1. Editorias
  2. AZ nas Eleições
  3. Justiça Eleitoral defere candidatura da prefeita eleita de Murici do Portelas
Publicidade

Justiça Eleitoral defere candidatura da prefeita eleita de Murici do Portelas

Ana Lina obteve 61,65% dos votos nas eleições, mas resultado estava sub judice

A prefeita eleita da cidade de Murici dos Portelas, Ana Lina (PSD), teve a candidatura deferia pela Justiça Eleitoral. Ela obteve 61,65% dos votos nas eleições, mas estava com a candidatura indeferida com recurso no Tribunal Superior Eleitoral e aguardava julgamento.

Justiça Eleitoral defere candidatura de prefeita eleita de Murici do Portelas (Foto:Instagram Ana Lina)

O recurso foi julgado nessa quarta-feira (02), quando o Tribunal Regional Eleitoral foi favorável a legalidade da candidatura da prefeita-eleita. Através das redes sociais, Ana Lina se pronunciou e agradeceu ao apoio dos munícipes de Murici dos Portelas. 

“Estou muito grata por essa vitória que nós conseguimos no TRE e eu tinha certeza que a vitória que conseguimos nas urnas, no dia 15 de novembro ela também ia se repetir nesse julgamento. Quero agradecer a todos que estiveram conosco durante esse período, essa vitória é nossa, de Murici dos Portelas e dizer que a cidade vai continuar sendo administrada por pessoas comprometidas com o bem, com o futuro de nossa cidade”, disse.

Entenda

Ana Lina teve a candidatura indeferida depois do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e a chapa pura “Muricienses De Verdade, Unidos Pelo Povo” e a candidata Auridea Santos Portela entrarem com o pedido de impugnação contra a candidata alegando que a mesma é ex-esposa do atual prefeito do município, Dr. Ricardo Sales.

O questionamento foi apresentado pela oposição do município, que se baseou na regra que determina que parentes e cônjuges do chefe do executivo que esteja exercendo mandato não podem se candidatar ao mesmo cargo.

A prefeita eleita da cidade de Murici dos Portelas, Ana Lina (PSD), teve a candidatura deferia pela Justiça Eleitoral. Ela obteve 61,65% dos votos nas eleições, mas estava com a candidatura indeferida com recurso no Tribunal Superior Eleitoral e aguardava julgamento.

Justiça Eleitoral defere candidatura de prefeita eleita de Murici do Portelas (Foto:Instagram Ana Lina)

O recurso foi julgado nessa quarta-feira (02), quando o Tribunal Regional Eleitoral foi favorável a legalidade da candidatura da prefeita-eleita. Através das redes sociais, Ana Lina se pronunciou e agradeceu ao apoio dos munícipes de Murici dos Portelas. 

“Estou muito grata por essa vitória que nós conseguimos no TRE e eu tinha certeza que a vitória que conseguimos nas urnas, no dia 15 de novembro ela também ia se repetir nesse julgamento. Quero agradecer a todos que estiveram conosco durante esse período, essa vitória é nossa, de Murici dos Portelas e dizer que a cidade vai continuar sendo administrada por pessoas comprometidas com o bem, com o futuro de nossa cidade”, disse.

Entenda

Ana Lina teve a candidatura indeferida depois do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e a chapa pura “Muricienses De Verdade, Unidos Pelo Povo” e a candidata Auridea Santos Portela entrarem com o pedido de impugnação contra a candidata alegando que a mesma é ex-esposa do atual prefeito do município, Dr. Ricardo Sales.

O questionamento foi apresentado pela oposição do município, que se baseou na regra que determina que parentes e cônjuges do chefe do executivo que esteja exercendo mandato não podem se candidatar ao mesmo cargo.