouvi falar de um áudio atribuído a mim”, e termina dizendo que é fake News. 

"Quem me conhece sabe que o que eu não tenho é salto alto”, disse Ciro Nogueira, o senador mais investigado na Lava Jato por suspeita de recebimento de propina.

Novos áudios divulgados nas redes sociais revelam relações promíscuas entre o senador e presidente do Progressistas, Ciro Nogueira e o tal Ronaldo, que vem a ser Ronaldo Lages Castelo Branco, policial civil e ex-prefeito de Nossa Senhora dos Remédios e de extensa folha corrida na polícia. Condenado por corrupção, ele já foi preso várias vezes.

Novos áudios mostram ex-prefeito orientando Ciro Nogueira a cooptar cabos eleitorais (Foto: Portal AZ / Facebook)

Nos áudios agora é a voz de Ronaldo, como que querendo aconselhador Ciro Nogueira e sugerindo encontros do senador com prefeitos e outros políticos da região norte do Estado para aderirem à campanha do senador. 

Ele cita que tem um que está tão liso que é fácil ser comprado pelo senador. 

“O presidente da Câmara de Luzilândia é meu amigo, o júnior, vai lá para minha fazenda jogar baralho. Sempre votou na Janaína, sempre, é ligado, louco para ser prefeito. Nós podemos fazer uma briga do tamanho que você quiser. Ele joga baralho comigo lá em casa, na fazenda, é político profissional, vai lá morto de liso, agora mesmo ele foi lá em casa, no sacrifício eu arranjei R$ 10 mil conto pra ele. Lá em Luzilândia conseguimos fazer uma briga grande, eu sei o que você está querendo, você não é criança”, disse.

Ouça os áudios:

Ainda no áudio, o tal Ronaldo fala que não dá para comparar João Vicente Claudino e Ciro Nogueira. Ele afirma que a campanha precisa começar cedo e que eles não irão perder a eleição em “nenhum lugar”. 

“Naquele tempo eu coordenei a campanha do João Vicente no Norte, andei mais ele, mas cê sabe, João Vicente e Ciro não dã pra comparar. Então, do jeito que você tá querendo, eu lhe garanto, eu, você e Dó (prefeito de Porto Dó Bacelar) se sentar, nós não perde em lugar nenhum aqui. Ainda mais começando cedo, cedo que eu digo tá na hora, com a disposição que lhe vejo...votei em você em cinco mandatos de deputados na vez errada que você não andava em lugar nenhum; eu matava leitoa e você nem ia comer, agora com uma disposição monstra dessa. Você andando desse jeito a gente não perde a eleição, você sabe disso, vamos sentar aí que nós ajeita tudo por aqui”, relatou.

“Bote minha prima que ela ganha” 

Num dos áudios, Ronaldo sugere que Ciro apoie “sua prima”, sem dizer de quem se trata, na cidade de Barras, sugerindo que Ciro inclua também no rolo o ex-prefeito Manin Rêgo. E Ciro diz que tem todo interesse.

“Bora decidir para minha prima aqui que é do seu partido a vice-prefeita. Chama o Manin para o partido que nós fazemos um acordo, se o Manin não for candidato, ela seria candidata e ela ainda tem uma vantagem, é de confiança e ganha a eleição e é do PP. Bora, quero conversar com você, na hora que você me chamar, eu lhe dou as coordenadas, você não me disse que tinha interesse? Pois bora resolver”. 

Em outro áudio, Ciro fala: “Tenho todo interesse do mundo. Até chamei, o marido dela me ligou na semana passada, marquei no outro final de semana pra eles irem a Teresina pra gente acertar isso aí”, disse o senador. 

Entenda o caso

O Senador Ciro Nogueira, em conversa com um certo Ronaldo, afirma que tem estrutura e poder até para derrotar Wellington Dias, nas eleições de 2022. A conversa está gravada e o áudio viraliza nas redes sociais. 

Ciro faz bravata e diz que se governador ficar contra, vai derrotá-lo em 2022 (Fotos: Portal AZ)

Ciro Nogueira que vem fazendo um grande esforço para melhorar a sua imagem, não descarta sua candidatura a governador daqui a dois anos e, mesmo reconhecendo a impopularidade, vangloria-se do poder financeiro e de estrutura de governo que detém. 

“Eu não sei fazer nada pela metade, eu fiz uma pesquisa agora, você sabe que eu nunca fui popular demais, o meu negócio mesmo é estrutura, eu estou disparado na frente. Qualquer candidato do Wellington eu coloco quatro por um”, afirma Ciro Nogueira.

A desculpa amarela do senador 

Depois que o áudio viralizou com as bravatas do senador, Ciro Nogueira disse cinicamente para um sujeito que o assessora em grupo de WhatsApp que a voz não é sua. “Eu ouvi falar de um áudio atribuído a mim”, e termina dizendo que é fake News. 

"Quem me conhece sabe que o que eu não tenho é salto alto”, disse Ciro Nogueira, o senador mais investigado na Lava Jato por suspeita de recebimento de propina.