1. Editorias
  2. Saúde
  3. Covid-19: Wellington Dias delibera medidas restritivas por dez dias no Piauí
Publicidade

Covid-19: Wellington Dias delibera medidas restritivas por dez dias no Piauí

Além da antecipação de feriados, há proibições em aeroportos, praias e transporte intermunicipal

O governador Wellington Dias e o Comitê de Operações Emergenciais (COE) realizaram uma reunião nesta quinta-feira (25) para deliberar novas medidas de isolamento social para os próximos 10 dias. Conforme as definições, durante esses dias ocorrerão, junto as prefeituras, feriados antecipados, pontos facultativos e finais de semana mais restritivos, permitindo apenas o funcionamento de atividades consideradas essenciais. 

Governador também determinou medidas restritivas em aeroportos, praias e transporte intermunicipal (Foto: divulgação)

As restrições já iniciam nesta sexta-feira (26) com a antecipação do feriado do dia de Nossa Senhora Aparecida, dando início as restrições já estabelecidas aos fins de semana. Nesta segunda-feira (29), o governo decretou ponto facultativo e antecipou o feriado de Corpus Christi para a terça-feira (30).

Para a quarta-feira (31), governador propôs que as prefeituras que antecipem seus feriados de aniversário de emancipação política. Na quinta-feira (1), o governo decretou novamente ponto-facultativo e na sexta-feira (2) segue o feriado em função da Semana Santa, seguindo com as restrições até domingo (4). 

Para o gestor estadual, com as medidas adotadas nos últimos dias, foi possível observar uma redução no nível de transmissibilidade da covid-19 no Piauí. Segundo ele, houve uma de redução de 1,4 para 1,1. Com as próximas restrições, espera-se que o índice fique abaixo de 1. 

Restrições aeroportos, transportes e praias

Wellington Dias determinou também o reforço de barreiras sanitárias em aeroportos, nas divisas do estado e limites entre municípios. Conforme as definições, o programa Busca Ativa seguirá funcionando, promovendo rastreio de novos casos da doença que chegam ao Estado. 

"Identificando pessoas doentes e tirando pessoas da circulação normal, associando à vacinação, esperamos recuar no número de internação reduzindo a fila de espera e ao mesmo tempo termos menos pessoas doentes no Piauí" registrou Dias. 

Outra medida tomada pelo governo foi restringir o transporte intermunicipal de passageiros e a venda de bebidas alcoólicas durante o período de maior isolamento social. Como objetivo, espera-se é reduzir os acidentes automobilísticos e a consequente ocupação de leitos hospitalares que eles ocasionam. Além disso, minimizar o fluxo do vírus da capital para as comunidades do interior, através da migração de pessoas. 

As cidades litorâneas estão sendo orientadas a restringir o acesso às praias. “É um recolhimento para que possamos verdadeiramente combater este vírus, com sacrifícios de todas as partes. Reiteramos nosso apoio, mesmo diante do descontentamento, sabendo que é algo necessário” ponderou Sávio Normando, presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Logistas.

Matéria relacionada:

Governador Wellingthon Dias define novas ações para conter a covid-19 no Piauí

O governador Wellington Dias e o Comitê de Operações Emergenciais (COE) realizaram uma reunião nesta quinta-feira (25) para deliberar novas medidas de isolamento social para os próximos 10 dias. Conforme as definições, durante esses dias ocorrerão, junto as prefeituras, feriados antecipados, pontos facultativos e finais de semana mais restritivos, permitindo apenas o funcionamento de atividades consideradas essenciais. 

Governador também determinou medidas restritivas em aeroportos, praias e transporte intermunicipal (Foto: divulgação)

As restrições já iniciam nesta sexta-feira (26) com a antecipação do feriado do dia de Nossa Senhora Aparecida, dando início as restrições já estabelecidas aos fins de semana. Nesta segunda-feira (29), o governo decretou ponto facultativo e antecipou o feriado de Corpus Christi para a terça-feira (30).

Para a quarta-feira (31), governador propôs que as prefeituras que antecipem seus feriados de aniversário de emancipação política. Na quinta-feira (1), o governo decretou novamente ponto-facultativo e na sexta-feira (2) segue o feriado em função da Semana Santa, seguindo com as restrições até domingo (4). 

Para o gestor estadual, com as medidas adotadas nos últimos dias, foi possível observar uma redução no nível de transmissibilidade da covid-19 no Piauí. Segundo ele, houve uma de redução de 1,4 para 1,1. Com as próximas restrições, espera-se que o índice fique abaixo de 1. 

Restrições aeroportos, transportes e praias

Wellington Dias determinou também o reforço de barreiras sanitárias em aeroportos, nas divisas do estado e limites entre municípios. Conforme as definições, o programa Busca Ativa seguirá funcionando, promovendo rastreio de novos casos da doença que chegam ao Estado. 

"Identificando pessoas doentes e tirando pessoas da circulação normal, associando à vacinação, esperamos recuar no número de internação reduzindo a fila de espera e ao mesmo tempo termos menos pessoas doentes no Piauí" registrou Dias. 

Outra medida tomada pelo governo foi restringir o transporte intermunicipal de passageiros e a venda de bebidas alcoólicas durante o período de maior isolamento social. Como objetivo, espera-se é reduzir os acidentes automobilísticos e a consequente ocupação de leitos hospitalares que eles ocasionam. Além disso, minimizar o fluxo do vírus da capital para as comunidades do interior, através da migração de pessoas. 

As cidades litorâneas estão sendo orientadas a restringir o acesso às praias. “É um recolhimento para que possamos verdadeiramente combater este vírus, com sacrifícios de todas as partes. Reiteramos nosso apoio, mesmo diante do descontentamento, sabendo que é algo necessário” ponderou Sávio Normando, presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Logistas.

Matéria relacionada:

Governador Wellingthon Dias define novas ações para conter a covid-19 no Piauí