1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. O papel de Pessoa no MDB
Publicidade

O papel de Pessoa no MDB

Dr. Pessoa foi eleito prefeito de Teresina muito por seu esforço e persistência pessoais, mas, muito também pelo suporte partidário do MDB e a inteligência política de duas figuras daquele partido, João Henrique Sousa e Themístocles Filho. É evidente que a condição de Dr. Pessoa como o ocupante do segundo mais poderoso cargo executivo no estado, mais ainda depois de uma eleição em que destronou um agrupamento político que ocupava a prefeitura havia quase 30 anos dá poder político. Porém, poder político não significa poder eleitoral, capacidade de transferência de votos. São coisas distintas, sobretudo considerando que cada eleição tem a sua própria dinâmica e conjuntura. Assim, é justo e certo que o prefeito de Teresina reivindique para si um lugar privilegiado na mesa em que se discute a participação do MDB na definição do destino do partido nas eleições de 2022, quando já se sabe que pretende ocupar um lugar na chapa majoritária no espectro governista da disputa. Porém, a presença do prefeito de Teresina nesse debate dá-se mais pela força do cargo que por sua força no âmbito do MDB, que é algo inexistente, dado o controle praticamente absoluto que o presidente da Assembleia Legislativa. Themístocles Filho exerce sobre a máquina partidária no estado e no município de Teresina. Nesse cenário em que Pessoa é filiado ao MDB, mas não tem votos na convenção partidária estadual, agrega-se o atabalhoamento de sua gestão, que serve para erodir seu capital eleitoral, restando-lhe o poder político pelo controle de uma máquina administrativa que pode servir de sombra a quem gosta de garimpar votos longe do escaldante sol que castiga os que lutam na oposição. Resumo da ópera: a importância do prefeito de Teresina na sucessão estadual do ano que vem, ao menos por agora, é bem menor do que ele e seu entorno supõem.

O que Wellington Dias fez que seu colega Ibaneis Rocha tem falado muito mal dele? (Foto: divulgação / Paulo Henrique - Agência Brasil)

Engano

Este colunista falhou numa informação dada aqui, ontem, sobre o novo herdeiro de João Claudino Fernandes, reconhecido pela Justiça. 
Disse que seria um rapaz com idade entre 30 e 40 anos. A bem da verdade, trata-se de um homem mais velho que o ex-senador João Vicente Claudino, o primogênito do fundador do Grupo Claudino.

Quem é

O homem reconhecido judicialmente como herdeiro de João Claudino Fernandes se chama José Pedro e mora na cidade maranhense de Santa Inês.
Como todos sabem, os irmãos João e Valdecy Claudino fundaram o Armazém Paraíba em Bacabal em 1958.

Aliás, ele também 

Falando em Valdecy Claudino, ele também tem um herdeiro fora do casamento. 
Segundo fonte da coluna o rapaz há anos foi reconhecido no rol dos que vão ficar com parte do milionário patrimônio do segundo fundador do Armazém Paraíba.

Tentativa de acordo

Houve, neste caso, tentativa de fazer o rapaz desistir da herança, com oferta de R$ 10 milhões de reais. Ele recusou. Quer sua parte integralmente. 
E vai receber.

Muito dinheiro

Quem também vai botar a mão em uma bolada é o herdeiro de Seu João, de nome José Pedro.
Em  2010, quando foi candidato a suplente de senador, João Claudino Fernandes declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio de R$ 623.564.284,55, relativo não ao ano da eleição, mas ao exercício anterior, pela declaração à Receita Federal.

Clube do bilhão

Se considerada uma inflação acumulada de 84,95% entre dezembro de 2009 e dezembro de 2020, o patrimônio de João Claudino Fernandes seria hoje, de R$ 1.153.307.807,84.
Mas quem conhece a contabilidade do grupo Claudino avalia  que cada filho do empresário pode dispor, como parte da herança do pai, de mais de R$ 500 milhões em ativos reais, ou seja, dinheiro vivo.

No Supremo

As rusgas entre os irmãos e mais o surgimento deste novo herdeiro podem arrastar para os tribunais superiores a disputa pela herança do empresário.
Há quem aposte que o caso possa chegar até mesmo ao Supremo Tribunal Federal. 

Riscos empresariais

A briga poderá ensejar ainda perda de valor das empresas, porque dificulta, por exemplo, a profissionalização da administração do grupo.
O Armazém Paraíba, por exemplo, perde valor de mercado na medida em que não avançou no e-commerce, como fizeram gigantes do varejo.

Wellington x Ibaneis 

Não se sabe ao certo o que ocorreu entre os governadores do Piauí, Wellington Dias e do Distrito Federal, Ibaneis Rocha. 
Mas a quem lhe dá ouvidos, o governador de Brasília fala horrores do governador piauiense. 

Causa da briga

Uma fonte da coluna chegou a manter reservas sobre os detalhes do que seria a causa, mas diz que Ibaneis, quando fala em Wellington, se irrita.
Seria algo relacionado a história das vacinas ou ao empréstimo do BRB, algo em torno de R$ 80 milhões, feitos ao Piauí.
A coluna não conseguiu falar com Ibaneis. 

O coronel do doutor

Depois de fritar ou de deixar que Adolfo Nunes fosse fritado em público, o prefeito Dr. Pessoa deverá sacramentar nesta semana a saída de Dodô do cargo de Secretário de Governo.
A surpresa está na indicação do sucessor, o ex-vereador Edvaldo Marques, ex-coronel da PM e ex-presidente da Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos de Teresina (Arsete).

Destino

Dodô, tirado de perto do prefeito, seria indicado para a presidência da Arsete, atualmente ocupada por Márcio Allan Cavalcante Moreira.
O nome precisa ser aprovado pela Câmara Municipal.

O rei do asfalto

Desde o dia 15 de maio, graças à lei municipal Nº 5.584, o filho do prefeito Dr. Pessoa, João Duarte, o Pessoinha, tem sob seu comando a Coordenação Especial de Asfaltamento – Ceasf que anteriormente fazia parte da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação. 

Pavimentação 

Diz-se entre os próprios assessores do pai que, sem o menor prurido que, Pessoinha usaria esse asfalto para pavimentar seu caminho rumo à Assembleia Legislativa.

Aliás...

Dr. Pessoa parece ter deixado livres os chefes das SDUs para, através das ações nos bairros, conseguirem firmar suas candidaturas. 
Porque a maioria tem intenção de fazer caixa e interesse eleitoral. 

Classificados

Começam hoje e se estendem até sexta-feira as inscrições para o processo simplificado de seleção de professores da educação infantil da rede pública de Teresina, com 340 vagas no primeiro ciclo do ensino fundamental (1º ao 5º ano) e no segundo ciclo (6º ao 9º ano – Matemática), além da formação de cadastro de reserva.

Concorrentes

Podem concorrer às vagas as pessoas com licenciatura plena em Pedagogia ou Normal Superior cursado em faculdades reconhecidas pelo MEC ou licenciatura plena em qualquer área cursado em instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC e curso de nível médio na modalidade normal (antigo Pedagógico), além de licenciados em Matemática em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação.

Salários

A remuneração prevista é de R$ 3.782,26 e os interessados podem se inscrever pelo site da Secretaria Municipal de Educação: semec.pmt.pi.gov.br.
Estão reservadas 5% das vagas para pessoas com deficiência.

Campanha 

Hoje será o lançamento da campanha nacional de desaparecimento de pessoas, pelo Ministério da Justiça, através da Secretaria Nacional de Segurança Publica-SENASP. 

Delegacia 

Não custa dizer que por esforço pessoal do veterano delegado Francisco Costa, o Barêtta, existe hoje, na estrutura organizacional do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa - DHPP, a primeira delegacia de investigação de desaparecimento de pessoas no estado do Piauí.

Atendimento 

A delegacia conta com uma equipe composta por um delegado, Escrivão de Polícia e investigadores, todos com capacitação em investigação e protocolos para localização de pessoas desaparecidas.
E atende por 24 horas.

Ping-Pong
Pela tangente

O repórter Mussoline Guedes, do Diário do Povo, se aproxima do governador Mão Santa durante um coquetel servido após a solenidade da assinatura de protocolo de intenções entre o Ministério do Meio Ambiente e as Procuradorias-Gerais da República e de Justiça do Piauí e Maranhão. Queria ouvir o governador sobre desvios de recursos do SUS, envolvendo o secretário da Saúde, Paulo Lages. Perto deles, uma funcionária servia salgadinhos.

Mussoline: "Governador, como fica a situação do secretário Paulo Lages, diante das investigações?".
Mão Santa (com um bolinho à mão): "Coma, meu rapaz, o seu mal é fome."
Mussoline (com seu biotipo delgado): "Minha fome é de notícia, governador."

Originalmente publicado em 13 de outubro de 2001.

Expressas

Wellington Dias prorrogou as medidas restritivas no Piauí até 13 de junho. Bares, restaurantes e shoppings seguirão funcionando normalmente aos finais de semana.

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) vacina hoje o público de 56 a 59 anos em Teresina. Serão montados 13 pontos de drive-thru nas principais zonas.

Conforme a última logística, mulheres serão vacinadas contra a covid-19 das 9h às 13h e homens, das 13h às 17h.

Dr. Pessoa foi eleito prefeito de Teresina muito por seu esforço e persistência pessoais, mas, muito também pelo suporte partidário do MDB e a inteligência política de duas figuras daquele partido, João Henrique Sousa e Themístocles Filho. É evidente que a condição de Dr. Pessoa como o ocupante do segundo mais poderoso cargo executivo no estado, mais ainda depois de uma eleição em que destronou um agrupamento político que ocupava a prefeitura havia quase 30 anos dá poder político. Porém, poder político não significa poder eleitoral, capacidade de transferência de votos. São coisas distintas, sobretudo considerando que cada eleição tem a sua própria dinâmica e conjuntura. Assim, é justo e certo que o prefeito de Teresina reivindique para si um lugar privilegiado na mesa em que se discute a participação do MDB na definição do destino do partido nas eleições de 2022, quando já se sabe que pretende ocupar um lugar na chapa majoritária no espectro governista da disputa. Porém, a presença do prefeito de Teresina nesse debate dá-se mais pela força do cargo que por sua força no âmbito do MDB, que é algo inexistente, dado o controle praticamente absoluto que o presidente da Assembleia Legislativa. Themístocles Filho exerce sobre a máquina partidária no estado e no município de Teresina. Nesse cenário em que Pessoa é filiado ao MDB, mas não tem votos na convenção partidária estadual, agrega-se o atabalhoamento de sua gestão, que serve para erodir seu capital eleitoral, restando-lhe o poder político pelo controle de uma máquina administrativa que pode servir de sombra a quem gosta de garimpar votos longe do escaldante sol que castiga os que lutam na oposição. Resumo da ópera: a importância do prefeito de Teresina na sucessão estadual do ano que vem, ao menos por agora, é bem menor do que ele e seu entorno supõem.

O que Wellington Dias fez que seu colega Ibaneis Rocha tem falado muito mal dele? (Foto: divulgação / Paulo Henrique - Agência Brasil)

Engano

Este colunista falhou numa informação dada aqui, ontem, sobre o novo herdeiro de João Claudino Fernandes, reconhecido pela Justiça. 
Disse que seria um rapaz com idade entre 30 e 40 anos. A bem da verdade, trata-se de um homem mais velho que o ex-senador João Vicente Claudino, o primogênito do fundador do Grupo Claudino.

Quem é

O homem reconhecido judicialmente como herdeiro de João Claudino Fernandes se chama José Pedro e mora na cidade maranhense de Santa Inês.
Como todos sabem, os irmãos João e Valdecy Claudino fundaram o Armazém Paraíba em Bacabal em 1958.

Aliás, ele também 

Falando em Valdecy Claudino, ele também tem um herdeiro fora do casamento. 
Segundo fonte da coluna o rapaz há anos foi reconhecido no rol dos que vão ficar com parte do milionário patrimônio do segundo fundador do Armazém Paraíba.

Tentativa de acordo

Houve, neste caso, tentativa de fazer o rapaz desistir da herança, com oferta de R$ 10 milhões de reais. Ele recusou. Quer sua parte integralmente. 
E vai receber.

Muito dinheiro

Quem também vai botar a mão em uma bolada é o herdeiro de Seu João, de nome José Pedro.
Em  2010, quando foi candidato a suplente de senador, João Claudino Fernandes declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio de R$ 623.564.284,55, relativo não ao ano da eleição, mas ao exercício anterior, pela declaração à Receita Federal.

Clube do bilhão

Se considerada uma inflação acumulada de 84,95% entre dezembro de 2009 e dezembro de 2020, o patrimônio de João Claudino Fernandes seria hoje, de R$ 1.153.307.807,84.
Mas quem conhece a contabilidade do grupo Claudino avalia  que cada filho do empresário pode dispor, como parte da herança do pai, de mais de R$ 500 milhões em ativos reais, ou seja, dinheiro vivo.

No Supremo

As rusgas entre os irmãos e mais o surgimento deste novo herdeiro podem arrastar para os tribunais superiores a disputa pela herança do empresário.
Há quem aposte que o caso possa chegar até mesmo ao Supremo Tribunal Federal. 

Riscos empresariais

A briga poderá ensejar ainda perda de valor das empresas, porque dificulta, por exemplo, a profissionalização da administração do grupo.
O Armazém Paraíba, por exemplo, perde valor de mercado na medida em que não avançou no e-commerce, como fizeram gigantes do varejo.

Wellington x Ibaneis 

Não se sabe ao certo o que ocorreu entre os governadores do Piauí, Wellington Dias e do Distrito Federal, Ibaneis Rocha. 
Mas a quem lhe dá ouvidos, o governador de Brasília fala horrores do governador piauiense. 

Causa da briga

Uma fonte da coluna chegou a manter reservas sobre os detalhes do que seria a causa, mas diz que Ibaneis, quando fala em Wellington, se irrita.
Seria algo relacionado a história das vacinas ou ao empréstimo do BRB, algo em torno de R$ 80 milhões, feitos ao Piauí.
A coluna não conseguiu falar com Ibaneis. 

O coronel do doutor

Depois de fritar ou de deixar que Adolfo Nunes fosse fritado em público, o prefeito Dr. Pessoa deverá sacramentar nesta semana a saída de Dodô do cargo de Secretário de Governo.
A surpresa está na indicação do sucessor, o ex-vereador Edvaldo Marques, ex-coronel da PM e ex-presidente da Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos de Teresina (Arsete).

Destino

Dodô, tirado de perto do prefeito, seria indicado para a presidência da Arsete, atualmente ocupada por Márcio Allan Cavalcante Moreira.
O nome precisa ser aprovado pela Câmara Municipal.

O rei do asfalto

Desde o dia 15 de maio, graças à lei municipal Nº 5.584, o filho do prefeito Dr. Pessoa, João Duarte, o Pessoinha, tem sob seu comando a Coordenação Especial de Asfaltamento – Ceasf que anteriormente fazia parte da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação. 

Pavimentação 

Diz-se entre os próprios assessores do pai que, sem o menor prurido que, Pessoinha usaria esse asfalto para pavimentar seu caminho rumo à Assembleia Legislativa.

Aliás...

Dr. Pessoa parece ter deixado livres os chefes das SDUs para, através das ações nos bairros, conseguirem firmar suas candidaturas. 
Porque a maioria tem intenção de fazer caixa e interesse eleitoral. 

Classificados

Começam hoje e se estendem até sexta-feira as inscrições para o processo simplificado de seleção de professores da educação infantil da rede pública de Teresina, com 340 vagas no primeiro ciclo do ensino fundamental (1º ao 5º ano) e no segundo ciclo (6º ao 9º ano – Matemática), além da formação de cadastro de reserva.

Concorrentes

Podem concorrer às vagas as pessoas com licenciatura plena em Pedagogia ou Normal Superior cursado em faculdades reconhecidas pelo MEC ou licenciatura plena em qualquer área cursado em instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC e curso de nível médio na modalidade normal (antigo Pedagógico), além de licenciados em Matemática em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação.

Salários

A remuneração prevista é de R$ 3.782,26 e os interessados podem se inscrever pelo site da Secretaria Municipal de Educação: semec.pmt.pi.gov.br.
Estão reservadas 5% das vagas para pessoas com deficiência.

Campanha 

Hoje será o lançamento da campanha nacional de desaparecimento de pessoas, pelo Ministério da Justiça, através da Secretaria Nacional de Segurança Publica-SENASP. 

Delegacia 

Não custa dizer que por esforço pessoal do veterano delegado Francisco Costa, o Barêtta, existe hoje, na estrutura organizacional do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa - DHPP, a primeira delegacia de investigação de desaparecimento de pessoas no estado do Piauí.

Atendimento 

A delegacia conta com uma equipe composta por um delegado, Escrivão de Polícia e investigadores, todos com capacitação em investigação e protocolos para localização de pessoas desaparecidas.
E atende por 24 horas.

Ping-Pong
Pela tangente

O repórter Mussoline Guedes, do Diário do Povo, se aproxima do governador Mão Santa durante um coquetel servido após a solenidade da assinatura de protocolo de intenções entre o Ministério do Meio Ambiente e as Procuradorias-Gerais da República e de Justiça do Piauí e Maranhão. Queria ouvir o governador sobre desvios de recursos do SUS, envolvendo o secretário da Saúde, Paulo Lages. Perto deles, uma funcionária servia salgadinhos.

Mussoline: "Governador, como fica a situação do secretário Paulo Lages, diante das investigações?".
Mão Santa (com um bolinho à mão): "Coma, meu rapaz, o seu mal é fome."
Mussoline (com seu biotipo delgado): "Minha fome é de notícia, governador."

Originalmente publicado em 13 de outubro de 2001.

Expressas

Wellington Dias prorrogou as medidas restritivas no Piauí até 13 de junho. Bares, restaurantes e shoppings seguirão funcionando normalmente aos finais de semana.

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) vacina hoje o público de 56 a 59 anos em Teresina. Serão montados 13 pontos de drive-thru nas principais zonas.

Conforme a última logística, mulheres serão vacinadas contra a covid-19 das 9h às 13h e homens, das 13h às 17h.

Arimatéia Azevedo, um amigo querido e especial! Themístocles, o vitorioso em 2022