1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. Suspensão de obra temerária
Publicidade

Suspensão de obra temerária

O Conselho Regional de Arquitetura e Urbanismo do Piauí (CAU/PI) acionou o Ministério Público Federal em razão de possível intervenção irregular no Terminal Turístico de Floriano, também conhecido como Estabelecimento Rural São Pedro de Alcântara, que pertence ao Patrimônio Público Histórico Nacional, sendo tombado em âmbitos nacional pelo Iphan e estadual pela Secult.  A decisão do CAU/PI em acionar o MPF ocorre após várias tentativas de diálogo com a Prefeitura de Floriano, o IPHAN e a Secretaria de Estado da Cultura, atualmente responsável pelo imóvel, para obter informações sobre planos de recuperação do espaço. Mesmo diante de todos os esforços, nenhum ofício foi respondido ao Conselho, que foi informado por meio de arquitetos e urbanistas, que uma obra [aparentemente irregular] está sendo realizada no imóvel. O arquiteto e urbanista Nilson Coelho utilizou as redes sociais e procurou o CAU/PI para lamentar a situação. Não há placa de identificação dos serviços que estão sendo realizados, assim como valores investimentos e responsáveis técnicos pela restauração. “Desta forma não se sabe quem é o responsável pela obra, quem é o responsável pela sua fiscalização e acompanhamento, a empresa contratada etc., numa óbvia tentativa de realizar a intervenção fora dos olhares do controle social, durante um feriado nacional” disse o arquiteto que denunciou a “obra”. Coelho diz que a realidade do prédio se encontra bem diferente do que deveria estar, já que a intervenção para restauro não pode ser feita às escuras e sem a participação e controle social, devendo ser realizada por instituições especializadas, como o CAU/PI.” Em razão disso, o CAU/PI solicitou ao MPF a recomendação para que serviços no local sejam suspensos, até que todo o processo seja regularizado junto ao IPHAN e a própria Secult. É por turíngia já se denunciou sobre essa ação temerária do governo no patrimônio público que se tem a impressão de que na gestão tem gente agindo capciosa e levianamente.

Ziza Carvalho deixa o PT e se filia ao MDB 

Ministro (de faz de conta) da Economia 

Dias atrás o Estadão divulgou que Wellington Dias estaria cotado para comandar o Ministério da Economia em eventual governo Lula.
Isso é produção do laboratório de invencionice do próprio Wellington.
Na base do “se colá, colou”. 

Destrambelhado 

Esse futuro ministro da economia, de tão destrambelhado em matéria de gestão no seu primeiro governo (2003), desorganizado em política financeira, nunca conseguiu emplacar um projeto para obra estruturante no governo de Lula. 

Sem projetos 

À época o próprio Lula dizia quando o via no Palácio do Planalto: “eu gosto desse indio porque ele não sabe nem pedir. Chega aqui com oito a dez projetinhos que eu libero um ou dois, mando um dinheirinho e ele me deixa em paz”.

O Ouvidor sem voz 

Elenilson Rodrigues deixou de ser o ouvidor geral da prefeitura de Barras. Foi exonerado pelo prefeito Capote. 
Por ter dado ouvido ao ex-prefeito Cabelouro e ter ido com ele a uma audiência com a governadora Regina Sousa.  

Com quem vais?

Não se diz lá em Barras a razão de Capote ter exonerado seu assessor. O que se comenta é que o prefeito barrense não votará nos candidatos a governador e senador de Regina. 

Haja remédio

Alô, Ministerio Público Federal - já que não se tem resposta da turminha do MPE para o que se publica aqui.  
Deve acontecer no dia 2 de maio, uma segunda-feira, Pregão Nº PE 023/2022, da Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares (Fepiserh) com valor de R$ 112.787.211,82 para contratação de empresas para fornecimento de medicamentos, através de sistema de registro de preços a serem registrados em ata com força de contrato.

Certinho

Segundo o registro oficial do processo de licitação, os medicamentos constantes no edital e que fazem parte da tabela da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), deverão ser cotados com base no Preço Máximo de Venda ao Governo – PMVG .

Tudo opaco

Bom, os colunistas substitutos ficam com milhões de pulgas atrás da orelha quando, faltando sete meses para acabar um exercício fiscal (o ano de 2022), e, mais do que isso, para acabar o governo, alguém tenha a ideia de fazer um processo licitatório em que os licitantes terão contrato de fornecimento garantido de mais de R$ 112 milhões em remédios.
Estranho. Estranhíssimo. 

Olho vivo 

É por isso que O MPF e a PF precisam ver quais, entre as empresas de picaretas que já são investigados pela Polícia Federal, quantas estariam em vias de ser “agraciadas” com esses milhões.  
A turma é voraz por dinheiro público. E tem protetores na gestão. 

Buraqueira federal

Não há páreo para a má qualidade do revestimento das estradas estaduais do Piauí, que o governo promete restaurar, mas seguem um terreno lunar. Porém, a BR-343 em diversos trechos entre Teresina e Parnaiba, está bem estragada. Há buracos que colocam em risco a vida das pessoas entre Campo Maior e Capitão de Campos.

Agrofesta

A Secretaria de Agronegócio do Piauí torrou R$ 120 mil, oriundos de emendas do deputado estadual Severo Eulálio (MDB) para realização da Feira do Agronegócio em São José do Piauí.
Os pagamentos de R$ 40 mil e R$ 90 mil foram feitos à empresas Cibanela Comércio e Serviços e Yara Tche e Alessandro Eventos Ltda.

Kit cajuína

Vai custar R$ 6.688.750,00 a compra do que a Secretaria de Agricultura Familiar do Piauí chama de kits cajuína, compostos por equipamentos e insumos para produção da bebida. Não há detalhamento sobre o que seriam os itens do kit.
A compra vai ser feita em licitação marcada para o dia 9 de maio.

Nova sede

A Secretaria da Educação vai gastar R$ 2.230.179,17 para demolir e construir uma nova sede para a 18ª Gerência Regional de Educação, em Teresina.
A 18ª GRE funciona atualmente na rua Lucídio Freitas, 886 Centro-Norte.
Está aí uma esperta forma de fazer fluir o dinheiro. 

Ziza no MDB

Depois de não conseguir apoio de outros petistas para uma fusão de candidaturas, Ziza Carvalho deixou o PT e vai disputar uma vaga de deputado estadual pelo MDB.
O deputado segue na chapa oficial do Palácio de Karnak.

Pistolas

A Polícia Militar do Piauí vai comprar pistolas da marca Glock, fazendo o pagamento em dólares.
Serão despendidos US$ 99 mil (457,3 mil no câmbio de ontem) para a aquisição das armas.

Turismo de araque

Pessoal, a gente fala muito no calçamentismo da Secretaria de Turismo porque a Setur faz mais calçamento que ações para favorecer o turismo. Mas para que ninguém fique fazendo beicinho, os colunistas substitutos ficaram sabendo que a pasta vai gastar R$ 680 mil financiando um projeto chamado Birdwatching Festival, no Parque Nacional de Sete Cidades.

O que é?

Ainda estamos tentando descobrir o que vem a ser o Birdwatching Festival, mas pelo que deu para compreender trata-se de uma boa ideia, sustentável e conservacionista, que envolve a observação de aves, já que a expressão birdwatching remete ao turismo de observação de aves.
Não ria, leitor. 

Clássico

Um clássico das campanhas políticas se repetiu ontem com Joel Rodrigues, candidato a senador pelas oposições.
Ele recebeu de presente um sabonete da marca Senador. 
Agradeceu, sorriu e fez cara de confiança na campanha.

Lição

De Reinaldo Azevedo, em texto publicado ontem: A imunidade parlamentar existe para tornar o mandato imune a pressões, não para autorizar seu titular a cometer crimes. Assim, ela é um instrumento da representação, não uma licença para a delinquência”.

Órgãos obreiros 

R$ 666.956,08 é quanto a Secretaria de Defesa Civil vai gastar para pavimentar uma avenida na cidade de Jacobina do Piauí.
R$ 1.479.541,61 é quanto a Secretaria de Turismo vai gastar em pavimentação de vias na cidade de Sebastião Barros, extremo Sul do Piauí.
R$ 3.012.841,16 é quanto a Secretaria da Educação prevê gastar na reforma, ampliação da escola estadual Zulmira Xavier, em Luís Correia.

Ping-pong 

A promessa

Eleição de 2004. O prefeito Zé Nery, de Picos, disputa novo mandato. Depois de eleito, chama um amigo para juntos pagarem promessa a Padre Cícero, subindo de joelhos, os degraus da escada até a estátua do santo, em Juazeiro (CE). Mas avisa ao amigo que tem de ser com caroços de milho dentro da joelheira. Os dois, então, chegam à cidade e começam a dura penitência.
O amigo (faltando três degraus): "Eu já não agüento mais, porque o milho está provocando sangramento nos meus joelhos..."
Zé Nery: "E tu botou foi milho cru?"

Originalmente publicado em 13 de fevereiro de 2007.

Expressas 

Com dois casos suspeitos de sarampo no Piauí, a Secretaria de Saúde divulgou alerta para a população a respeito da importância da vacinação contra a doença. 

O vacinômetro mostrou que 154 cidades do Piauí têm aproxidamente 60% da população acima de 18 anos imunizada com a terceira dose da vacina contra a covid-19.

O Piauí está há uma semana sem registrar mortes por covid-19.

*Esta coluna é de responsabilidade dos colaboradores do Portal AZ

O Conselho Regional de Arquitetura e Urbanismo do Piauí (CAU/PI) acionou o Ministério Público Federal em razão de possível intervenção irregular no Terminal Turístico de Floriano, também conhecido como Estabelecimento Rural São Pedro de Alcântara, que pertence ao Patrimônio Público Histórico Nacional, sendo tombado em âmbitos nacional pelo Iphan e estadual pela Secult.  A decisão do CAU/PI em acionar o MPF ocorre após várias tentativas de diálogo com a Prefeitura de Floriano, o IPHAN e a Secretaria de Estado da Cultura, atualmente responsável pelo imóvel, para obter informações sobre planos de recuperação do espaço. Mesmo diante de todos os esforços, nenhum ofício foi respondido ao Conselho, que foi informado por meio de arquitetos e urbanistas, que uma obra [aparentemente irregular] está sendo realizada no imóvel. O arquiteto e urbanista Nilson Coelho utilizou as redes sociais e procurou o CAU/PI para lamentar a situação. Não há placa de identificação dos serviços que estão sendo realizados, assim como valores investimentos e responsáveis técnicos pela restauração. “Desta forma não se sabe quem é o responsável pela obra, quem é o responsável pela sua fiscalização e acompanhamento, a empresa contratada etc., numa óbvia tentativa de realizar a intervenção fora dos olhares do controle social, durante um feriado nacional” disse o arquiteto que denunciou a “obra”. Coelho diz que a realidade do prédio se encontra bem diferente do que deveria estar, já que a intervenção para restauro não pode ser feita às escuras e sem a participação e controle social, devendo ser realizada por instituições especializadas, como o CAU/PI.” Em razão disso, o CAU/PI solicitou ao MPF a recomendação para que serviços no local sejam suspensos, até que todo o processo seja regularizado junto ao IPHAN e a própria Secult. É por turíngia já se denunciou sobre essa ação temerária do governo no patrimônio público que se tem a impressão de que na gestão tem gente agindo capciosa e levianamente.

Ziza Carvalho deixa o PT e se filia ao MDB 

Ministro (de faz de conta) da Economia 

Dias atrás o Estadão divulgou que Wellington Dias estaria cotado para comandar o Ministério da Economia em eventual governo Lula.
Isso é produção do laboratório de invencionice do próprio Wellington.
Na base do “se colá, colou”. 

Destrambelhado 

Esse futuro ministro da economia, de tão destrambelhado em matéria de gestão no seu primeiro governo (2003), desorganizado em política financeira, nunca conseguiu emplacar um projeto para obra estruturante no governo de Lula. 

Sem projetos 

À época o próprio Lula dizia quando o via no Palácio do Planalto: “eu gosto desse indio porque ele não sabe nem pedir. Chega aqui com oito a dez projetinhos que eu libero um ou dois, mando um dinheirinho e ele me deixa em paz”.

O Ouvidor sem voz 

Elenilson Rodrigues deixou de ser o ouvidor geral da prefeitura de Barras. Foi exonerado pelo prefeito Capote. 
Por ter dado ouvido ao ex-prefeito Cabelouro e ter ido com ele a uma audiência com a governadora Regina Sousa.  

Com quem vais?

Não se diz lá em Barras a razão de Capote ter exonerado seu assessor. O que se comenta é que o prefeito barrense não votará nos candidatos a governador e senador de Regina. 

Haja remédio

Alô, Ministerio Público Federal - já que não se tem resposta da turminha do MPE para o que se publica aqui.  
Deve acontecer no dia 2 de maio, uma segunda-feira, Pregão Nº PE 023/2022, da Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares (Fepiserh) com valor de R$ 112.787.211,82 para contratação de empresas para fornecimento de medicamentos, através de sistema de registro de preços a serem registrados em ata com força de contrato.

Certinho

Segundo o registro oficial do processo de licitação, os medicamentos constantes no edital e que fazem parte da tabela da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), deverão ser cotados com base no Preço Máximo de Venda ao Governo – PMVG .

Tudo opaco

Bom, os colunistas substitutos ficam com milhões de pulgas atrás da orelha quando, faltando sete meses para acabar um exercício fiscal (o ano de 2022), e, mais do que isso, para acabar o governo, alguém tenha a ideia de fazer um processo licitatório em que os licitantes terão contrato de fornecimento garantido de mais de R$ 112 milhões em remédios.
Estranho. Estranhíssimo. 

Olho vivo 

É por isso que O MPF e a PF precisam ver quais, entre as empresas de picaretas que já são investigados pela Polícia Federal, quantas estariam em vias de ser “agraciadas” com esses milhões.  
A turma é voraz por dinheiro público. E tem protetores na gestão. 

Buraqueira federal

Não há páreo para a má qualidade do revestimento das estradas estaduais do Piauí, que o governo promete restaurar, mas seguem um terreno lunar. Porém, a BR-343 em diversos trechos entre Teresina e Parnaiba, está bem estragada. Há buracos que colocam em risco a vida das pessoas entre Campo Maior e Capitão de Campos.

Agrofesta

A Secretaria de Agronegócio do Piauí torrou R$ 120 mil, oriundos de emendas do deputado estadual Severo Eulálio (MDB) para realização da Feira do Agronegócio em São José do Piauí.
Os pagamentos de R$ 40 mil e R$ 90 mil foram feitos à empresas Cibanela Comércio e Serviços e Yara Tche e Alessandro Eventos Ltda.

Kit cajuína

Vai custar R$ 6.688.750,00 a compra do que a Secretaria de Agricultura Familiar do Piauí chama de kits cajuína, compostos por equipamentos e insumos para produção da bebida. Não há detalhamento sobre o que seriam os itens do kit.
A compra vai ser feita em licitação marcada para o dia 9 de maio.

Nova sede

A Secretaria da Educação vai gastar R$ 2.230.179,17 para demolir e construir uma nova sede para a 18ª Gerência Regional de Educação, em Teresina.
A 18ª GRE funciona atualmente na rua Lucídio Freitas, 886 Centro-Norte.
Está aí uma esperta forma de fazer fluir o dinheiro. 

Ziza no MDB

Depois de não conseguir apoio de outros petistas para uma fusão de candidaturas, Ziza Carvalho deixou o PT e vai disputar uma vaga de deputado estadual pelo MDB.
O deputado segue na chapa oficial do Palácio de Karnak.

Pistolas

A Polícia Militar do Piauí vai comprar pistolas da marca Glock, fazendo o pagamento em dólares.
Serão despendidos US$ 99 mil (457,3 mil no câmbio de ontem) para a aquisição das armas.

Turismo de araque

Pessoal, a gente fala muito no calçamentismo da Secretaria de Turismo porque a Setur faz mais calçamento que ações para favorecer o turismo. Mas para que ninguém fique fazendo beicinho, os colunistas substitutos ficaram sabendo que a pasta vai gastar R$ 680 mil financiando um projeto chamado Birdwatching Festival, no Parque Nacional de Sete Cidades.

O que é?

Ainda estamos tentando descobrir o que vem a ser o Birdwatching Festival, mas pelo que deu para compreender trata-se de uma boa ideia, sustentável e conservacionista, que envolve a observação de aves, já que a expressão birdwatching remete ao turismo de observação de aves.
Não ria, leitor. 

Clássico

Um clássico das campanhas políticas se repetiu ontem com Joel Rodrigues, candidato a senador pelas oposições.
Ele recebeu de presente um sabonete da marca Senador. 
Agradeceu, sorriu e fez cara de confiança na campanha.

Lição

De Reinaldo Azevedo, em texto publicado ontem: A imunidade parlamentar existe para tornar o mandato imune a pressões, não para autorizar seu titular a cometer crimes. Assim, ela é um instrumento da representação, não uma licença para a delinquência”.

Órgãos obreiros 

R$ 666.956,08 é quanto a Secretaria de Defesa Civil vai gastar para pavimentar uma avenida na cidade de Jacobina do Piauí.
R$ 1.479.541,61 é quanto a Secretaria de Turismo vai gastar em pavimentação de vias na cidade de Sebastião Barros, extremo Sul do Piauí.
R$ 3.012.841,16 é quanto a Secretaria da Educação prevê gastar na reforma, ampliação da escola estadual Zulmira Xavier, em Luís Correia.

Ping-pong 

A promessa

Eleição de 2004. O prefeito Zé Nery, de Picos, disputa novo mandato. Depois de eleito, chama um amigo para juntos pagarem promessa a Padre Cícero, subindo de joelhos, os degraus da escada até a estátua do santo, em Juazeiro (CE). Mas avisa ao amigo que tem de ser com caroços de milho dentro da joelheira. Os dois, então, chegam à cidade e começam a dura penitência.
O amigo (faltando três degraus): "Eu já não agüento mais, porque o milho está provocando sangramento nos meus joelhos..."
Zé Nery: "E tu botou foi milho cru?"

Originalmente publicado em 13 de fevereiro de 2007.

Expressas 

Com dois casos suspeitos de sarampo no Piauí, a Secretaria de Saúde divulgou alerta para a população a respeito da importância da vacinação contra a doença. 

O vacinômetro mostrou que 154 cidades do Piauí têm aproxidamente 60% da população acima de 18 anos imunizada com a terceira dose da vacina contra a covid-19.

O Piauí está há uma semana sem registrar mortes por covid-19.

*Esta coluna é de responsabilidade dos colaboradores do Portal AZ

Agora é pra valer Do nada a lugar algum