1. Editorias
  2. Saúde
  3. Wellington Dias decreta lockdown parcial e anuncia retomada das atividades para 6 de julho no Piauí
Publicidade

Wellington Dias decreta lockdown parcial e anuncia retomada das atividades para 6 de julho no Piauí

Governador afirmou que será feita a liberação de setores a cada quinze dias

Com o objetivo de conter o avanço do coronavírus, o governador Wellington Dias (PT) anunciou na tarde desta quinta-feira (25), adoção de lockdown parcial nos próximos dias no Piauí. O chefe do executivo estadual descartou um bloqueio total das atividades, que havia sido proposto pelo prefeito de Teresina, Firmino Filho. As medidas mais rígidas serão válidas a partir de sexta (26), sábado (27) e domingo (28), e, também, na próxima quinta-feira (2), sexta-feira (3), sábado (4) e domingo (5) com fechamento de alguns serviços essenciais. 

Governador Wellington Dias anuncia novas medidas (Foto: reprodução Youtube)

Segundo Wellington Dias, as novas medidas irão possibilitar seguir com o cronograma de reabertura das atividades econômicas, a partir do dia 6 de julho. A partir disso, a cada 15 dias, será feita a liberação de setores determinadas no Pacto Pro Piauí.

“Alcançando os objetivos com os esforços de todos no dia 6 de julho nós teremos a primeira etapa das liberações citadas. Também anunciar que a cada 15 dias teremos as outras etapas. Permitindo que possamos chegar, no mês de agosto, com a área da educação como a última dessa liberação”, explicou.

Nesta sexta-feira (26) e nas próximas quinta-feira e sexta-feira, 2 e 3 de julho, será decretado ponto facultativo nos órgãos públicos estaduais e a mesma recomendação para os municípios. Além de maior restrição às atividades essenciais no final de semana. O governo irá disponibilizar 3.200 pessoas apoiando o cumprimento do isolamento com a fiscalização.

Para essa retomada da economia, o governador citou a importância dos indicadores como ocupação de leitos, transmissibilidade e óbitos, que são fundamentais para o Piauí dar início ao retorno gradual. Como forma mais rígida para garantir esses indicadores, o governo anunciou também a multa para pessoas que não usarem máscaras em locais exigidos.

“Nós tivemos um momento importante e hoje fiz questão de comunicar o povo do Piaui. Nós chegamos até aqui com controle das oito regiões do estado em que nenhuma delas entrou em colapso. Chegamos a tratar da proposta do lockdown, porém o que vemos no regramento brasileiro nós teremos que ter medidas que não eram recomendadas. Porém será feito todo um esforço no estado para que tenhamos toda essa estrutura funcionando em todo estado nesta sexta, sábado e domingo, para poder cortar a transmissibilidade do coronavírus. Diante disso também estou adotando uma medida, seguindo o Congresso Nacional, para o uso de máscaras em todo Piauí, mas as pessoas que teimam a ficar sem usar a máscara será feita a aplicação de multa”, finalizou Dias. 

Matérias relacionadas:

Firmino Filho diz que reabertura do comércio pode ocorrer na segunda quinzena de julho    

Prorrogação de isolamento social provoca fechamento de estabelecimentos comerciais em Teresina    

Com o objetivo de conter o avanço do coronavírus, o governador Wellington Dias (PT) anunciou na tarde desta quinta-feira (25), adoção de lockdown parcial nos próximos dias no Piauí. O chefe do executivo estadual descartou um bloqueio total das atividades, que havia sido proposto pelo prefeito de Teresina, Firmino Filho. As medidas mais rígidas serão válidas a partir de sexta (26), sábado (27) e domingo (28), e, também, na próxima quinta-feira (2), sexta-feira (3), sábado (4) e domingo (5) com fechamento de alguns serviços essenciais. 

Governador Wellington Dias anuncia novas medidas (Foto: reprodução Youtube)

Segundo Wellington Dias, as novas medidas irão possibilitar seguir com o cronograma de reabertura das atividades econômicas, a partir do dia 6 de julho. A partir disso, a cada 15 dias, será feita a liberação de setores determinadas no Pacto Pro Piauí.

“Alcançando os objetivos com os esforços de todos no dia 6 de julho nós teremos a primeira etapa das liberações citadas. Também anunciar que a cada 15 dias teremos as outras etapas. Permitindo que possamos chegar, no mês de agosto, com a área da educação como a última dessa liberação”, explicou.

Nesta sexta-feira (26) e nas próximas quinta-feira e sexta-feira, 2 e 3 de julho, será decretado ponto facultativo nos órgãos públicos estaduais e a mesma recomendação para os municípios. Além de maior restrição às atividades essenciais no final de semana. O governo irá disponibilizar 3.200 pessoas apoiando o cumprimento do isolamento com a fiscalização.

Para essa retomada da economia, o governador citou a importância dos indicadores como ocupação de leitos, transmissibilidade e óbitos, que são fundamentais para o Piauí dar início ao retorno gradual. Como forma mais rígida para garantir esses indicadores, o governo anunciou também a multa para pessoas que não usarem máscaras em locais exigidos.

“Nós tivemos um momento importante e hoje fiz questão de comunicar o povo do Piaui. Nós chegamos até aqui com controle das oito regiões do estado em que nenhuma delas entrou em colapso. Chegamos a tratar da proposta do lockdown, porém o que vemos no regramento brasileiro nós teremos que ter medidas que não eram recomendadas. Porém será feito todo um esforço no estado para que tenhamos toda essa estrutura funcionando em todo estado nesta sexta, sábado e domingo, para poder cortar a transmissibilidade do coronavírus. Diante disso também estou adotando uma medida, seguindo o Congresso Nacional, para o uso de máscaras em todo Piauí, mas as pessoas que teimam a ficar sem usar a máscara será feita a aplicação de multa”, finalizou Dias. 

Matérias relacionadas:

Firmino Filho diz que reabertura do comércio pode ocorrer na segunda quinzena de julho    

Prorrogação de isolamento social provoca fechamento de estabelecimentos comerciais em Teresina